Economia

Pequenas e médias empresas terão ajuda do Governo Federal para pagar salários

O pacote econômico faz parte das ações de enfrentamento ao coronavírus

Fonte: Caixa
30 de Março de 2020 as 04h 18min

Presidente da República Jair Bolsonaro, durante coletiva de imprensa ao lado do Presidente do Banco Central Roberto Campos Neto, do Presidente da Caixa Pedro Guimarães e do Presidente do BNDES Gustavo Montezano. - Foto: Marcos Corrêa/PR

Nesta sexta-feira (27), o Governo Federal anunciou um pacote de medidas para atender às vítimas do coronavírus (Covid-19) e manter os empregos e as atividades econômicas. A ideia anunciada, durante pronunciamento, pelo presidente da República, Jair Bolsonaro, é que o governo financie por dois meses os salários dos funcionários de pequenas e médias empresas. O programa será uma parceria entre o Banco Central (Bacen),  o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), o Ministério da Economia e a Federação Brasileira de Bancos (Febraban).

Essa parceria prevê a disponibilização de uma linha de crédito emergencial para empresas com faturamento entre R$ 360 mil e R$ 10 milhões. "[A verba] se destina exclusivamente ao financiamento de folhas de pagamento", pontuou o presidente do Bancen, Roberto Campos Neto. 

A medida vai financiar dois meses de folhas de pagamento e o montante será de R$ 20 bilhões por mês, totalizando R$ 40 bilhões ao final do período. “Isso deve beneficiar 1,4 milhão de empresas e 12,2 milhões de pessoas”, destacou Campos Neto.

De cada R$ 20 bilhões, R$ 17 bilhões serão do Tesouro Nacional e R$ 3 bilhões da Febraban. O programa é limitado a dois salários mínimos. Quem ganha um, continuará ganhando um. Quem ganha dois, continuará ganhando dois. Já quem ganha três, ganhará dois. 

“É uma divisão de risco de 85% para o governo e 15% para a associação dos bancos. São operações com zero de spread. Nós estamos falando de uma taxa de [de juros] 3,75% ao ano”, disse Campos.

Os empresários terão seis meses de carência para começar a pagar o financiamento que poderá ser dividido em até 36 meses. O dinheiro vai direto para o CPF do funcionário. A empresa fica somente com a dívida. “Quem aderir ao programa de financiamento terá que assumir o compromisso de não demitir durante dois meses”, asseverou o presidente do Bacen.

 O próximo passo será encaminhar uma medida provisória (MP) ao Congresso para começar os empréstimos.


COMENTARIOS

Mais de Brasil

Enem

Inscrições para o Enem seguem abertas até quarta-feira

O valor da taxa é de R$ 85 e deverá ser pago até 28 de maio

25 de Maio de 2020 as 09h51

Coronavírus

Casos de covid-19 no mundo ultrapassam 5 milhões

América Latina ultrapassou EUA e Europa na última semana

21 de Maio de 2020 as 09h19

Auxílio Emergencial

Caixa paga hoje primeira e segunda parcelas de auxílio emergencial

Estão inscritas para receber o benefício 50 milhões de pessoas

19 de Maio de 2020 as 09h43

Coronavírus

Termina hoje primeira etapa de levantamento nacional sobre covid-19

Foram testadas 15 mil pessoas em todas as regiões do país

19 de Maio de 2020 as 09h39

Direitos Humanos

Governo lança campanha e pede atenção aos casos de violência doméstica

Registros de violência contra a mulher em abril aumentaram 35%

15 de Maio de 2020 as 16h37

Saúde

Teich diz que deixa pronto plano de trabalho para auxiliar estados

Nelson Teich faz pronunciamento sobre saída do governo

15 de Maio de 2020 as 16h30

Política

Nelson Teich pede demissão do Ministério da Saúde

Teich assumiu o cargo há cerca de um mês, em 17 de abril

15 de Maio de 2020 as 16h28

Combate ao Covid-19

STF destina R$ 153 milhões da Lava Jato para combater pandemia

Estados deverão comprovar a utilização dos recursos

15 de Maio de 2020 as 16h23

Coronavírus

Mundo tem 3,8 mi casos de covid-19; Brasil é 6º em mortes

Balanço é da OMS com dados até a manhã deste sábado

09 de Maio de 2020 as 11h15

Desmatamento

Bolsonaro autoriza uso das Forças Armadas no combate ao desmatamento

Militares atuarão de 11 de maio a 10 de junho na Amazônia Legal

07 de Maio de 2020 as 09h40

Coluna

Em depoimento na PF, Moro disse que não acusou Bolsonaro de crime

Ele disse aos investigadores da PF e da Procuradoria-Geral da República (PGR) que não acusou Bolsonaro de um crime

05 de Maio de 2020 as 14h29

Pronunciamento Oficial

Bolsonaro: Moro tem compromisso com seu ego e não com o Brasil

Presidente comentou pedido de demissão do ministro, anunciado nesta sexta após exoneração do chefe da PF, Maurício Valeixo, braço-direito do ex-juiz

24 de Abril de 2020 as 16h56

Demissão de Moro

Sergio Moro pede demissão após troca de comando da Polícia Federal

Saída é reflexo da exoneração de Maurício Valeixo, homem de confiança do ex-juiz da Lava Jato, do comando da PF por Bolsonaro no Diário Oficial hoje

24 de Abril de 2020 as 10h57

Apenas Boatos

Assessoria do ministro Moro nega boato sobre demissão

Os rumores sobre uma eventual saída de Moro do governo foram desmentidos pela assessoria de imprensa da pasta

23 de Abril de 2020 as 15h08

Novo Ministro

Teich diz que isolamento deve ser baseado em informação sólida

Médico oncologista, escolhido por Bolsonaro para substituir Mandetta no Ministério da Saúde, defendeu maior equilíbrio com a área econômica

16 de Abril de 2020 as 18h04

Guia MT

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

ENQUETE

veja +

COTAÇÃO