Brasil

Sobreviventes da queda de avião em SP passam bem, diz representante da empresa dona da aeronave

Piloto morreu durante a queda da aeronave na noite deste domingo (29). Causas do acidente serão investigadas.

Após Acidente Aéreo | 30 de Julho de 2018 as 08h 23min
Fonte: G1

Uma pessoa morreu e 6 ficaram feridas em queda de avião (Foto: Reprodução/TV Globo)

Os seis sobreviventes do acidente com uma aeronave de pequeno porte no aeroporto Campo de Marte, na Zona Norte de São Paulo, passam bem e estão fora de perigo, de acordo com um representante da empresa Videplast, proprietária do avião. O piloto Antonio Traversi morreu na queda.

Dos seis feridos, dois foram encaminhados para o Hospital Santa Isabel, que fica no complexo da Santa Casa. São eles: Geraldo Denardi, sócio da Videplast, e o sobrinho Enzo, de 17 anos.

Nereu Denardi, sócio da Videplast e irmão de Geraldo, foi socorrido ao Hospital do Mandaqui.

Agnaldo Crippa, gerente da empresa que fabrica embalagens plásticas com sede em Santa Catarina, foi levado para o Hospital San Paolo.

Aguinaldo Nunes, coordenador da Videplast, foi levado para o Hospital São Camilo. Benê Souza foi socorrido para o Hospital das Clínicas

aeroporto Campo de Marte abre às 6h, mas ficará fechado até as 13h desta segunda-feira (30), informou a Infraero. Segundo a estatal, o fechamento ocorre para facilitar o trabalho da perícia

Acidente

O acidente ocorreu no início da noite deste domingo (29) no aeroporto Campo de Marte, na Zona Norte de São Paulo.

O avião de prefixo PP-SZN é um bimotor King Air C90, com capacidade para sete passageiros, que pertence à Videplast, empresa que fabrica embalagens plásticas com sede em Santa Catarina. Segundo a Anac, a aeronave foi fabricada em 2008 e estava em estado regular.

De acordo com a Infraero, a avião decolou por volta das 15h30 da cidade catarinense de Videira, com 5 passageiros e dois tripulantes. O acidente ocorreu durante o pouso na capital paulista, cerca de 3 horas após a partida.

Estavam no voo: Geraldo Denardi e Nereu Denardi, irmãos e fundadores da empresa, além do filho de Nereu, Enzo, de 17 anos. Também ocupavam a aeronave dois funcionários da Videplast, Aguinaldo Nunes e Agnaldo Crippa, além do outro tripulante, Benê Souza.

As circunstâncias do acidente serão investigadas pelo Cenipa, órgão da Força Aérea Brasileira (FAB). Testemunhas no Campo de Marte disseram que o avião havia tentado pousar, mas o piloto não tinha certeza de que o trem de pouso estava baixado. Então, sobrevoou a pista para que a torre de controle confirmasse, visualmente, que o trem de pouso estava ativado. Depois, fez uma tentativa de pouso e arremeteu. O acidente teria ocorrido na terceira tentativa, por essa versão.

O incêndio provocado pela queda do avião foi controlado pela brigada do próprio Campo de Marte. Quatro vítimas sofreram traumatismo craniano, outra sofreu traumatismo abdominal. Uma das vítimas foi socorrida e levada para o Hospital das Clínicas pelo helicóptero Águia, da PM e as demais foram encaminhadas para hospitais da Zona Norte de São Paulo.

Em nota, a FAB disse que investigadores do Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Seripa IV), órgão do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa), realizam uma ação no local do acidente no Campo de Marte. Segundo a Força Aérea, "esse é o começo do processo de investigação e possui o objetivo de coletar dados: fotografar cenas, retirar partes da aeronave para análise, reunir documentos e ouvir relatos de pessoas que possam ter observado a sequência de eventos."

Ainda segundo a nota, a investigação realizada pelo Cenipa tem o objetivo de prevenir que novos acidentes com as mesmas características ocorram.

Quem são as vítimas:

Nereu Denardi - sócio da Videplast. Foi socorrido e levado ao Hospital do Mandaqui.

Geraldo Denardi - sócio da Videplast e irmão de Nereu. Internado no Hospital Santa Isabel, passou por tomografia e segundo a família, está consciente.

Enzo - tem 17 anos e é filho de Nereu. Internado no Hospital Santa Isabel, passou por tomografia e segundo a família, está consciente.

Aguinaldo Nunes - coordenador da Videplast. Foi socorrido e levado para o Hospital São Camilo. Estado de saúde é estável e sem previsão de alta.

Agnaldo Crippa - gerente da Videplast. Foi socorrido no Hospital San Paolo.

COMENTARIOS

Disk Bem

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

TEMPO AGORA

Hoje, Sexta Feira

Lucas do Rio Verde, MT

Parcialmente nublado

21º

COTAÇÃO