Agronegócios

Restauro em áreas degradadas é iniciado em propriedades de Sorriso

Outras cidades da região Norte também estão na lista

Pesquisa | 08 de Dezembro de 2017 as 18h 07min
MT Agora - Portal De Sorriso

Equipes técnicas da Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja) estão na região Norte realizando a implantação de unidades demonstrativas de restauro de áreas degradadas, fruto do projeto piloto entre a Iniciativa para Comércio Sustentável (IDH) e a Aprosoja, por meio do programa Soja Plus.

Participam os supervisores de projetos Eliandro Zaffari, Lara Souza e Lucas Tibola, os pesquisadores da Embrapa Ingo Isernhagen e Diego Barbosa, e o assistente de Marketing, Marcos Guimarães.

Os supervisores de projetos da entidade e pesquisadores da Embrapa Agrossilvipastoril estarão até o dia 13 deste mês em Sorriso, Sinop e Tapurah. “Elencamos áreas de 1,5 hectare a 2,5 hectare de cada propriedade para fazer este restauro. Os técnicos plantarão mudas nestas propriedades que serão modelo e sediarão dias de campo ao final do projeto, daqui a três anos”, explica Cristiane Sassagima, gerente de Pesquisa e Gestão de Propriedades da Aprosoja.

Nestes dias de campo, os técnicos, pesquisadores e produtores rurais poderão falar sobre a metodologia utilizada no projeto, as dificuldades e pontos positivos vistos durante estes anos.

O projeto - Com o nome “Melhoria Contínua para uma Área de Abastecimento Sustentável”, o projeto piloto tem a meta de, em até dois anos, ampliar a abrangência do Soja Plus para 200 novas propriedades de agricultores. O aporte financeiro da IDH será de 600 mil euros neste período e, no primeiro momento, o foco será no auxílio para recuperação de áreas de preservação permanente degradada (APPD) e na valorização dos ativos ambientais das propriedades.

COMENTARIOS

Disk Bem

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

TEMPO AGORA

Hoje, Terça Feira

Lucas do Rio Verde, MT

Tempo nublado

24º

COTAÇÃO