Pecuária sustenta o desempenho do agronegócio

Projeções apontam que a atividade econômica representará a maior fatia do PIB do agronegócio mineiro.

24/10/2015 - 17:09:03

   

Após um primeiro trimestre de bons resultados, o agronegócio acabou sentindo os reflexos da instabilidade econômica no acumulado do semestre. Segundo dados do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea) da Universidade de São Paulo (USP), o Produto Interno Bruto (PIB) do setor registrou uma retração de 0,15%, em comparação com os dados do mesmo período de 2014, somando R$ 1,225 trilhão. Apesar de fazer parte do segmento, a pecuária não seguiu essa tendência e cresceu 0,53%, mantendo expectativas positivas para o fim do ano.

O levantamento apontou que o resultado adverso do agronegócio foi influenciado pela queda de 0,47% da atividade agrícola, influenciada, principalmente, pela deterioração dos preços agrícolas no mercado externo.

Já os resultados da atividade pecuária, foram alavancados pelo bom desempenho das exportações de carne bovina e o crescimento das vendas de carne suína, ovos e produtos lácteos.

Responsável pelo segundo maior rebanho bovino do Brasil e líder absoluto na captação e produção leiteira, o Estado de Minas Gerais deve se beneficiar com os bons resultados da agropecuária. Uma projeção realizada pelo Cepea, em parceria com a Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Minas Gerais (Faemg), aponta que o PIB do agronegócio mineiro deve crescer 0,89% em 2015, superando a marca de R$ 163 bilhões. Desse resultado, 53,53%, ou seja, R$ 88,625 bilhões, serão referentes à atividade pecuária, enquanto 46,47%, ou R$ 74,867 bilhões, advindos da agricultura.

Profissionalização pode potencializar resultados

O momento vivido pela economia brasileira tem forçado algumas organizações a reverem suas formas de produção e gestão. A profissionalização das empresas rurais tem sido apontada como uma oportunidade para tornar o negócio mais rentável e sustentável, contribuindo, assim, para os resultados do setor. “As fazendas estão tomando consciência do potencial econômico de suas atividades e buscado, cada vez mais, formas de aprimorar sua produção e seus ganhos financeiros”, afirma Bernardo Reis, diretor da Prodap, empresa especializada no desenvolvimento de soluções que combinam gestão, nutrição e softwares para o agronegócio.

A empresa atende cerca de 300 clientes de diferentes portes em todo o país, como fazendas, fábricas de ração, cooperativas e laticínios. E tem acompanhado vários cases de propriedades rurais que transformaram a realidade do negócio por meio de um planejamento para a profissionalização. “Temos clientes, nas cadeias de carne e leite, que deram saltos significativos na gestão do rebanho e na rentabilidade de sua produção, a partir da tomada de decisões assertivas e conscientes, baseadas nas diretrizes de um planejamento estratégico”, conta Reis.

Entre os cases de sucesso, está a fazenda Buritis, localizada na cidade de Itapirapuã, em Goiás. Especializada na atividade de pecuária de corte, a propriedade conta com os serviços da empresa há nove anos e emprega a Solução Total Prodap – conjunto de estratégia que combina consultoria, software de gestão e programas nutricionais vinculados às metas financeiras. “Nós havíamos intensificado a pecuária na fazenda e saímos de um desfrute de 35% do rebanho, para 100%. Este crescimento impactou todo o processo de gestão do negócio e precisamos buscar um suporte de gestão e nutrição, que mantivesse todos os esforços alinhados para um mesmo objetivo”, comenta Rodrigo Albuquerque, médico veterinário da fazenda Buritis.

Para Albuquerque, o processo de profissionalização do negócio é vital, mas demanda outros investimentos, como o desenvolvimento de mão de obra especializada. “A partir do momento que você resolve intensificar as atividades, aumenta o número de animais abatidos, o giro da propriedade e, proporcionalmente, os volumes financeiros. Por isso, é preciso se preparar para esta mudança, pois o fato de não ser profissional na condução do negócio, em questão financeira e zootécnica, representa um alto risco”, avalia.

MT Agora - Portal Do Agronegócio

Mais Noticias

Safra

Produção amplia e MT deve produzir 66,3% do algodão colhido no país em 2018, diz IBGE

Quitação de Débitos

Indea participa do Mutirão Fiscal do Governo do Estado

Pesquisa

Restauro em áreas degradadas é iniciado em propriedades de Sorriso

Comitiva Japonesa

Comitiva do Japão vem a Sorriso para conhecer potencialidades do agronegócio

08/12/2017 -

Lucas: Prefeitura entrega 10 pasteurizadores lentos à agricultores familiares

Os equipamentos foram repassados à produtores cadastrados no Selo de Origem Municipal

01/12/2017 -

94 mil hectares de soja precisaram de replantio em MT

A falta de chuvas regulares inibiu o começo da semeadura e, entre os que arriscaram,

28/11/2017 -

Chineses discutem investimentos em Mato Grosso com produtores e prefeitos

A reunião foi realizada no Palácio Paiaguás como resultado da visita do governador Pedro Taques feita recentemente ao país, para estreitar os laços comerciais e discutir novas propostas de negócios no Mato Grosso Investment Fórum.

28/11/2017 -

Lucas: Em audiência, produtores pedem agilidade na implementação de sistema de inspeção da agroindústria familiar

Produtores rurais que participaram nesta manhã (28) em Lucas do Rio Verde, de uma audiência pública proposta pela Empaer. O encontro, que reúne também representantes de sindicatos, cooperativas e associações, da Câmara e Prefeitura.

20/11/2017 -

Rússia anuncia restrições temporárias à carne suína e bovina do Brasil

Motivo foi a detecção na carne exportada de substâncias para o crescimento da massa muscular dos animais.

16/11/2017 -

Fundador da Fiagril está entre os 100 nomes mais influentes do agronegócio brasileiro

A Fiagril foi fundada em 1987 e desde então não parou de crescer e de ampliar seus negócios.

13/11/2017 -

Agronegócio segura PIB, mas reduz postos de trabalho, aponta Cepea

O agronegócio representa cerca de 20% do total de pessoas ocupadas no Brasil.

13/11/2017 -

Exportações de carne bovina crescem em MT

Com a evolução nas vendas externas, a receita comercial aumentou 26,7%.

13/11/2017 -

Censo Agro 2017 em Lucas do Rio Verde

Em Mato Grosso serão visitadas de 130 a 150 mil propriedades e em Lucas do Rio Verde o número passa de 370.

10/11/2017 -

Segunda usina de etanol de milho prevista para ser construída em MT deve gerar mais de 3 mil empregos

Projetada para moer um milhão de toneladas de milho por ano, usina será construída em Sinop. Obra que deve custar R$ 500 milhões está prevista para começar em janeiro de 2018.

06/11/2017 -

Grupo chinês irá investir R$ 1,5 bi na construção de silos em Mato Grosso

Conforme dados da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), há um déficit de cerca de 50 milhões de toneladas. No Estado, o déficit é de aproximadamente 19 milhões de toneladas.

06/11/2017 -

Mato Grosso terá maior usina de etanol de milho do Brasil

Com investimento de R$ 500 milhões, a usina de Sinop foi projetada para moer 1 milhão de toneladas de milho por ano.

24/10/2017 -

Plantio de soja está atrasado devido à falta de chuvas em MT

Durante o mesmo período na safra anterior, o plantio já estava em 42% e agora apenas 26% da área prevista foi plantada. Fazendeiros utilizam a palha de milho para a retenção de água no solo.

22/10/2017 -

IBGE inicia pesquisas para Censo Agro 2017

O Censo Agropecuário fará a coleta dos dados até fevereiro de 2018, adotando-se como referência o período de 1º de outubro de 2016 a 30 de setembro de 2017

17/10/2017 -

MT exporta 500 mil toneladas de soja e caminha para recorde no ano

Em setembro as exportações mato-grossenses da soja em grão registraram no acumulado mensal 500 mil toneladas escoadas, exibindo recuo de 42,67% em relação ao mês de agosto

Disk Bem

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

Tempo Agora