Agronegócios

Atraso no plantio começa a preocupar produtores de Mato Grosso

Equipes do Circuito Tecnológico Etapa Soja irão verificar durante duas semanas o andamento da safra 2017/18 no estado.

Soja | 17 de Outubro de 2017 as 23h 21min
MT Agora - Cenário MT | Aprosoja

O plantio da safra de soja 2017/18 está em 14,4% da área total em Mato Grosso, de acordo com boletim do Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea). Na safra passada, no mesmo período, este percentual passava dos 30%.

“O atraso no plantio é a grande preocupação do momento, pois pode impactar na perda da janela ideal para o plantio da segunda safra. Isso é preocupante porque o milho é importante na composição da rentabilidade da propriedade”, afirma Endrigo Dalcin, presidente da Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja).

Durante a coletiva de imprensa do início do Circuito Tecnológico Etapa Soja nesta segunda (16), em Cuiabá, o presidente da associação acredita que nesta semana haja um incremento no plantio de forma geral. “Até o dia 25 de novembro ainda é possível plantar e ter boa produtividade”, diz.

As nove equipes que partiram para verificar o andamento da safra in locodurante duas semanas em todas as regiões do estado trarão as preocupações e demandas dos produtores rurais, além de amostras de sementes e fertilizantes. Poderão ver, ainda, se já há replantio em algumas áreas.

“Ainda não ouvimos relatos de replantio, mas acreditamos que deve haver em alguns talhões. É ruim porque o lucro do produtor é negativo e estamos no limite do custo de produção.  Qualquer prejuízo com replantio é custo a mais no mesmo hectare”, diz Dalcin. E as expectativas de produtividade não são as mais otimistas, segundo o presidente da Aprosoja.

Na safra 2016/17, houve produtividade histórica de 55 sacas por hectare. Este ano, a projeção é de 52 sacas por hectare, tese reforçada pelo atraso no plantio. “Este ano tivemos dificuldades no acesso ao crédito e o preço da soja estava em baixa, o que significa que o agricultor não pode investir muito. Ele investiu o básico, com média tecnologia nas lavouras”, explica o presidente.

Por isso, acredita Dalcin, o Circuito Tecnológico Etapa Soja é tão importante e um dos maiores projetos da Aprosoja. “A partir das entrevistas com os agricultores, conseguimos levantar as demandas e traçar os trabalhos internos da associação, sempre buscando a rentabilidade do produtor. É uma troca de informações interessante e bem ampla. A meta é visitarmos 680 propriedades em 62 municípios”, finaliza.

Os produtores rurais poderão, nesta edição, solicitar aos líderes de equipe para receber a visita em sua propriedade. Para complementar os trabalhos do CT Soja, a Central de atendimento da Aprosoja irá levantar as mesmas informações e demandas.

O Circuito Tecnológico Etapa Soja é realizado pela Aprosoja, em parceria com o Imea e Embrapa e patrocínio de Syngenta, UPL, Basf, BayerCropscience e Fertiláqua. Na semana de 16 a 20 de outubro serão visitadas propriedades nas regiões Norte e Oeste, na semana de 23 a 27 de outubro, será a vez das regiões Leste e Sul.

COMENTARIOS

Mais de Agronegócios

Algodão

Qualidade das fibras do algodão continua sendo prejudicada

As chuvas moderadas e de forte intensidade, prejudicam a qualidade das fibras, trazendo prejuízos aos produtores.

17 de Agosto de 2018 as 15h31

Tabela De Frete

Tabelamento do preço de frete ainda não é praticado

Entidades se posicionam sobre a falta de diálogo e impactos da Medida Provisória.

15 de Agosto de 2018 as 19h56

Indea

Indea reinaugura unidade em Lucas do Rio Verde

A obra é fruto do termo de cooperação assinado entre o Governo do Estado e o Fundo Emergencial de Saúde Animal do Estado de Mato Grosso (Fesa) e o Fundo Mato-grossense de Apoio à Cultura da Semente (Fase).

10 de Agosto de 2018 as 16h04

Projeção

MT deve se manter na liderança como maior produtor de milho e soja pelos próximos 10 anos

Produção de soja deve passar de quase 32 mil toneladas para pouco mais de 43 mil toneladas. Já a produção de milho no estado deve ter aumento de 45,5%.

07 de Agosto de 2018 as 23h16

Estudo

Exposição ao agrotóxico em MT é seis vezes maior que a média nacional, aponta pesquisa

Dados indicam a presença de resíduos na urina e no sangue de trabalhadores rurais e de professores, urbanos e rurais, dos três municípios pesquisados, e de produtos não autorizados para a cultura em que foram encontrados.

01 de Agosto de 2018 as 22h41

Rebanho Bovino

Sapezal, Campo Novo e Lucas do Rio Verde entre maiores na expansão do rebanho bovino

Atualmente são cerca de 30 milhões de cabeças de gado no Estado.

01 de Agosto de 2018 as 20h52

Veja Mais
Disk Bem

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

TEMPO AGORA

Hoje, Sexta Feira

Lucas do Rio Verde, MT

Estrelado

23º

COTAÇÃO