Nacional

Exame para identificar Zika vírus é comercializado no país

Produto foi testado em cerca de 3.200 mulheres no Brasil

Fonte: Flávia Albuquerque - Repórter da Agência B
15 de Outubro de 2019 as 15h 20min

Sumaia Villela/Agência Brasil

  Um exame sorológico capaz de identificar a contaminação por Zika vírus mesmo depois da infecção por dengue começou a ser comercializado no país. Os kits são voltados principalmente para mulheres em idade fértil e para estudos epidemiológicos que pretendam determinar pessoas que já tenham sido expostas ao vírus.Essa era uma das principais demandas após a epidemia de Zika no Brasil, entre 2015 e 2016.

  O teste é resultado de uma pesquisa iniciada há dois anos por um grupo de pesquisadores do Instituto de Ciências Biomédicas da Universidade de São Paulo. O estudo foi apoiado pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo e teve o pedido de patente licenciado pela empresa AdvaGen Biotec e recentemente aprovada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária para uso comercial. O produto foi testado em cerca de 3.200 mulheres no Brasil.

  O exame detecta a presença de anticorpo específico do Zika vírus produzido pelo organismo depois de 15 a 20 dias, após o indivíduo ser infectado. Entretanto, como os vírus da Zika e da dengue são muito parecidos, os testes disponíveis no mercado acabam por confundir com resultando em falso positivo ou negativo, dificultando ou impedindo o diagnóstico preciso em áreas endêmicas para a dengue. O teste possui 95% de especificidade para Zika, enquanto os outros do mercado possuem até 75%.

  “Esse anticorpo dá proteção para o resto da vida e é muito difícil achar uma proteína que seja específica para o Zika. Mas achamos um local na proteína, que chamamos de Delta NS1, e que não dá reação cruzada com a dengue”, explicou um dos pesquisadores, o especialista em virologia Edison Luiz Durigon.

  Segundo o pesquisador, o kit facilitará o acompanhamento de gestantes que farão o exame a cada três meses para prevenir a microcefalia em bebês. Caso a mulher seja infectada só no período final da gestação, o bebê corre o risco de desenvolver problemas neurológicos.

  “Se a gestante tiver Zika o teste acusará. E aí muda-se a conduta médica, com a possibilidade de acompanhar essa criança para que ela seja conduzida a um padrão normal na infância e adolescência”, disse.

  O exame é baseado no método Elisa e também será útil para estudar a prevalência do vírus porque a maioria das pessoas infectadas não apresentam sintomas, assim a mulher pode ter o vírus sem saber e passar para o feto. Dessa forma, algumas crianças podem nascer sem microcefalia, mas podem ter lesões invisíveis no cérebro em um primeiro momento, podendo desenvolver problemas cognitivos severos.

  “O exame deve ser feito em laboratório e fica pronto em três horas e meia. É um teste que qualquer laboratório clínico está equipado para fazer. Esse foi um cuidado nosso”, explicou o especialista.


COMENTARIOS

Mais de Brasil

São Paulo

Governo de São Paulo suspende aulas em 37 escolas, devido a chuvas

Em uma hora, pontos de alagamento passam de 62 para 85

10 de Fevereiro de 2020 as 14h09

Coronavírus

Bolsonaro sanciona lei para enfrentamento do novo coronavírus

Nova lei prevê medidas de isolamento e quarentena

07 de Fevereiro de 2020 as 10h41

Coronavírus

Fiocruz recebe material genético para apurar teste de coronavírus

As amostras vieram de Berlim trazidas pela OPAS

30 de Janeiro de 2020 as 15h32

Após atingir nota para cursar Medicina, potiguar de 17 anos consegue decisão judicial para concluir ensino médio

29 de Janeiro de 2020 as 13h00

Coronavírus

Ministro confirma primeiro caso suspeito de coronavírus no Brasil

Estudante de 22 anos está em observação em hospital de Belo Horizonte

28 de Janeiro de 2020 as 14h30

INSCRIÇÕES

MEC suspende inscrições no Prouni, mas libera consulta de bolsas no site

Ministério segue decisão do Tribunal Regional Federal da 3ª Região, que suspendeu divulgação dos resultados do Sisu

28 de Janeiro de 2020 as 14h25

Situação de Emergência

Mais de 100 cidades estão em situação de emergência após chuvas em MG, diz Defesa Civil

Segundo o coordenador adjunto do órgão, decreto será publicado na manhã desta segunda (27).

27 de Janeiro de 2020 as 07h01

Minas Gerais

Sobe para 12 o número de mortes causadas pelas chuvas em Minas Gerais

Há 16 pessoas desaparecidas, 2.554 desalojadas e 751 desabrigadas

25 de Janeiro de 2020 as 14h28

Transparência Pública

CGU poderá acessar dados protegidos por sigilo fiscal

Decreto regulamenta a requisição de conteúdo e o compartilhamento de dados

25 de Janeiro de 2020 as 08h15

Retomada do Crescimento

Emprego aumenta em todos os setores da economia brasileira

O resultado também foi positivo em todas as regiões do país, com destaque para o Centro-Oeste

25 de Janeiro de 2020 as 08h13

Caminho da Escola

MEC inicia processo de compra de mais de 7 mil bicicletas escolares

Veículos voltam a ser mais uma alternativa no acesso de estudantes às escolas públicas

25 de Janeiro de 2020 as 08h08

Caminho da Escola

MEC inicia processo de compra de mais de 7 mil bicicletas escolares

Veículos voltam a ser mais uma alternativa no acesso de estudantes às escolas públicas

25 de Janeiro de 2020 as 08h08

Retomada do Crescimento

Brasil registra maior geração de empregos desde 2013

Todas as regiões do país tiveram aumento de postos de trabalho em 2019. Serviços foi o setor que mais cresceu

25 de Janeiro de 2020 as 08h03

Asma Alérgica

Pacientes com asma alérgica grave terão novo medicamento ofertado pelo SUS

De acordo com o Ministério da Saúde, a asma está entre os problemas respiratórios mais comuns no País e atinge cerca de 20 milhões de brasileiros

24 de Janeiro de 2020 as 14h55

Ministério da Saúde

Brasil não tem nenhum caso suspeito de coronavírus, afirma Ministério da Saúde

Segundo a pasta, caso registrado em Minas Gerais não se enquadra na definição de caso suspeito da Organização Mundial da Saúde

23 de Janeiro de 2020 as 11h41

Guia MT

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

ENQUETE

veja +

COTAÇÃO