Tragédia Em MG

Peritos vão analisar se detonações em minas contribuíram para rompimento da barragem em Brumadinho

Laudo de empresa recomendava a Vale a não fazer detonações perto da barragem. Empresa afirma que explosões sejam feitas de forma monitorada.

Fonte: Ricardo Soares | Jornal Nacional
08 de Fevereiro de 2019 as 21h 42min

Empresa alemã recomendou à Vale não usar explosivos em Brumadinho

A empresa alemã Tuv Sud tinha recomendado que a vale não fizesse detonações perto da barragem I, da Mina Córrego do Feijão, da Vale, em Brumadinho, Região Metropolitana de Belo Horizonte, que se rompeu no dia 25 de janeiro. Peritos e especialistas que se juntaram à força-tarefa vão fazer estudos para saber se as explosões em minas vizinhas teriam ou não contribuído para a liquefação da barragem B1, onde, segundo os investigadores, já se notavam sinais de saturação, ou seja, de excesso de água no rejeito de minério.

Esta recomendação consta em um laudo da revisão periódica do reservatório, feita em junho de 2018 pela Tuv Sud. Havia uma "recomendação para a adoção de medidas que diminuam a probabilidade de ocorrência de gatilhos. Desta forma, deve-se evitar a indução de vibrações, proibir detonações próximas, evitar o tráfego de equipamentos pesados na barragem, impedir a elevação do nível de água no rejeito".

Nas investigações, a polícia tem analisado documentos e confrontado os depoimentos dos engenheiros da empresa que atestou a estabilidade com os dos funcionários da Vale.

Em depoimento à força-tarefa, Rodrigo Gomes de Melo, gerente executivo do complexo onde ficava a barragem, disse ter conhecimento de que havia detonações nas minas de Jangada e Feijão, que eram rotineiras e aconteciam quase todos os dias, embora não fosse capaz de afirmar a periodicidade.

A informação bate com a de outro funcionário da Vale, Ricardo de Oliveira - gerente de meio ambiente. No depoimento, ele disse que explosões e detonações na mina fazem parte do processo de exploração; mas, não soube dizer se as detonações poderiam afetar, de alguma forma, o rejeito líquido que estava na barragem.

A barragem B1, que ficava no complexo de Córrego do Feijão, da Vale, era vizinha da Mina da Jangada, que também pertence à Vale.

O observatório sismológico da universidade de Brasília identificou 754 explosões num intervalo de 6 meses, antes do dia do rompimento da barragem, 25 de janeiro, num raio de 10 a 20 km ao redor da barragem. Ainda segundo o observatório, essas detonações, por si só, não seriam suficientes para causar o rompimento de uma barragem bem estruturada.

Fotos e vídeos, que fazem parte da investigação, indicariam que a barragem tinha falhas no sistema de drenagem. Uma foto de satélite mostra que havia uma lagoa sobre uma parte do reservatório. Um este vídeo mostra uma barreira improvisada para impedir a chegada de água da nascente ao corpo da barragem.

A Vale declarou que a ocorrência de detonações é inerente às atividades de mineração. Segundo a empresa, essas atividades foram realizadas de forma monitorada nas minas do Córrego do Feijão e da Jangada e estavam de acordo com as recomendações da auditoria. A mineradora voltou a afirmar que colabora com as autoridades.

Disse ainda que não houve aumento no nível de água do maciço da barragem de Brumadinho, mas, sim, uma redução no nível de água na seção principal da estrutura. Que, em 2018, foram instalados drenos horizontais profundos, como medida adicional de segurança e que, depois disso, foi feita uma inspeção em toda a barragem e não se detectou nenhuma anomalia.


COMENTARIOS

Mais de Brasil

Política Nacional De Alfabetização

Governo lança cartilha da Política Nacional da Alfabetização

Documento detalha diretrizes da Política Nacional de Alfabetização.

15 de Agosto de 2019 as 23h28

Rodovias

Radares de velocidade estão suspensos nas Rodovias Federais

Decisão presidencial determina reavaliação da regulamentação do procedimento para evitar o desvirtuamento do caráter pedagógico e a utilização meramente arrecadatória

15 de Agosto de 2019 as 22h58

Acidente Grave

Jovem que teve couro cabeludo arrancado em kart vai para UTI após nova cirurgia

Débora Stefanny Dantas de Oliveira tem quadro clínico estável, segundo boletim médico desta quarta (14). Além do couro cabeludo, parte da pele foi arrancada no acidente.

14 de Agosto de 2019 as 16h32

Acidente Grave

Jovem tem couro cabeludo arrancado em acidente durante corrida de kart no Recife; pista foi interditada

Com ferimentos na cabeça devido ao escalpelamento, Débora Stefanny Dantas de Oliveira foi levada ao Hospital da Restauração, onde passou por cirurgia e está em estado grave.

14 de Agosto de 2019 as 16h12

Absurdo

Menino de 12 anos tenta ir de bicicleta do Paraná até a casa dos avós, em São Paulo, diz PRF

Ele foi encontrado em situação de risco por policiais rodoviários na noite de terça-feira (13), na BR-116, em Campina Grande do Sul, na Região Metropolitana de Curitiba.

14 de Agosto de 2019 as 16h09

Risco De Nova Tragédia

Brumadinho teme nova ruptura de barragem e cobra ações de empresa

Diante do abandono de uma barragem de rejeitos minerários, a prefeitura de Brumadinho (MG) realizou ontem (12) uma reunião com a empresa responsável pela estrutura.

13 de Agosto de 2019 as 20h22

Infraestrutura

Duplicação da BR-116 traz benefícios econômicos à região e segurança aos motoristas

Obra teve seus primeiros quilômetros liberados no Rio Grande do Sul nesta segunda-feira (12)

13 de Agosto de 2019 as 15h30

Dados

Área da Amazônia com alerta de desmatamento sobe 278% em julho, comparada ao mesmo mês de 2018

Em julho de 2018, houve alerta em 596,6 km² na Amazônia. Em julho de 2019, este número foi de 2.254,9 km², de acordo com dados do Deter, do Inpe. Jair Bolsonaro disse nesta terça que o novo diretor do Inpe vai apresentar os dados para a presidência

07 de Agosto de 2019 as 16h45

Pescado

Festival de Tambaqui da Amazônia é realizado em Brasília

Serão distribuídas seis toneladas do peixe na Esplanada. Objetivo é estimular consumo do pescado.

07 de Agosto de 2019 as 15h40

Produção Familiar

Agricultura Familiar avança com políticas públicas de incentivo ao produtor

Semana Nacional da Agricultura Familiar é marcada por aumento de recursos para o setor

29 de Julho de 2019 as 06h54

Bolsa Família

Mais de 11 mil famílias pediram desligamento do Bolsa Família em 2019

Os beneficiários solicitaram a saída do programa e deixaram de receber o benefício

29 de Julho de 2019 as 06h53

Acordo Internacional

Acordo com a União Europeia é o primeiro passo da abertura do Mercosul para o mundo

À frente da presidência do bloco, Jair Bolsonaro disse que o Brasil agirá para acelerar a modernização do Mercosul

17 de Julho de 2019 as 23h11

Educação Superior

MEC lança Programa Future-se para fortalecer autonomia financeira das universidades

Ideia é promover maior autonomia financeira a universidades e institutos federais. A adesão ao Future-se será voluntária

17 de Julho de 2019 as 23h02

Educação Superior

Ministro da Educação nega plano de cobrar mensalidade nas universidades federais

Abraham Weintraub afirmou, em evento em Florianópolis (SC), que vai apresentar na quarta (17) medidas de ‘eficiência’ para as universidades.

15 de Julho de 2019 as 22h35

Após Ser Empurrado

Após ser empurrado de altar, Padre Marcelo Rossi diz que registrou ''BO'': ''Bíblia e oração''

Religioso foi empurrado de altar por mulher durante missa em Cachoeira Paulista (SP). Padre não quis prestar queixa contra a agressora na Polícia Civil, mas caso foi registrado pela Canção Nova, que organizava o evento.

15 de Julho de 2019 as 22h25

Guia MT

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

Enquete

veja +

COTAÇÃO