Falta de chuvas é a principal preocupação do produtor neste momento em Mato Grosso

Avaliações estão sendo realizadas durante Circuito Tecnológico - Etapa Soja, da Aprosoja.

23/10/2015 - 16:01:52

   

O céu limpo, azul, sem nenhuma nuvem e as altas temperaturas nos últimos dias em Mato Grosso anunciam a preocupação do produtor rural no Estado: sem chuva não há plantio de soja. Poucos produtores rurais, geralmente os maiores, já iniciaram. A chance do replantio, no entanto, vem na mesma proporção. 
 
Além de "chuva", a palavra mais ouvida durante a sétima edição do Circuito Tecnológico - Etapa Soja é esperança. "Estamos já com 200 hectares preparados para o plantio e na esperança de chover no fim de semana. É preocupante porque estamos atrasados em relação ao ano passado", diz Roberto Palo, gerente da Fazenda Agropec, de propriedade de Antônio Olímpio Filho, no município de Juara.
 
O Circuito é realizado pela Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja), em parceria com o Imea e Embrapa, e consiste em rodadas técnicas nas maiores regiões produtoras de soja para fazer um raio X da safra 2015/16. Também é durante o evento que as equipes da associação entendem os anseios do produtor.
 
"Essas captações de informações in loco são fundamentais para depois, trabalharmos internamente na entidade visões e ações estratégicas para o próximo ano ou para os próximos anos. É também nesses momentos que nos aproximamos dos nossos associados e daqueles que se interessarem em se associar", diz Franciele Dal'Maso, analista de projetos da Aprosoja, líder de equipe 8 neste ano do Circuito Tecnológico e pelo sexto ano participando do evento. 
 
Uma outra fronteira -  Outro ponto possível de ter sido levantado durante esta edição do Circuito Tecnológico é que uma parte da Região Oeste, principalmente nos municípios de Brasnorte, Juara e Juína, é que a pecuária tem sido, aos poucos, substituída pelos grãos. Em boa parte dos casos, há a Integração Lavoura Pecuária (ILP). 
 
"Comecei o plantio de soja em 2014 pra melhora do pasto, mas também pra ter outra renda. É claro que é uma adaptação, mesmo porque a agricultura pede uma forma de planejamento diferente da pecuária. Aqui, quem é pecuarista tradicional não arrisca, mas assim como eu, outros tem buscado novas formas de recurso, agindo com cautela sempre", afirma Wagner Piccin, proprietário da Fazenda Nova Campinas. 
 
De origem paranaense, Piccin é pecuarista desde a década de 1980. No último ano plantou 300 hectares de soja. Para a safra 2015/16, o passo já foi um pouco além: quando a chuva aparecer, serão 405 hectares. "E se tudo correr bem, ano que vem vou ampliar a lavoura em 150 hectares, mas pretendo plantar arroz. O objetivo pro futuro é chegar ao máximo a 800 hectares de pecuária e 800 hectares de lavoura", planeja.
 
Para Celso Azoia, pecuarista há 30 anos em Mato Grosso e pelo primeiro ano abrindo a lavoura para receber a soja, a chegada do grão é um - bom - caminho sem volta. "Não só eu como outros diversos produtores daqui têm aberto a lavoura, seja para testar como para obter uma outra renda. É preciso planejamento para tal, uma vez que são negócios diferentes, mas vejo que as lavouras aqui nesses municípios são sim um caminho sem volta", afirma.
 
A analista Franciele Dal'Maso concorda com Azoia: quem estiver optando pela troca da pecuária pela lavoura ou pela integração precisa de planejamento e, claro, cautela. "Os riscos na pecuária são menores ou para quem está nela há muitos anos, como notamos na região Oeste, acaba tendo mais receio de arriscar. No caso da agricultura, é preciso investimento em maquinários, insumos e profissionais da área para atender o setor. Porém, com mais planejamento, o retorno pode também ser muito maior que da pecuária", explica.
 
O roteiro - O Circuito Tecnológico - Etapa Soja de 2015 deve percorrer cerca de 10 mil quilômetros. Na primeira semana, de 19 a 24 de outubro, serão feitos levantamentos nas regiões Norte e Oeste. Em seguida, de 26 a 30 de outubro, as equipes passam pelo Leste e Sul de Mato Grosso.
 
Além de entrevistar proprietários ou gerentes das fazendas visitadas, as equipes recolhem amostras de sementes e fertilizantes para serem analisados. Os resultados servem para banco de dados da Aprosoja e para os próprios produtores, que devem receber os resultados em novembro.

MT Agora - Assessoria

Mais Noticias

Novo Mercado Do Produtor

Novo Mercado do Produtor de Lucas do Rio Verde promete ser espaço para comércio e lazer familiar

Preocupante

Petrobras ameaça fechar fábricas de fertilizantes; pecuaristas e consumidores de MT serão prejudicados

Sanidade Animal

Registros de estabelecimentos avícolas chegam a 93,5% em MT

Financiamento

Câmara de Política Agrícola aprova R$ 200 milhões em projetos do FCO Rural

09/04/2018 -

Volume do agronegócio cresce 7,6% em 2017, eleva PIB nacional e ajuda no controle da inflação

Novamente, o ramo agrícola é que deu impulso para o PIB-volume, visto que registrou aumento de 9,2% em 2017.

09/04/2018 -

Exportações do agronegócio sobem 4,1% em março; saldo comercial é de R$ 7,79 bi

s dados foram divulgados pelo Ministério da Agricultura nesta segunda-feira (9).

05/04/2018 -

Ministério da Agricultura não se pronuncia diante de denúncias contra BRF em Mato Grosso

Na denúncia, além de fotos que mostram as condições em que a comida era enviada dos frigoríficos para o consumo interno, consta um dossiê sobre a precariedade da estrutura e equipamentos do refeitório de Lucas do Rio Verde

05/04/2018 -

Produção de carne em Mato Grosso é discutida com parlamentares europeus

O Estado é responsável por 25% de todas as fazendas do Brasil habilitadas a exportar carne para a União Europeia

23/03/2018 -

Conheça Werner Haroldo Kothrade, vencedor do mérito “O Semeador”

São mais 43 anos de suor e sacrifício em terras mato-grossenses, mas a caminhada foi de grandes realizações em meios às dificuldades

23/03/2018 -

Último dia do Show Safra tem agricultura familiar, discussão sobre o futuro do agro e lançamento do Plano Safra

Às 17h, no auditório da fundação acontece o debate e o lançamento do Plano Safra 2018/2019, com a presença do Ministério da Agricultura

23/03/2018 -

Acrismat liga alerta na suinocultura durante Show Safra

O que o setor já conseguiu foi a redução da alíquota de ICMS na comercialização estadual e interestadual de suínos vivos de 12% para 6%.

20/03/2018 -

Historiador debate cenário político e influências na cadeia do agro nesta quarta

Início às 19h, no auditório da Fundação Rio Verde, em Lucas do Rio Verde (MT)

20/03/2018 -

Avicultura, manejo e Marco Villa são destaques do segundo dia do Show Safra

Encerra o segundo dia do Show Safra, o historiador Marco Antônio Villa, da rádio CBN/Jovem Pan, com a palestra “As Explicações do Brasil”.

20/03/2018 -

Viabilidade da pecuária no médio norte de MT em destaque no Show Safra 2018

Em algumas fazendas essa realidade começa a mudar os números da pecuária do estado.

20/03/2018 -

ANTT publica plano de outorga para leilão de ferrovia

Parte da Ferrovia Norte-Sul no trecho Rio Verde-Santa Helena de Goiás

19/03/2018 -

Palestras técnicas abrangem controle de doenças, manejo e uso de biotecnologias

O Show Safra BR 163 será realizado de 20 a 23 de março, na Fundação Rio Verde, em Lucas do Rio Verde (MT).

19/03/2018 -

Embrapa leva opções para sistemas produtivos ao Show Safra BR 163

Serão expostas as novas forrageiras lançadas pela parceria entre a Embrapa e a Unipasto

16/03/2018 -

Projeto da ferrogrão entre Sinop e porto do Pará será apresentado durante Show Safra BR-163

Com aproximadamente 1 mil quilômetros, a ferrovia irá conectar os principais centros produtores do Centro-Oeste ao porto de Miritituba, no Pará.

16/03/2018 -

Debates, tecnologias e fortalecimento do agronegócio são no Show Safra BR163

Principal evento de negócios e vitrine de máquinas, equipamentos e novas tecnologias da região do médio-norte de Mato Grosso.

Disk Bem

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

Tempo Agora