Geral

Geral Trabalhadores dos Correios decretam greve nacional

Empresa diz que serviços foram parcialmente afetados

Fonte: Alex Rodrigues – Repórter da Agência Bras
11 de Setembro de 2019 as 14h 04min

Greve por tempo indeterminado foi decretada ontem, durante Assembleia Geral, em São Paulo - Marcelo Camargo/ Agência Brasil

  Os trabalhadores dos Correios decretaram greve geral, por tempo indeterminado, a partir da noite desta terça-feira (10). Embora ainda esteja avaliando o real impacto da paralisação, a empresa afirma que os serviços foram parcialmente afetados. Já a Federação Interestadual dos Sindicatos dos Trabalhadores e Trabalhadoras dos Correios (Findect) garante que o movimento é nacional.

  “Em todo o país, a categoria se mostrou consciente da gravidade da situação e decretou greve por tempo indeterminado”, assegura a Findect, em nota. Segundo a entidade, a paralisação foi a forma que os funcionários da estatal encontraram para se opor à proposta do governo federal de privatizar os Correios.

  Os trabalhadores também tentam pressionar a direção da empresa a negociar a manutenção de direitos trabalhistas e dos atuais salários no futuro Acordo Coletivo de Trabalho (ACT), que está por ser assinado.

  No mês passado, o governo federal incluiu os Correios no Plano Nacional de Desestatização (PND) e inaugurou a fase de estudos para privatizar, total ou parcialmente, a empresa e outras 17 estatais. A abertura de estudos não indica necessariamente que uma empresa será privatizada, restando, como alternativa para as companhias federais incluídas no plano, a assinatura de parcerias com o setor privado. De acordo com Martha Seillier, secretária especial do Programa de Parcerias de Investimentos (PPI), da Casa Civil, o objetivo inicial dos estudos é analisar a viabilidade econômica dos ativos federais (empresas, ações e serviços) e o possível impacto de parcerias com a iniciativa privada.

  Além do receio da privatização, os representantes da categoria temem a redução salarial e a perda de benefícios. “Querem reduzir radicalmente os salários e benefícios para diminuir custos e privatizar os Correios”, afirma a Findect. “Para manter nosso Acordo Coletivo, repor as perdas aos salários e manter os empregos vamos ter que lutar.”

  Também em nota, a direção dos Correios afirma já ter apresentado aos trabalhadores os números que revelam a “real situação econômica da estatal”. De acordo com a direção da empresa, os prejuízos operacionais acumulados chegam a R$ 3 bilhões.

  “Os Correios participaram de dez encontros na mesa de negociação com os representantes dos trabalhadores, mas as federações expuseram propostas que superam até mesmo o faturamento anual da empresa, algo insustentável para o projeto de reequilíbrio financeiro em curso pela empresa”, assegura a direção dos Correios. “No momento, o principal compromisso da direção dos Correios é conferir à sociedade uma empresa sustentável. Por isso, a estatal conta com os empregados no trabalho de recuperação financeira da empresa e no atendimento à população”, acrescentam os representantes legais da estatal.

Acordo coletivo
  O processo de negociação do Acordo Coletivo 2019/2020 está no Tribunal Superior do Trabalho. Na semana passado, após várias tentativas de compatibilizar os interesses dos empregados e empregadores, o vice-presidente do Tribunal Superior do Trabalho, ministro Renato de Lacerda Paiva, decretou a extinção do procedimento de mediação e conciliação pré-processual entre a empresa e as entidades que representam os empregados. Segundo a assessoria do tribunal, a direção dos Correios foi a única a não aceitar a proposta de prorrogar o acordo coletivo de trabalho para que fosse dado prosseguimento à negociação de novo instrumento coletivo. Ainda segundo a assessoria do tribunal, “a continuidade da mediação evitaria a greve da categoria, marcada para o dia 10/9”.

  Em assembleia realizada ontem à noite, em São Paulo, o vice-presidente da Findect, Elias Cesário de Brito Júnior, afirmou que a categoria foi “empurrada” para a greve. “Não queríamos entrar em greve. Queríamos continuar trabalhando como sempre fizemos, servindo à população e defendendo nossos empregos. Há mais de três meses que estamos negociando, colocando a pauta de reivindicações [tirada] em nível nacional. Teve que o TST intervir”, discursou Júnior, lembrando que, além de tentar impedir a privatização dos Correios, a categoria reivindica a prorrogação do acordo coletivo que venceu em 31 de julho; a reposição das perdas inflacionárias dos últimos anos e a manutenção do vale-alimentação e do plano de saúde.


COMENTARIOS

Mais de Brasil

Internacional

Novo embaixador dos Estados Unidos chega ao Brasil

"Foco imediato" de Todd Chapman será ajudar no combate à covid-19

30 de Março de 2020 as 04h43

Coronavírus

China prepara defesa contra segunda onda de coronavírus

"Não há razão para descansar", diz porta-voz do governo de Pequim

30 de Março de 2020 as 04h41

Coronavírus

BNDES anuncia R$ 2 bilhões de crédito para área da saúde

Limite de crédito é de R$ 150 milhões por empresa a cada seis meses

30 de Março de 2020 as 04h40

Coronavírus

Guedes diz que, como cidadão, prefere isolamento

Para ministro, economia não suporta mais de dois meses estagnada

30 de Março de 2020 as 04h38

Educação

EAD ganha impulso com a suspensão das aulas

Educação a distância exige do aluno disciplina e foco

30 de Março de 2020 as 04h35

Coronavírus

Itália registra mais 756 mortes por coronavírus e total chega a 10.779

Número total de casos confirmados na Itália aumentou para 97.689

30 de Março de 2020 as 04h33

Coronavírus

Universidades criam aplicativos para ajudar no combate ao coronavírus

Um dos projetos é o CheckCorona, da Universidade de São Paulo

30 de Março de 2020 as 04h30

Mega-Sena

Ninguém acertou as seis dezenas do Concurso 2.247 da Mega-Sena

São as seguintes as dezenas sorteadas: 01 – 42 – 44 – 47 – 48 - 53

30 de Março de 2020 as 04h28

Acordo

Representante de clubes lamenta falta de acordo coletivo com jogadores

Propostas dos clubes foram rejeitadas por atletas profissionais

30 de Março de 2020 as 04h26

Coronavírus

Pandemia gera 1,3 mil denúncias de violações de direitos no Brasil

A região Sudeste concentra mais da metade dos casos denunciados

30 de Março de 2020 as 04h21

Coronavírus

Bancos federais baixam juros e aumentam crédito para dar liquidez à economia

Financiamento para Santas Casas também vai compor a cesta de ações do Governo Federal

30 de Março de 2020 as 04h19

Economia

Pequenas e médias empresas terão ajuda do Governo Federal para pagar salários

O pacote econômico faz parte das ações de enfrentamento ao coronavírus

30 de Março de 2020 as 04h18

Saúde

Mais de 50% dos infectados com coronavírus já estão curados

Em todo o mundo, casos da covid-19 chegam a 121 mil, mas taxa de letalidade da doença permanece relativamente baixa, em 3,5%

22 de Março de 2020 as 15h59

Coronavírus

Caixa reduz juros e autoriza pausa no pagamento de dívidas por até 60 dias

Ações fazem parte do esforço para reduzir os impactos causados pela pandemia do coronavírus (Covid-19)

20 de Março de 2020 as 05h02

Coronavírus

Confira dicas de higienização para pessoas com deficiência

É necessária a limpeza dos equipamentos de uso pessoal das pessoas com deficiência, como cadeira de rodas, muletas e andadores

20 de Março de 2020 as 04h56

Guia MT

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

ENQUETE

veja +

COTAÇÃO