Falhas em plano de vôo foram apontadas antes da decolagem de avião da Chapecoense

Para ter autorização de voo na Bolívia, é necessário ter combustível suficiente para cumprir a viagem até o destino final, para chegar até um aeroporto auxiliar mais próximo do destino

03/12/2016 - 14:16:38

   

O jornal boliviano El Deber enumerou nesta quinta-feira alguns motivos que deveriam ter impedido o avião da companhia aérea LaMia de sair de Santa Cruz de la Sierra, na Bolívia, rumo a Medellín, na Colômbia, e provocar a tragédia envolvendo o time da Chapecoense. O acidente aéreo, causado por falta de combustível, deixou 71 mortos e seis feridos na madrugada de terça-feira. O plano de vôo entregue por Álex Quispe - um dos sete tripulantes que estavam no avião - recebeu ao menos cinco observações feitas por Celia Castedo Monasterio, funcionária da Aasana, responsável pela revisão de todos os planos de vôo do Aeroporto Internacional de Viru Viru. A encarregada indicou que a autonomia do vôo não era adequada, que faltava um plano de vôo alternativo e que o informativo foi mal preenchido, exigindo algumas mudanças.

O periódico teve acesso ao documento, que conta também com as respostas do tripulante dadas uma hora antes da decolagem do avião. A principal observação apontava que o tempo previsto de vôo entre Santa Cruz de la Sierra e o Aeroporto José María Córdova, em Medellín, era igual a autonomia de combustível que tinha a aeronave RJ85, cuja matrícula é LMI2933. O tempo estimado da rota era de 4 horas e 22 minutos, e a distância a ser percorrida era de 2.985 km, apenas 15 km do alcance máximo do jato, cerca de 3 mil km.

Quispe argumentou que o capitão do vôo, Miguel Quiroga, havia passado a informação e que o tempo seria suficiente. "Não, senhora Celia, eu tenho essa autonomia, nos parece bem... Assim, sem complicações, faremos (o voo) em menos tempo, não se preocupe. É simples, tudo bem, então simplesmente deixe-me (prosseguir com o plano de voo)", disse Quispe, segundo documento descrito pelo El Deber.

Para ter autorização de voo na Bolívia, é necessário ter combustível suficiente para cumprir a viagem até o destino final, para chegar até um aeroporto auxiliar mais próximo do destino e ainda ter condições de sobrevoar 45 minutos sobre esse segundo aeroporto.

De acordo com o Secretário Nacional de Segurança Aérea da Colômbia, Freddy Bonilla, a ausência de combustível é uma desobediência grave às regras do transporte de passageiros. "Qualquer aeronave no mundo precisa ter no mínimo uma quantidade extra de reserva para aguentar 30 minutos além do tempo previsto de voo, e ainda mais 5 minutos ou 5% da distância, para que assim se tenha uma segurança. Vamos investigar para saber por que a tripulação não contava com combustível suficiente", explicou.

Apesar das observações de Castedo, o plano de voo foi aprovado e encaminhado às pessoas encarregadas de controlar o voo em Santa Cruz de la Sierra, logo passou ao controle nacional até a saída da Bolívia por Cobija, chegando às autoridades de controle aéreo brasileiro. O avião sobrevoou o território brasileiro pela região de Porto Velho. De acordo com a ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil), os operadores de aeronaves privadas estrangeiras que desejam sobrevoar o território brasileiro não precisam de autorização do órgão. "De acordo com a Resolução nº 178/2010, antes da apresentação do plano de voo com destino ao território brasileiro, todo operador ou piloto em comando de aeronave privada estrangeira que esteja realizando transporte aéreo não remunerado (voo não comercial) deve comunicar o sobrevoo à ANAC", explica. E informou: "Essa comunicação é suficiente para aqueles que desejam somente sobrevoar o território brasileiro ou sobrevoar e fazer apenas um único pouso técnico, não sendo necessária a emissão de qualquer tipo de autorização por parte da Agência. As informações ficarão registradas na base de dados da ANAC."

O El Deber tentou contato com as autoridades bolivianas da Direção Geral da Aviação Civil (DGAC) sobre o documento de Castedo, mas não obteve sucesso. Em nota oficial, a DGAC explicou que está contribuindo com as autoridades colombianas na resolução do caso e garantiu que as informações serão divulgadas após a conclusão das investigações.

MT Agora - Estadão

Mais Noticias

Denúncia

Bebê tem cabeça arrancada durante o parto em Minas Gerais

Dependência Tecnológica

Vício em celular chega a consultórios e já preocupa médicos no Brasil

Levantamento

Número de nascimentos no Brasil cai pela 1ª vez desde 2010, aponta IBGE

Acidente Aéreo

Aeronave do Greenpeace cai na região de Anavilhanas, no AM; uma pessoa morreu

17/10/2017 -

Desmatamento na Amazônia caiu 16% no último ano, diz ministro do Meio Ambiente

Queda foi verificada entre agosto de 2016 e julho de 2017 com base em dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe).

09/10/2017 -

Mais uma criança vítima de ataque em creche morre em MG

Matheus Felipe Rocha dos Santos, de 5 anos, estava internado no Hospital João XXIII.

09/10/2017 -

Queda de avião sobre casa deixa três mortos em Rio Preto (SP)

Monomotor se chocou contra o quintal de uma casa na rua Noruega. Segundo os bombeiros, as três pessoas que estavam na aeronave morreram.

06/10/2017 -

Vigia de creche em Janaúba (MG) falou que ''iria morrer'', diz delegado; perícia indica que ele trancou portas antes de atear fogo

Delegado diz que Damião Soares dos Santos tinha mania de perseguição; polícia encontrou cartas e galões com álcool na casa do vigia. Ele colocou fogo em creche – cinco crianças e uma professora morreram.

06/10/2017 -

''A conduta dela foi heroica'', diz delegado sobre professora que morreu em creche em Janaúba (MG)

Segundo o delegado, Helley Abreu Batista, de 43 anos, lutou com autor para salvar os alunos; ela teve 90% do corpo queimado e morreu no hospital.

06/10/2017 -

Morrem mais duas crianças vítimas de incêndio em creche em MG

As duas crianças estavam em estado grave e haviam sido transferidas para Montes Claros.

05/10/2017 -

Morre segurança que ateou fogo em crianças de creche em Janaúba, MG

Quatro crianças morreram; cerca de 40 pessoas foram levadas para o hospital local – 25 delas seguem internadas.

05/10/2017 -

Segurança ateia fogo em creche de Janaúba (MG) e mata 4 crianças

Damião Soares dos Santos, de 50 anos, também ateou fogo no próprio corpo e morreu no hospital. Cerca de 40 pessoas foram socorridas – 25 delas seguem internadas.

29/09/2017 -

43% declaram apoio a intervenção militar temporária no Brasil

O questionário foi respondido entre os dias 25 e 28 de setembro.

29/09/2017 -

Bexiga de bebê de 4 dias é retirada por engano em hospital particular do DF

Conselho Regional de Medicina disse investigar o caso. Menina teve dois drenos implantados e só vai poder receber órgão artificial quando tiver 5 anos.

29/09/2017 -

Interação de criança com artista nu em museu de SP gera polêmica

Movimentos de direita falam em pedofilia. Juiz e desembargador veem 'histeria', mas reconhecem que deveria haver restrição do público à apresentação.

31/07/2017 -

Prouni abre inscrição para 77 mil bolsas em universidades privadas nesta segunda

MEC tem prazos diferentes para quem já está matriculado e para quem ainda vai tentar uma vaga. Bolsas são remanescentes do processo regular do 2º semestre de 2017.

23/06/2017 -

Comissão da Câmara aprova fim de multa para quem esquece CNH

É preciso, no entanto, que o agente de trânsito consiga obter as informações dos documentos por meio de consulta a banco de dados oficial.

22/02/2017 -

Reforma da Previdência prevê mesmo tempo de contribuição para homens e mulheres

Com a nova regra, homens e mulheres só poderão se aposentar com pelo menos 25 anos de contribuição e no mínimo 65 anos de idade

10/02/2017 -

Gol indenizará índios em R$ 4 milhões após queda de avião perto de aldeia

Área onde 154 morreram em 2006 virou ‘casa dos espíritos’ e é sagrada para os kayapós

Disk Bem

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

Tempo Agora