Cidades

Diretor do SAAE garante que pagamento da água será conforme consumo dos moradores

"Aqueles que consumirem pouco, continuarão pagando pouco pelo consumo de água", garante o diretor do Saae, Pedro Góis. A tarifa de consumo de água não era atualizada desde 1993. A medida visa garantir o equilíbrio entre a arrecadação e os gastos c

Assessoria / Marcello Paulino | 11 de Outubro de 2013 as 06h 09min
MT Agora - Assessoria

O Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae) de Lucas do Rio Verde está atualizando a tarifa de consumo de água praticada no município. A partir da próxima fatura, o consumo por metro cúbico irá sofrer uma revisão nos valores, que varia de acordo com a utilização de cada morador.
 
No caso das famílias que consomem o valor mínimo, até dez metros cúbicos por mês, a taxa mínima subirá de R$ 1,18 para R$ 1,53, por m³. O valor ainda é o mais baixo, se comparado aos municípios da região.
 
O diretor do Saae, Pedro Góis, ressalta que a medida não trará grandes impactos no orçamento das famílias que utilizam o serviço com responsabilidade. “Aqueles que consumirem pouco, continuarão pagando pouco pelo consumo de água.”
 
A revisão nas tarifas atinge também o consumo dos estabelecimentos comerciais e industriais instalados no município. No caso dos comércios, o valor mínimo por m³ saltará de R$ 2,16 para R$ 3,49, ainda abaixo do valor praticado na região.
 
Segundo o diretor, desde 1993, a tarifa praticada no município não era atualizada e atualmente, a arrecadação e os gastos estavam em equilíbrio, inviabilizando novos investimentos em ampliação, captação e melhorias no sistema.
 
“A revisão tem como objetivo garantir a sustentabilidade da autarquia e ao mesmo tempo, incentivar o consumo consciente de água. Chegamos em um momento em que a arrecadação e os custos de manutenção estavam no mesmo patamar, a ponto de comprometer até mesmo o salário dos servidores.”
 
Outra novidade, é a criação de uma tarifa social, com redução de 50% na tarifa mínima para as famílias de baixa renda e 80% para as entidades assistenciais, de acordo com o consumo mensal. O projeto será encaminhado para análise e aprovação da Câmara de Vereadores. Se aprovado, beneficiará até 1.500 famílias.
 
A tabela com as novas tarifas está disponível no site www.saaelrv.com.br.

COMENTARIOS

Guia MT

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

COTAÇÃO