Vazio sanitário da soja começa em MT e segue até o dia 15 de setembro

Durante 90 dias, produtores não podem manter pés de soja vivos para evitar ferrugem asiática. Em caso de descumprimento, eles podem ser multados pelo Indea.

25/06/2018 - 22:54:46

   

Vazio sanitário da soja segue até o dia 15 de setembro (Foto: TVCA/Reprodução)

Teve início em Mato Grosso o vazio sanitário da soja, período de 90 dias em que plantas vivas não podem ficar nas áreas de cultivo. A medida visa evitar a ferrugem asiática, que já causou grandes prejuízos no passado, e deve durar até o dia 15 de setembro.

Em Santa Carmem, a 493 km de Cuiabá, o produtor Ilson Redivo amargou prejuízos na safra de 2004/2005 com a ferrugem asiática, uma vez que não era habitual o uso de fungicidas para o controle na fazenda dele, que tem área total de 1.570 hectares.

No entanto, ele contou que o problema não se repetiu na fazenda após a intensificação dos cuidados. Além disso, o período de vazio sanitário, instituído em 2006, reforçou a necessidade de eliminar qualquer planta viva de soja na entressafra, o que diminui a presença do fungo causador da doença.

O vazio sanitário vai até o dia 15 de setembro. em caso de descumprimento, os produtores podem ser penalizados pelo Instituto de Defesa Agropecuária (Indea), segundo o engenheiro agrônomo da instituição, Luiz Fernando Fritsch.

"É feita uma multa pela situação de encontrar soja guaxa durante o período do vazio sanitário, que é de 30 UPF, acrescido a esse valor mais dois UPFs por hectare de soja guaxa encontrado", disse.

Em Mato Grosso, o valor atual da UPF é de R$ 132,08.

Durante a fiscalização do Indea, 60% das propriedades são visitadas. Em caso de descumprimento da determinação, além de ser multado, o produtor continua obrigado a eliminar as plantas

"É feita a notificação pro produtor fazer essa destruição.O prazo vai ser relativo ao tamanho da área que ele vai ter que destruir. Os técnicos é quem fazem um estudo e a melhor interpretação da situação para poder dar esse prazo", explicou o engenheiro do Indea.

De acordo com o Indea, mesmo sem lavoura, o proprietário tem que aplicar fungicidas. Apesar de haver o plantio do milho safrinha e o controle de folhas largas, a orientação é não descuidar.

MT Agora - G1 MT

Mais Noticias

Algodão

Preço estimula aumento de plantio do algodão em Sorriso

Estimativa Em 5 Anos

Produtores de milho de MT querem aumentar produção de etanol de milho para 3,5 bilhões em 5 anos

Dados

Abate de bovinos cresce 37,5% em MT; resultado é o melhor em 10 meses, diz Indea

Dados

Instituto aponta queda de 57% nas exportações de carne bovina em MT

11/07/2018 -

Mato Grosso é o estado com a maior frota de aeronaves agrícolas do país

Ao todo, o estado tem 464 aviões cadastrados. O número de aviões no estado corresponde a quase 20% do total usado no país.

04/07/2018 -

Banco do Brasil destina R$ 103 bilhões para crédito agrícola

O valor é 21% maior do que o total desembolsado na safra 2017/2018, cerca de R$ 85 bilhões.

04/07/2018 -

Governo de MT lança programa de fomento a hortas nas escolas

O Pró-Hortas Escolares foi lançado nesta terça-feira (03.07), no Palácio Paiaguás, em Cuiabá.

04/07/2018 -

Governo de MT inaugura Laboratório de Sanidade Vegetal e Arquivo Central do Indea

As obras foram realizadas por meio de termo de cooperação com o Fundo Mato-grossense de Apoio à Cultura da Semente (Fase), e dão continuidade ao sonho de tornar o Complexo do Planalto, em um centro tecnológico da Defesa Agropecuária em Mato Grosso.

03/07/2018 -

OCDE e FAO: produção agrícola mundial deve crescer 20% em dez anos

O aumento será ainda maior nas regiões em desenvolvimento, como a África Subsaariana, Ásia Meridional e Oriental, Meio Oriente e Norte da África. Movimento oposto deve ocorrer nos países desenvolvidos.

30/06/2018 -

Sorriso: 20% da safra de milho foram colhidas até agora

A expectativa dos produtores é encerrar a colheita dentro dos próximos 15 dias.

30/06/2018 -

Custo da produção de algodão em Mato Grosso sobe 0,82%

Tal variação se deve, principalmente, à valorização do dólar no último mês, que influenciou no aumento dos custos com os defensivos e fertilizantes.

30/06/2018 -

Ministério da Agricultura diz que o projeto sobre agrotóxicos não aumenta risco à saúde

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento divulgou nota, nesta quinta-feira (28), apontando que há muita preocupação em relação ao uso de substâncias químicas.

21/06/2018 -

Mato Grosso mais perto do fim da vacinação da Febre Aftosa

A previsão é que até maio de 2021 seja feita a última campanha de vacinação contra a febre aftosa no Brasil, conforme o cronograma do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).

17/06/2018 -

MT abate 89 mil cabeças de gado a mais no 1º trimestre de 2018 e lidera produção no país

Segundo o IBGE, o estado lidera a produção nacional com 15,6% do que é produzido no país. Ao todo, 7,72 milhões de cabeças de gado nos três primeiros meses de 2018.

15/06/2018 -

Mais de 6 mil propriedades serão fiscalizadas durante vazio sanitário da soja

De 15 de junho a 15 de setembro não poderá haver plantas vivas de soja cultivadas ou guaxas, tanto em áreas de cultivo quanto às margens das rodovias.

13/06/2018 -

MT deve colher mais de 25% da produção de grãos, cereais e oleaginosas do país na safra 2018, estima IBGE

Ao todo, Mato Grosso deve produzir 25,9% da produção nacional. Na estimativa do IBGE, o estado deve ser o maior produtor de algodão herbáceo (em caroço) do país.

12/06/2018 -

IBGE reduz para 228,1 milhões de toneladas previsão de safra de grãos

A estimativa do Levantamento Sistemático da Produção Agrícola, feita em maio, é 0,8% inferior (ou 1,9 milhão de toneladas) na comparação com a de abril.

12/06/2018 -

Agricultores antecipam compra de calcário para aplicar na próxima safra de soja em MT e aumentar a produtividade

Calcário aumenta os níveis de magnésio e cálcio nas plantas. Expectativa de crescimento nas vendas é de 8%, em relação a 2017.

12/06/2018 -

Aplicação de calcário nas lavouras aumenta a produção de grãos, diz pesquisa feita por alunos da UFMT

Professor que coordenou a pesquisa afirma que a ampliação em duas vezes da dose tradicionalmente aplicada por hectare rendeu em média 10 sacas a mais por ano.

Disk Bem

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

Tempo Agora