Inadimplência

CDL lança campanha para reduzir inadimplência em Lucas do Rio Verde

Levantamento aponta que índice chegou 67% em 2014. Reabilitação de crédito nos primeiros meses do ano também sofreu redução

01 de Julho de 2014 as 10h 49min

A Câmara de Dirigentes Lojistas de Lucas do Rio Verde lançou nesta segunda-feira (01) a campanha de reabilitação de crédito Gol de Craque. O objetivo é reduzir o índice de inadimplência que aumentou 67% nos primeiros meses de 2014.
 
De acordo com o vice-presidente da entidade, Cícero Hélio, os consumidores inadimplentes junto ao comércio local já podem procurar a CDL para negociar suas dívidas. Ele informou que todos os comércios que aderirem à campanha serão identificados, facilitando para que o consumidor consiga abatimento nos juros e multas cobrados pelo atraso. Os benefícios vão de 20% até 80% do valor de juros e multas cobrado pelos comerciantes.
 
“O cliente que fica negativado no comércio, ele deixa de comprar naquele comércio e passa a comprar no outro à vista. A ideia é fazer com que essa pessoa tenha a oportunidade de regularizar seu CPF, buscando a negociação com aquele comércio que ele está devendo”, explica Hélio, ressaltando que os comércios têm a liberdade de reparcelar os valores devidos pelos consumidores.
 
A intenção da CDL é estender a campanha de reabilitação de crédito por pelo menos dois meses. O período dependerá da procura de clientes e dos próprios comerciantes associados. A reabilitação de crédito deverá influenciar nas vendas de novembro e dezembro, período que o comércio tem maior aquecimento em razão das festas de fim de ano.
 
Contramão
Se a inadimplência subiu 67% nos últimos meses de 2013 e nos primeiros de 2014, a busca pela reabilitação diminuiu. Em comparação ao ano passado, o percentual caiu 10%, passando de 63% para 53% o número de clientes que procuraram reabilitar o crédito, números que preocupam o setor. De acordo com dados da CDL, são 11 mil novas dívidas inscritas no Sistema de Proteção ao Crédito nesse período avaliado.
 
Cícero Hélio disse que o crescimento da inadimplência ocorreu a partir do mês de agosto. Ele não soube atribuir a causa desse comportamento. 

MT Agora - Expresso MT

COMENTARIOS

Guia MT

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

COTAÇÃO