Dr. Sílvio Favero doa 100% da sua terceira remuneração para a Fundação Luverdense de Saúde

Direito Executivo da Fundação Luverdense de Saúde fez um balanço da atual situação da entidade e agradeceu o valor recebido e destacou que veio em um momento oportuno.

13/03/2017 - 09:05:04

   

Após a APAE e a ALPATAS a entidade beneficiada foi a Fundação Luverdense de Saúde gestora do Hospital São Lucas que recebeu na manhã desta segunda-feira, 13, do vice-prefeito Dr. Sílvio Favaro o valor total de sua remuneração de R$ 7.730.00 (sete mil setecentos e trinta reais) que é referente ao terceiro mês como vice-prefeito, segundo ele a antecipação do repasse se deu pela necessidade urgente que se encontra a Fundação, “temos acompanhado os trabalhos que é desenvolvido pelo Hospital São Lucas, a necessidade dos médicos que tem trabalhado desde o ano passado sem receber o seu honorário que é de direito, e acima de tudo a necessidade interna tanto para compra de medicamentos quanto para honrar com os seus compromissos, esse repasse é muito pouco perto do que a realmente se precisa porém é uma iniciativa para quem sabe despertar ou fazer com que a sociedade olhe com outros olhos a fundação que precisa tanto e com tão pouco faz muito pelos nossos Luverdense” destacou Sílvio Favero. 

O Diretor Executivo da Fundação Luverdense de Saúde Claudio Boff agradeceu a iniciativa e enfatizou a credibilidade que o Hospital São Lucas possui. “O que precisamos é que todos ajudem o hospital de alguma forma, seja com valores ou até mesmo com uma visita para conhecer a estrutura e o trabalho que é desenvolvido, as pessoas precisam colocar na cabeça que o Hospital São Lucas é para a população e não para meia dúzia de pessoas. A Preocupação do hospital é fazer uma gestão transparente, uma doação como esta mostra claramente que a sociedade tem confiado no trabalho prestado. Essa doação mesmo sendo o salário cheio do vice-prefeito mostra a confiança também do Sílvio na Fundação, e mesmo que não resolva todos os problemas do hospital esse valor veio na hora certa.” Pontuou Claudio Boff

Na oportunidade o Diretor Executivo relatou que é importante a sociedade saber a forma de funcionamento do Hospital para não haver confusão, “É importante que a sociedade saiba como funciona o sistema de repasses financeiros, um exemplo são as AIH (Autorização de Internação Hospitalar) onde o governo do estado paga 148. Entenda este exemplo o custo de uma cesariana para o Hospital São Lucas é de R$ 2.500,00 reais que engloba os profissionais envolvidos, quarto, despesas com medicação ou seja tudo que é necessário; o governo do estado faz um repasse de apenas R$ 500,00 reais e o hospital fica com R$ 2.000,00 reais de déficit em apenas uma cesariana; então esse contrato de gestão que temos com a prefeitura cobre essa diferença pois o Hospital São Lucas atende o povo de Lucas do Rio Verde e é obrigação da prefeitura ajudar na saúde do povo se não já tínhamos fechados as portas pois não tem como aguentar o hospital. É valido destacar que isso é referente aos 148 AIH porém o hospital atende de 250 a 300 AIH por mês e dependemos desse repasse do poder público para cobrir essas despesas.” Explicou Cláucio.

Em conversa com o Diretor executo ele ainda pontuou a forma de pagamento dos serviços médicos, “Os médicos tem a tabela SUS que paga para entre 50 a 100 reais para o médico. Nós pagamos três vezes e meia mais a tabela do SUS, então o médico que trabalha no Hospital São Lucas não recebe pela tabela SUS, ele recebe este valor quando atende a AIH que é pago pelo hospital e devido a isso essa diferença tão grande e a prefeitura é quem cobre essa despesa pois é um cidadão Luverdense que está sendo atendido, pois não temos de onde tirar o dinheiro para cobrir essas diferenças.” Exemplificou Cláudio Boff.

Sobre o repasse deste ano Cláudio está confiante que será feito o quanto antes, pois várias reuniões entre o poder público e a direção do hospital já foram feitas “A prefeitura parece que não entendeu o porquê do repasse da verba de gestão que é para pagar essa diferença, se teve uma reunião com o Vereador Callai e os vereadores da câmara para repassar para o Hospital o valor de R$ 1.880,00.00 (Um Milhão e Oitocentos e Oitenta Mil reais) que ainda não foi repassado pela prefeitura. Quando o secretário de saúde fala que não deve o hospital realmente não deve, o Hospital apenas prestou um serviço para a população de Lucas do Rio Verde agora a prefeitura devolve o dinheiro para o hospital pois o poder público é detentor da saúde pública, e a prefeitura sempre foi parceira e acredito que agora não será diferente.” Finalizou o Diretor Executivo da Fundação.

O Vice-prefeito Sílvio Favero relatou que o Hospital São Lucas desenvolve um trabalho impar para a sociedade em geral e que a ajuda de mais pessoas iria proporcionar uma melhora significativa em todo o sistema “Me senti na obrigação de fazer esse repasse, moro aqui com a minha família e ter um hospital que atenda a necessidade de um povo como um todo é um muito importante, convido a todos os empresários, profissionais liberais comerciantes a conhecerem a estrutura e as reais necessidades da fundação, uma pequena ajuda tem um grande efeito para um todo. Faça uma visita e contribua, ouvi uma vez uma frase que dizia que ninguém é tão rico que nunca precisa e nem tão pobre que não tenha nada para contribuir, faça a sua parte”. Finalizou o Vice-prefeito.

MT Agora

Mais Noticias

Meio Ambiente

Educação mobiliza estudantes para participar da Conferência de Meio Ambiente

Congresso

Nutricionistas participam de Congresso Brasileiro de Nutrição

Programa Pró-Família

Assistência Social e Saúde realizam reunião sobre o Programa Pró-Família

Homenagem

13ª Cia do Corpo de Bombeiros homenageia prefeito e secretários

20/04/2018 -

Contribuintes terão até 55% de descontos no IPTU 2018

Os contribuintes que fizerem o pagamento do IPTU em cota única até 11 de maio terão descontos de até 55%

19/04/2018 -

Servidores municipais participam de discussão sobre Planejamento Estratégico

Esta etapa do PDI conta com o auxílio dos consultores do TCE, José Marcelo e Volmir Manhabosco e da pesquisadora da UFMT, Elisandra Zambra.

19/04/2018 -

Em Lucas do Rio Verde não há motivos para preocupação com o H1N1, afirma médico

Não há casos de H1N1 ou outros subtipos da Influenza no município

19/04/2018 -

Mototaxistas luverdenses realizam curso de qualificação

O curso é ofertado pela Prefeitura tem a finalidade de atualizar aqueles que já são mototaxistas e capacitar o segundo piloto.

18/04/2018 -

Profissionais da área financeira de 15 prefeituras participam de curso em Lucas do Rio Verde

O evento é uma parceria e iniciativa para qualificar o corpo técnico de fiscalização das Secretarias de Finanças dos municípios

18/04/2018 -

Dois homens morrem em acidente entre carretas e carro na estrada

Vítimas fatais estavam em veículo Corsa Classic; caminhoneiros não se feriram

18/04/2018 -

Condutor morre em acidente com moto importada em Sorriso

O corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal e deve ser liberado e deverá ser trasladado para Curitiba (PR).

17/04/2018 -

Carreta e carro se envolvem em colisão na BR-163 em Lucas do Rio Verde

Uma colisão ocorreu hoje (17) na BR-163, saída para Nova Mutum. O acidente envolveu uma carreta e um veículo

17/04/2018 -

Sorriso: Parentes de professora que morreu de Pneumonia seguem internados no HRS em estado estável

Ambos apresentaram sintomas semelhantes e estão medicados.

17/04/2018 -

Sorriso: Exame para confirmar se professora morreu de H1N1 deve sair em 30 dias; 2 parentes internados

Camila Ramos de Souza morreu rapidamente após quadro de gripe se agravar

17/04/2018 -

Sorriso: vacina contra influenza será distribuída na próxima semana, diz secretário

A imunização é gratuita, mas, inicialmente, apenas alguns grupos são prioritários.

17/04/2018 -

Sorriso: Pais temem contaminação, mas Secretaria diz que não há necessidade de suspender aulas

Lúcia Drechsler informou que medidas de higiene estão sendo adotadas em todas as escolas de Sorriso.

17/04/2018 -

Procura por vacina contra a gripe aumenta após morte de professora e longas filas se formam em clínicas de MT

Camila Ramos, de 29 anos, morreu no Hospital Regional de Sorriso no domingo (15) e médicos suspeitam de H1N1. Campanha de vacinação na rede pública começa na próxima semana no município.

17/04/2018 -

Lucas: Gestores e coordenadores participam de encontro sobre Base Nacional Comum Curricular

A BNCC deve nortear os currículos e propostas pedagógicas das redes de ensino em todo país

17/04/2018 -

Acontece em Lucas do Rio Verde o 4º Encontro Regional de Gestores Escolares

O encontro é promovido pelo programa A União Faz a Vida e reúne cerca de 280 participantes das escolas municipais, estaduais e particulares

Disk Bem

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

Tempo Agora