Cidades

Avanços do Consórcio de Saúde na gestão Ari Lafin serão apresentados nesta quarta-feira (10)

Entre os principais avanços, está a criação da Central de Recebimento e Distribuição. No dia 27 de novembro, os prefeitos irão escolher novo presidente do consórcio

Prestação De Contas | 09 de Outubro de 2018 as 16h 59min
Fonte: Assessoria

O presidente do Consórcio Público de Saúde Vale do Teles Pires, prefeito de Sorriso, Ari Lafin, apresenta nesta quarta-feira (10), a partir das 9h, um balanço das ações desenvolvidas pelo consórcio nos últimos dois anos.

A prestação de contas faz parte do encerramento dos trabalhos da gestão (2017/2018). No dia 27 de novembro, os prefeitos irão escolher o novo presidente e vice-presidente do consórcio.

Segundo o presidente, o objetivo da prestação de contas é apresentar a sociedade, as principais ações desenvolvidas pelos municípios consorciados, no intuito de garantir o acesso da população aos serviços de saúde.

“Muitas vezes, o paciente ouve alguém dizendo que a consulta ou cirurgia foi viabilizada pelo consórcio, mas ele não sabe o que isso significa. São os municípios se unindo e buscando formas pra tentar resolver as demandas da saúde.”

Entre os principais avanços alcançados pela entidade, durante a gestão, está a criação da Central de Recebimento e Distribuição, a implantação do estoque mínimo de medicamentos e os mutirões de cirurgias de Catarata e Pterígio.

A secretária-executiva Solimara Moura explica que a Central de Recebimento e Distribuição foi criada para auxiliar os municípios, principalmente, os mais distantes do eixo da BR 163.

“A grande dificuldade era chegar aos municípios mais distantes, com a criação da central, direcionamos todas as entregas para o consórcio e os municípios fazem a retirada na sede, com menos atrasos.”

Além da central, o consórcio implantou este ano, o estoque mínimo de medicamentos e produtos. Foram investidos R$ 30 mil na compra dos produtos mais utilizados pelos municípios.

Segundo a secretária-executiva, a intenção foi auxiliar os municípios, evitando que a população fique sem determinado medicamento ou deixe de ser atendida pela falta de algum material.

Para ter acesso, basta fazer uma solicitação e retirar no consórcio. Os medicamentos e produtos devem ser devolvidos quando a compra do município for entregue.

Outra grande iniciativa do consórcio, foi a realização do Mutirão de Cirurgias Oftalmológicas. Foram realizadas, em duas etapas, aproximadamente 700 cirurgias de Catarata e Pterígio.

Foram investidos pelos municípios aproximadamente R$ 430 mil. A cirurgia de Catarata custou ao consórcio, R$ 840, enquanto que na iniciativa privada, o custo gira em torno de R$ 2 mil.

O procedimento de retirada de Pterígio custou ao consórcio R$ 440, menos de um sexto do valor cobrado pela iniciativa privada. Nas clínicas particulares, a cirurgia custa em média R$ 3 mil.

Segundo o presidente, um novo mutirão será realizado nos dias 20 e 21 deste mês, em Sorriso. Serão mais 200 cirurgias de Catarata e Pterígio, que irão atender os municípios de acordo com a demanda de cada um.

“Com a participação de todos os gestores, prefeitos, secretários e equipe técnica do consórcio, estamos conseguindo avançar muito. Vamos fechar o ano com quase 900 cirurgias. É um número significativo.”

O Consórcio Público de Saúde Vale do Teles Pires é formado pelos municípios de Sorriso, Sinop, Lucas do Rio Verde, Nova Mutum, Tapurah, Itanhangá, Ipiranga do Norte, Vera, Santa Carmem, Feliz Natal, Nova Maringá, Cláudia, Santa Rita do Trivelato, Nova Ubiratã e União do Norte.

COMENTARIOS

Disk Bem

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

TEMPO AGORA

Hoje, Terça Feira

Lucas do Rio Verde, MT

Tempo nublado

22º

COTAÇÃO