Números

Vacinação contra a febre aftosa alcança 99,62% do rebanho mato-grossense

Os números divulgados nessa quarta-feira pelo Indea-MT mostram que das 30.230.624 de cabeças 30.116.239 foram vacinadas, o que corresponde 99,62% do rebanho..

20 de Janeiro de 2017 as 01h 12min

Quase 100% do rebanho de bovinos e bubalinos de Mato Grosso foi vacinado durante a segunda etapa de vacinação contra a febre aftosa, realizada em novembro de 2016. Os números divulgados nessa quarta-feira (18/01) pelo Instituto de Defesa Agropecuária de Mato Grosso (Indea-MT) mostram que das 30.230.624 de cabeças 30.116.239 foram vacinadas, o que corresponde 99,62% do rebanho. Representantes da Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso (Famato) participaram da coletiva de imprensa em que foram apresentados os dados.

Nessa etapa, a vacinação na faixa do estado que faz fronteira com a Bolívia foi acompanhada por 22 equipes do Indea-MT. Ao todo 900 propriedades foram visitadas, totalizando quase 600 mil cabeças com vacinação assistida. Esse trabalho visa a redução do risco de introdução e/ou instalação de doenças exóticas ou erradicadas do território mato-grossense.

A ação contou com o aporte de mais de R$ 500 mil do Fundo Emergencial de Saúde Animal do Estado de Mato Grosso (Fesa-MT), que é custeado pelo produtor rural de Mato Grosso. Com o valor disponibilizado pelo Fesa-MT foi possível fazer a reposição dos kits de vacinação, contratar médicos veterinários e agentes fiscais, além de alugar veículos para realização do trabalho. Parte do valor também foi destinado à vigilância e fiscalização da vacinação em aldeias indígenas.

“Desde 2005 as etapas têm alcançado índices de vacinação superiores a 99%. Isso com certeza é fruto do trabalho em conjunto realizado pelo Indea, que faz a educação sanitária e a fiscalização, e da conscientização do produtor rural que reconhece a importância da vacina”, afirma o diretor Administrativo e Financeiro da Famato, Vilmondes Tomain.

Na última etapa também houve avanço no número de propriedades que tiveram o rebanho vacinado. “Apenas 2% das propriedades rurais de Mato Grosso não comunicaram a vacinação ao Indea. Essas propriedades serão visitadas e fiscalizadas nos próximos meses”, conta presidente do Indea-MT, Guilherme Nolasco.

Inversão – A partir deste ano a vacinação nos municípios de Mato Grosso, com exceção da região do Pantanal, será invertida. Na etapa de maio será realizada a vacinação de bovinos em todas as faixas etárias, de mamando a caducando e em novembro serão vacinados os rebanhos de 0 a 24 meses.

MT Agora - Assessoria

COMENTARIOS

Guia MT

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

COTAÇÃO