Cidades

Em Lucas: duas escolas da Rede Estadual aderem à paralisação unificada de 24 horas

A paralisação deve se estender também às áreas da saúde e segurança pública

Paralização | 12 de Fevereiro de 2019 as 17h 00min
Fonte: João Ricardo | Cenário MT

Tania Jorra - presidente da subsede do Sintep/MT em Lucas do Rio Verde. FOTO: Robson Alex/MT Agora

Professores e demais profissionais da educação da rede estadual em Mato Grosso, aderem a partir da meia noite de hoje, por 24 horas, a paralisação das atividades nas unidades escolares.

Em Lucas do Rio Verde-MT, de acordo com a presidente da subsede do Sintep/MT, professora Tânia Jorra, somente as escolas Dom Bosco (bairro Rio Verde) e Luiz Carlos Ceconello (Bairro Cerrado) irão aderir à paralisação. As demais deverão ter aula normal.

“Na semana passada tivemos uma assembleia aqui em nossa sede, logo após tivemos assembleia estadual, onde ficou deliberado que nesta terça-feira (12), teremos essa paralização, que na verdade é unificada. Não é só a educação que vai parar. Foi deliberado que todos os setores do estado parem, saúde, segurança e unemat”, salientou jorra.

A partir do ato de paralisação unificada, o setor de educação de Mato Grosso, passa a ficar em assembleia permanente “e que a qualquer momento, dependendo do comportamento das questões estaduais, poderá haver uma greve geral”, afirmou Tania Jorra.

A paralisação unificada é em desfavor do pacote de medidas proposto pelo governador Mauro Mendes (DEM), que foi aprovado pela Assembleia Legislativa, no mês passado. Entre as medidas está o congelamento do RGA (Revisão Geral Anual) por dois anos, condicionada a capacidade financeira do estado. Entre outras medidas.

Em nota, por meio do seu site, o Sindicato dos Servidores Públicos da Saúde de Mato Grosso (SISMA/MT) afirmou que:

 “Casso o governo não cumpra com a constituição estadual, no que reza o artigo 147 e não quite a folha salarial em sua integralidade, para servidores da ativa, aposentados e pensionistas até o dia 11 de fevereiro a categoria decidiu que fará uma paralização no dia 12 de fevereiro, com parada de 24 horas. A ação será deflagrada em todo estado, abrangendo unidades ambulatoriais, hospitalares e administrativas, mantendo o efetivo de 30 % da urgência e emergência, e desmarcando todos os procedimentos eletivos”.

COMENTARIOS

Guia MT

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

COTAÇÃO