Aftosa

Fim da vacina contra aftosa: E se o vírus voltar?

O Brasil está prestes a iniciar seu Programa Nacional de Erradicação de Febre Aftosa (PNEFA)

29 de Março de 2019 as 09h 25min

O Brasil está prestes a iniciar seu Programa Nacional de Erradicação de Febre Aftosa (PNEFA), que tem como estratégia principal a manutenção de “zonas livres da doença”, de acordo com as diretrizes estabelecidas pela Organização Mundial de Saúde Animal (OIE). A grande preocupação, no entanto, é a falta de uma definição para a formação e manutenção de um banco reserva de vacinas, no caso da volta da doença.

Atualmente o órgão responsável por toda a logística é a Central de Selagem de Vacinas (CSV), uma estrutura que exige investimento milionário de manutenção e que perderá seu objetivo na metade do ano. Isso porque, após a produção de 700 milhões de doses exigidas para a última rodada de vacinação contra aftosa no Brasil, as fábricas existentes serão simplesmente desativadas no próximo mês de agosto de 2019.

Na visão do vice-presidente executivo do Sindan (Sindicato Nacional da Indústria de Produtos para Saúde Animal), Emílio Carlos Salani, falta ainda clareza sobre como o País vai se preparar para uma eventual volta da doença. “Não é nada simples voltar a produzir e distribuir a vacina contra a aftosa. O Sindan, que hoje responde pelo CSV, não vai coordenar o Banco Regional de Antígenos/Vacinas contra a Febre Aftosa (Banvaco)”, alerta.

O dirigente entende o desejo dos produtores de acessar mercados considerados “nobres”, o que vai elevar em muito o preço da arroba da carne brasileira quando tiver o status de “livre de aftosa sem vacinação”. Salani questiona, porém, argumentos favoráveis à retirada da imunização.

“A desvantagem do reingresso da doença seria um caos para todo mundo. É muito importante que o pecuarista hoje se pergunte, pergunte para os colegas nas suas agremiações, nos órgãos que os representam, o seguinte: O que eu vou ganhar? As pessoas vêm colocando como benefício para o pecuarista deixar de gastar com a vacina. Ele gasta R$ 1,50 ou R$ 1,60 por dose, duas vezes ao ano”, explica. 

“Qual o benefício que eu terei? Qual é o benefício que eu vou acessar? Eu vou ter melhor estabilidade de preço? Eu vou ter o benefício de produzir um animal melhor e compartilhar o lucro? O benefício que me faz acessar mercados mais nobres na exportação? Então toda essa cadeia deveria estar conectada para que todos, hoje, quando fossem perguntados sobre os benefícios falassem assim: olha só, eu não vou correr risco, eu vou ter que fazer a lição de casa, eu sei que eu vou me beneficiar de não gastar com a vacina, mas eu vou aportar esse recurso, eu vou fazer esse trabalho, eu vou ter essa atenção, para eu evitar o reingresso da doença”, ressalta.

De acordo com ele, o pecuarista precisa ter bem claro que terá de seguir manejando o rebanho para vacinar contra outras enfermidades, como por exemplo a raiva e clostrídio. “As fêmeas contra brucelose, e até para o seu rebanho não perder produtividade, pelo seu programa de aplicação de endectocidas, parasiticidas, mosquicidas, bernicidas e tônico energético. Então não pode deixar o pecuarista na ilusão, ele não pode ter a ilusão de que ele não vai mais movimentar o seu rebanho”, conclui.


Fonte: Leonardo Gottems | AgroLink

COMENTARIOS

Mais de Agronegócios

Reconhecimento

Produtores de Lucas de Rio Verde recebem reconhecimento internacional

Produtores sediados em Lucas de Rio Verde, no Mato Grosso, receberam pelo terceiro ano consecutivo reconhecimento internacional concedido pela ONG Humane Farm Animal Care

16 de Julho de 2019 as 14h50

Parceria

MT se une à ONU para atender 121 famílias do ''Vale do Mangaval''

O ''Vale do Mangaval'' foi selecionado para a execução do projeto que avaliará a aplicação de uma nova metodologia voltada à regularização ambiental.

13 de Julho de 2019 as 22h29

Anulação De Patente

Produtores de algodão do Mato Grosso pedem anulação de patente da Bayer

Argumento é semelhante ao usado para pedir cancelamento de direitos de patente da semente de soja também da antiga Monsanto.

12 de Julho de 2019 as 21h02

Safra Recorde

Safra recorde de grãos deve chegar a 240,7 milhões de toneladas, diz Conab

Previsão de crescimento na produção é de 5,7%

11 de Julho de 2019 as 11h01

Brasil Mais Cooperativo

Brasil Mais Cooperativo vai levar assistência especializada a cooperativas rurais

Iniciativa do Ministério da Agricultura também busca aumentar o acesso do setor

10 de Julho de 2019 as 22h02

Plano Safra

BNDES disponibiliza R$ 23 bilhões para Plano Safra 2019/2020

O total supera em R$ 700 milhões o valor destinado ao setor pelo banco no ano passado, e objetiva o financiamento de investimentos e custeio da produção agropecuária brasileira.

10 de Julho de 2019 as 20h41

Plano Safra

Banco do Brasil aumenta em 20% recursos do Plano Safra 2019/2020

''Grande parte do que se coloca na mesa do brasileiro é feita pelos pequenos produtores, todos com recursos do Plano Safra'', afirma Tereza Cristina.

10 de Julho de 2019 as 19h45

Acordo Internacional

Brasil adapta normas sobre gado para exigências do acordo UE-Mercosul

Normas visam facilitar comércio de animais vivos e outras mercadorias

08 de Julho de 2019 as 22h49

Depois De Fiscalização

Ministério da Agricultura proíbe venda de seis marcas de azeite

A decisão foi tomada após equipes de fiscalização encontrarem produtos fraudados ou impróprios para o consumo.

08 de Julho de 2019 as 21h04

Carne Bovina

MT exportou 141 mil toneladas de carne bovina nos seis primeiros meses do ano

São mais de R$ 2 bilhões provenientes da exportação de carne bovina em seis meses.

07 de Julho de 2019 as 00h29

Regulações

EUA, Brasil e outros 14 países criticam regulações da UE a produtos agrícolas na OMC

Países pediram que a União Europeia reavalie sua abordagem às aprovações de produtos e utilize métodos aceitos internacionalmente.

06 de Julho de 2019 as 23h05

Cooperativas

Ministério da Agricultura anuncia medidas de estímulo a cooperativas

Objetivo é melhorar as condições de venda da produção dos associados.

04 de Julho de 2019 as 22h49

Funrural

Novo texto da Previdência também acaba com a possibilidade de eliminar o passivo do Funrural, admite Jeronimo Goergen

Relatório da Previdência acaba com a isenção sobre as exportações agropecuárias, alerta o deputado PP do RS

03 de Julho de 2019 as 14h21

Nota Eletrônica

Produtores rurais terão que se adequar, Nota Fiscal Eletrônica (NF-e) será obrigatória

Mesmo diante da solicitação dos sindicatos a data prevista está mantida sem previsão de novas prorrogações

25 de Junho de 2019 as 06h48

Vazio Sanitário Da Soja

Vazio Sanitário da soja começa amanhã em Mato Grosso

Indea deve iniciar fiscalizações nas áreas produtoras

14 de Junho de 2019 as 21h33

Guia MT

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

Enquete

veja +

COTAÇÃO