Entrega De Obra

Concluída obra de passarela para pedestres na BR-163 em Sorriso; investimento de R$ 2 milhões

A obra recebeu um investimento de cerca de R$ 2 milhões.

20 de Dezembro de 2016 as 18h 50min

A primeira passarela para pedestres na rodovia federal no município será entregue oficialmente pela Rota do Oeste, nesta quarta-feira (21), às 10h e haverá campanha de conscientização sobre a importância do uso da estrutura, como forma de garantir a segurança dos usuários que dependem da travessia. A obra recebeu um investimento de cerca de R$ 2 milhões. O valor reflete a modelo estrutural e a adequação de projeto, que segue recomendações e padrão de qualidade determinados pelas entidades técnicas do setor.

A BR-163 atravessa a área central da cidade e a relação dos moradores com a rodovia é intensa. A entrega do dispositivo atende um anseio antigo da população. O dispositivo vai ligar a Perimetral Sudeste, próximo ao Jardim Califórnia, com a avenida Idemar Riedi, no bairro Industrial, e foi definido em conjunto com a Secretaria Municipal de Cidades, diante da quantidade de pedestres que precisam atravessar a rodovia todos os dias.

Intitulada Por Cima do Risco, a campanha busca firmar um termo de compromisso e parceria com os usuários para que se tornem multiplicadores desse processo de conscientização. “A Rota do Oeste é parceira da segurança e da população e queremos que todos abracem essa causa, que tem como foco principal preservar vidas”, pontua o gestor de Relacionamentos, Fábio Abritta.

O porta-voz destaca ainda que a concessionária entende a necessidade de atuar na conscientização dos usuários para que a passagem pelo dispositivo de segurança vire uma rotina.  “Recebemos muitas cobranças para a conclusão da passarela e acreditamos que os moradores de Sorriso farão um bom uso. Mas ainda assim, vamos reforçar a importância da adesão em massa dos pedestres”.

A etapa final das atividades de instalação da passarela teve início em agosto deste ano. Nos últimos meses, a estrutura recebeu vários itens de segurança, como guarda corpo, tela de bloqueio de passagem de pedestre, conclusão da calçada, que recebeu todos os dispositivos necessários para garantir a acessibilidade, entre outros detalhes.

Abritta lembra que o prazo para a construção da passarela era o ano de 2019, mas explica a opção de antecipar o trabalho. “Entendemos que era um ponto prioritário, com um fluxo grande de pedestres e, portanto, risco maior de acidentes”.

MT Agora - Só Notícias

COMENTARIOS

Guia MT

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

COTAÇÃO