Denúncia

Ministério da Agricultura não se pronuncia diante de denúncias contra BRF em Mato Grosso

Na denúncia, além de fotos que mostram as condições em que a comida era enviada dos frigoríficos para o consumo interno, consta um dossiê sobre a precariedade da estrutura e equipamentos do refeitório de Lucas do Rio Verde

05 de Abril de 2018 as 18h 05min

A NVM Comércio de Refeições Ltda. protocolizou, no dia 14 de março deste ano, um pedido de providências junto ao Ministério da Agricultura, Pecuária e do Abastecimento (Mapa), contendo denúncias de uma série de irregularidades envolvendo a empresa BRF S/A em Mato Grosso.

Contudo, até esta quarta-feira (04), o Mapa não se pronunciou sobre as denúncias encaminhadas pela empresa – que entre 2014 e 2016 foi a terceirizada para tocar os refeitórios das plantas da BRF em Lucas do Rio Verde e Nova Mutum, em Mato Grosso.

Procurada, a assessoria de imprensa do Mapa ironizou o teor das denúncias e as classificou como “demanda interna” e “ação trabalhista”. Porém, ao tomar conhecimento da gravidade das denúncias, em um segundo contato, a assessoria então informou que o pedido de providências havia chegado à corregedoria somente nesta terça (03).

Ocorre que segundo dados que constam em uma ação em trâmite na 1ª Vara de Lucas do Rio Verde, já amplamente divulgados na imprensa estadual, a BRF encaminhou produtos em embalagens sem nenhuma identificação de origem ou prazos de validade, comidas com embalagens violadas e, até mesmo, frango podre, para a produção de refeições aos quase cinco mil colaboradores da planta de Lucas do Rio Verde – considerada a maior BRF de Mato Grosso.

Na denúncia, além de fotos que mostram as condições em que a comida era enviada dos frigoríficos para o consumo interno, consta um dossiê sobre a precariedade da estrutura e equipamentos do refeitório de Lucas do Rio Verde – que foi enviado ainda em 2016, ao então diretor da BRF, André Luís Baldissera, preso na primeira fase da Operação Carne Fraca. Tal documento resultou em ações judiciais, então protocoladas na Justiça.

Conforme explica o advogado Alex Cardoso, responsável pela ação da NVM Comércio de Refeições Ltda., o alerta e pedido de providências foi entregue ao Ministério da Agricultura, tendo em vista a evidente preocupação e ações do Governo Federal, por meio do órgão, à partir da deflagração da Operação Carne Fraca em março de 2017 – que resultou na adoção de posturas fiscalizadoras e outras medidas severas para controle da qualidade e segurança nos frigoríficos pelo país.

“Temos confiança na postura do Ministério de Agricultura. No entanto, pouco se viu – ou quase nada – sobre medidas adotadas pelo órgão acerca dos frigoríficos em operação em Mato Grosso, o que foi evidenciado nos autos da ação anexada. Sem prejuízos de investigações a serem instauradas em outras esferas, o problema em nosso Estado pode não ser diferente do que ocorreu em todo o país. Talvez, ainda maior”, destaca.

Alex complementa que a adoção de providências do Ministério de Agricultura se torna necessária para a garantia do interesse público. “Especialmente, em relação aos aspectos acerca do controle de qualidade e segurança interna nos frigoríficos em Mato Grosso. Mas, até o momento não obtivemos nenhum retorno por parte do Ministério. Inclusive, a empresa está na mais absoluta disposição para os esclarecimentos eventualmente necessários”, ressalta.

Ao todo, 06 (seis) ações judiciais estão em trâmite no Estado envolvendo a estranha forma de ruptura da relação existente pela BRF com sua prestadora de serviços. Nelas, também constam denúncias sobre o descarte irregular de resíduos sólidos [fora da área adequada para expurgo] e atendimento diferenciado do serviço de alimentação [como coffee-breaks especiais] aos fiscais do Serviço de Inspeção Federal, conhecido mundialmente pela sigla S.I.F., entre outros.

O outro lado

Através da assessoria de imprensa, a BRF assegura que todos os alimentos oferecidos aos seus colaboradores são próprios para consumo e reitera seu compromisso com a qualidade e segurança alimentar.


MT Agora - Expresso MT | Assessoria

COMENTARIOS

Mais de Agronegócios

Regularização

Reuniões esclarecem moradores sobre Programa de Regularização Fundiária em Nova Mutum

A expectativa da Prefeitura é que todo processo seja concluído em 12 meses.

15 de Maio de 2019 as 10h22

Agricultura Familiar

Agricultura Familiar de Nova Mutum terá assessoria de Laboratório para Análise de Solo

Essa ação visa prestar serviços de assessoria aos pequenos produtores que comercializam nos mercados

15 de Maio de 2019 as 10h16

Taxação

Produtores de MT protestam contra taxação do milho e cobram aplicação do Fethab em estradas

Cartas de reivindicação serão entregues na ALMT e no Palácio Paiaguás.

15 de Maio de 2019 as 09h56

Agricultura

Produção de milho impulsiona Safra 2018/2019, que deve alcançar 236,7 milhões de toneladas

Resultado se aproxima do recorde histórico alcançado em 2016/2017

13 de Maio de 2019 as 20h26

Agricultura Familiar

Publicada lista de produtos com bônus em maio para Garantia de Preços para a Agricultura Familiar

Onze produtos tiveram preço de mercado abaixo e terão descontos na amortização ou liquidação do Pronaf

13 de Maio de 2019 as 20h23

Segurança no Campo

Fazendeiros de MT apoiam decreto pró-armas de Bolsonaro

Produtores afirmam que invasões de propriedades chegaram a um nível inaceitável

13 de Maio de 2019 as 10h04

Etanol

MT é responsável por 74,6% da produção de etanol de milho do país

Estado produziu 590,9 milhões de litros do biocombustível na safra 2018/2019. Atualmente, só se produz etanol de milho em MT, GO e PR.

08 de Maio de 2019 as 10h11

Vacina Febre Aftosa

Mais de 586 mil animais devem ser vacinados contra aftosa na regional do INDEA de Lucas do Rio Verde

A regional do INDEA com sede no município de Lucas do Rio Verde-MT estima vacinar 586.200 animais, distribuídos em 3.354 propriedades rurais.

29 de Abril de 2019 as 15h54

Alta Tecnologia

'Ferrari dos tratores' chega ao Brasil em investimento de R$ 150 milhões

Grupo AGCO traz ao país a marca alemã Fendt, de máquinas agrícolas de alta tecnologia.

24 de Abril de 2019 as 09h17

Segunda Safra

Produtores investem em crotalária na segunda safra para aumentar produtividade de soja

Planta prepara o solo para o cultivo da soja, aumenta a quantidade de nutrientes e reduz a população nematóides.

19 de Abril de 2019 as 18h28

Previsão

Produção de girassol em MT deve ter queda de quase 30% em relação à safra anterior, estima Conab

Previsão é que o estado, maior produtor de girassol do país, produza 72 mil toneladas do produto. No ano passado, por outro lado, a produção foi de 120 mil toneladas.

07 de Abril de 2019 as 15h42

Agronegócio

MP 867/18: Selma Arruda e Sérgio Souza apresentam Plano de Trabalho

é preciso garantir segurança jurídica aos produtores rurais que desejam estar inseridos no PRA com vistas à regularidade ambiental

03 de Abril de 2019 as 21h05

Show Safra BR 163

Mulheres e agronegócio: Uma entrevista com quem conhece a evolução das mulheres em uma das áreas mais promissoras da economia nacional

A supervisora de Experiência do Cliente para John Deere Brasil, Maria Cândida de Melo, esteve no Show Safra BR 163 e batemos um papo com ela sobre a presença da mulher em lugar de destaque no agronegócio.

29 de Março de 2019 as 22h18

Show Safra BR 163

Produtores mostram que é possível fazer manejo integrado durante o Show Safra em Lucas do Rio Verde

Ao fim da safra, com menor número de pulverizações de inseticidas, foi possível colher as mesmas 65,5 sacas que em outro talhão com a mesma cultivar de soja, porém com uma economia de R$ 97 por hectare.

29 de Março de 2019 as 22h14

Sindicado Rural

Antônio Lira é empossado presidente do Sindicato Rural em Lucas do Rio Verde

O Sindicato Rural de Lucas do Rio Verde é considerado um dos mais fortes no Estado. O município está entre os principais produtores e exportadores de soja e milho em Mato Grosso.

29 de Março de 2019 as 22h10

Guia MT

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

Enquete

Você acha que Bolsonaro está certo ao contingenciar verbas das Universidades federais?

Sim

Não

Não sei

Parcial
veja +

COTAÇÃO