Direitos Humanos

Governo lança campanha e pede atenção aos casos de violência doméstica

Registros de violência contra a mulher em abril aumentaram 35%

Fonte: Andreia Verdélio - Repórter da Agência Bra
15 de Maio de 2020 as 16h 37min

Marcello Casal jr/Agência Brasil

  O governo federal lançou, hoje (15), a Campanha de Conscientização e Enfrentamento à Violência Doméstica e alertou que esse tipo de violência tem crescido em meio à pandemia da covid-19, em razão das medidas de isolamento social. Com o lema Denuncie a Violência Doméstica - Para Algumas Famílias, O Isolamento Está Sendo Ainda Mais Difícil, a campanha aborda não somente a violência contra a mulher, mas também contra idosos, pessoas com deficiência, crianças e adolescentes.

  “Nossa campanha é para dizer para todo mundo denunciar, nós garantimos o anonimato. O objetivo é de despertar a urgência em exercitar o dever cívico de informar às autoridades sobre as situações de violência dentro dos lares. O objetivo é incentivar os vizinhos. Vizinhos, por favor, enfiem a colher em briga de marido e mulher. Comecem a denunciar”, disse a ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, durante cerimônia no Palácio do Planalto.

  O governo disponibiliza os canais de atendimento da Ouvidoria Nacional de Direitos Humanos, o Disque 100, o Ligue 180 e o aplicativo Direitos Humanos Brasil, responsáveis por receber, ouvir e encaminhar denúncias de violações aos direitos humanos. Pelo aplicativo é possível, inclusive, enviar fotos e vídeos que, segundo Damares, já antecipam a prova do crime. Todos esses canais também estão acessíveis em Libras, para pessoas surdas ou com deficiência auditiva.

  O Ligue 180 está disponível 24 horas por dia, todos os dias, inclusive finais de semanas e feriados, e pode ser acionado de qualquer lugar do Brasil. Vítimas residentes do exterior também podem utilizar o serviço, sendo que cada país tem um número de telefone correspondente, que pode ser conferido na página do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos.

  Esta semana, a Agência Brasil preparou um material que explica onde mulheres agredidas podem encontrar ajuda.

  De acordo com a ministra Damares, em abril o Ligue 180 registrou aumento de 35% no número de denúncias de violência contra a mulher. Já no Disque 100, segundo ela, caiu em 18% as denúncias de violência contra crianças. A preocupação do governo é com a subnotificação.

  “A maioria da violência contra as crianças a gente descobre na escola ou na creche, quando o cuidador está dando um banho. Essas crianças não estão na creche e não estão na escola. Quando a pandemia passar, o que nós vamos descobrir em relação à criança quando ela voltar para a escola? A criança não liga, não fala, não vai denunciar, não usa aplicativo. Estamos apavorados com o que vamos descobrir pós-pandemia”, disse a ministra, apelando para que vizinhos e parentes fiquem atentos aos sinais de violência, como o choro constante de crianças.

  De acordo com Damares, o Ministério da Justiça e Segurança Pública também trabalha para que todos os estados tenham boletim de ocorrência online para violência doméstica. A ferramenta, segundo ela, já está disponível em 14 estados.

  Violência patrimonial

  A ministra também manifestou preocupação com a violência contra o idoso e disse que, além da violência física, nesse caso, há também a violência patrimonial. Segundo ela, há denúncias de que parentes e pessoas próximas de idosos estão utilizando procurações para fazer antecipação de herança ou venda de imóveis.

  De acordo com Damares, na próxima segunda-feira (18) o governo vai apresentar um projeto de lei, em caráter de urgência, ao Congresso Nacional, para que cartórios só homologuem transferências de imóveis de idosos com o testemunho presencial do idoso e, preferencialmente, após o fim do isolamento social.

  “[Será possível transferir] só no caso extremo, se for mesmo necessário a venda do imóvel para os cuidados de saúde do idoso ou se era uma negociação anterior à pandemia, mas com a presença do idoso, nada com procuração porque as denúncias que estão chegando é que há fraudes. Estão delapidando o patrimônio de idosos no Brasil”, explicou.

  Além disso, segundo Damares, o governo dará uma atenção especial aos idosos durante a pandemia da covid-19, por isso, ampliou o número de atendentes do Disque 100. Segundo ela, o canal de denúncias passou a receber muitas ligações de idosos que querem apenas conversar. “Os idosos que quiserem conversar, que estiverem se sentindo sozinho, com medo, podem ligar no Disque 100 para bater papo conosco”, disse.


Siga MT Agora no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube e aproveite para entrar em nosso grupo do WhatsApp clicando AQUI e deixar aqui abaixo o seu comentário.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros

COMENTARIOS

Mais de Brasil

Covid-19

Ivermectina só poderá ser vendida com receita enquanto durar a pandemia, decide Anvisa

Decisão já havia sido aplicada a outros medicamentos, como a hidroxicloroquina, a cloroquina e a nitazoxanida

24 de Julho de 2020 as 22h25

Coronavírus

Fiocruz: covid-19 se estabilizou em níveis altos de incidência e morte

Estudo é referente ao período de 28 de junho a 11 de julho

20 de Julho de 2020 as 19h39

Covid-19

Estados e municípios recebem auxílio de mais de R$ 15 bilhões

Recursos fazem parte da segunda parcela do auxílio financeiro concedido pelo Governo Federal a estados e municípios

15 de Julho de 2020 as 15h38

Covid-19

Conselhos tutelares recebem Equipamentos de Proteção Individual

Ao todo, 30 mil conselheiros, em 5,9 mil Conselhos Tutelares do País receberão os kits de proteção

15 de Julho de 2020 as 15h33

Sociedade

Justiça abre consulta para atualizar Plano Nacional de Segurança

Período de recebimento das sugestões será de 45 dias

15 de Julho de 2020 as 15h32

Trecho barrado

Bolsonaro veta renovação por mais 30 anos de contratos de estatais de saneamento

Essa sobrevida, agora barrada, é considerada importante para estatais porque o novo marco proíbe que novos contratos sem licitação sejam fechados

15 de Julho de 2020 as 15h21

Novas Negociações

Em decreto, Bolsonaro permite redução de jornada e salários por mais 30 dias

Empresas e empregados ficam autorizados a fazer novas negociações para ampliar o corte de jornada por mais um mês e a suspensão de contrato por mais dois meses

14 de Julho de 2020 as 23h08

Ajuda

Aos 91 anos, vovô pede ajuda para vender tecidos em loja tradicional de Guarulhos

Uma vida dedicada aos tecidos que foi interrompida por conta da pandemia do coronavírus.

07 de Julho de 2020 as 15h44

Coronavírus

MPT apura 206 denúncias e tem 114 inquéritos abertos por casos de Covid-19 entre funcionários de frigoríficos

Os dados são até o dia 1º de julho, de acordo com levantamento feito pela Procuradoria-Geral do Trabalho.

07 de Julho de 2020 as 15h40

Covid-19

Resultado de teste de Bolsonaro dá positivo para covid-19

Exame foi realizado nesta segunda (6) no Hospital das Forças Armadas. Na manhã desta terça (7), o presidente acordou bem, mas continuava com febre

07 de Julho de 2020 as 14h25

Sisu

Após adiamento, MEC abre período de inscrições para o Sisu do 2º semestre de 2020 e divulga vagas do Prouni

O estudante interessado em concorrer pelo Sisu a uma vaga nas universidades federais têm até sexta para se candidatar.

07 de Julho de 2020 as 07h35

Inauguração

Bolsonaro vai a Sinop e Sorriso inaugurar usinas; em Ubiratã entregará regularização fundiária

O presidente Jair Bolsonaro deve ir a Sinop no próximo dia 1º de Agosto para inaugurar a primeira fase de uma indústria de álcool.

04 de Julho de 2020 as 15h15

Coronavírus

Vacina contra a Covid-19 promete ser a mais rápida da história

Cientistas em todo o planeta participam de um esforço sem precedentes para desenvolver, em tempo recorde, uma vacina contra o novo coronavírus.

04 de Julho de 2020 as 09h04

Auxílio Emergial

Cartórios do Brasil passam a regularizar CPF para o auxílio emergencial do Governo

Serviço terá início, hoje, quarta-feira (1º/7), nas 836 unidades de Registro Civil do Estado de São Paulo e na sequencia será expandido para todo o Brasil, possibilitando os atos de inscrição, alteração, consulta e emissão de segunda via de CPF

02 de Julho de 2020 as 07h20

Veto PL 675

Presidente da República veta PL 675 que suspendia por 90 dias novas inscrições nos cadastros de proteção ao crédito

O PL 675/2020 contrariava o interesse público ante a potencialidade da medida em prejudicar o funcionamento do mercado de crédito e a eficiência dos sistemas de registro e viola os princípios constitucionais da livre iniciativa e o da livre concorrên

02 de Julho de 2020 as 07h15

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

ENQUETE

veja +

COTAÇÃO