Pais de alunos da escola Manuel de Barros conseguem patrocínio de ônibus para poder estudar.

Os ônibus estão parados por problemas mecânicos e de licitação, o problema será solucionado no prazo de 60 dias.

13/03/2017 - 14:02:13

   

Na manhã de hoje, 13, nossa equipe de reportagem foi acionada pelos pais dos alunos da Escola Estadual Manuel de Barros onde um problema com o transporte escolar estaria prejudicando os alunos que ficariam sem aula por não terem como se transportar até a escola.

A Diretora da Escola Estadual Manoel de Barros Mari Tresut Gallert falou sobre a situação delicada que os pais dos alunos estão enfrentando com medo de que seus filhos não conseguissem estudar. “Os pais hoje não estão protestando e sim trazendo seus filhos, o protesto foi feito sábado quando eles precisaram recorrer em outras vias que não fosse a pública para conseguir esse ônibus, e só conseguiram graças a ajuda do Dr. Sílvio Fávero que é vice-prefeito e está afastado da prefeitura. A nossa escola tem capacidade de atender 800 alunos no período manhã e tarde, e hoje nós já estamos com 900 crianças, no ano passado nós recebemos uma lista de quase 200 alunos que viria pra cá, que viriam da rede municipal por morarem na região, quando essas crianças chegaram agente viu que não teríamos sala pois só três turmas saíram daqui e foram para o ensino médio.” Destacou Mari.

A Diretora declarou ainda as conversas que teve com o Poder Público para sanar as dificuldades encontradas na instituição. Nós procuramos a prefeitura em janeiro e perguntamos quais seriam os alunos mais interessante para a prefeitura para que agente atenda, os maiores de sexto ano ou os menores do primeiro ano, eles pediram para atendermos o do sexto ano que os do primeiro eles se responsabilizariam e iriam alocar em escolas públicas, com isso abrimos as vagas de sexto ano, dai então começou a aparecer aluno de primeiro ano, esses alunos nós não tínhamos onde coloca-los. A prefeitura veio aqui, fez uma pré-matrícula só que começou as aulas em fevereiro e os alunos não foram atendidos, então a comissão de reordenamento escolar decidiu que os alunos teriam que ser atendidos pela escola, porém nós não temos como abrir mão dos nossos dois espaços que temos que é a biblioteca e nem da sala de laboratório de informática, pois já possuímos as maquinas agora só falta a instalação, dai então o conselho deliberativo decidiu que não tem a possibilidade de ceder o espaço na escola pois se tem a necessidade do uso do mesmo para fins didáticos e pedagógicos, então resolvemos abrir salas anexas para evitar confronto com a prefeitura e evitar conversas como a escola não estaria cumprindo com sua função social, e a Escola Estadual Manuel de Barros sempre cumpriu e  sempre esteve ao lado do povo, desde a sua abertura quando ainda estava em anexo ao CEJA, e a prefeitura deveria entrar em contrapartida apenas com o transporte, e eles alegam que a rede urbana não se pode usar transporte escolar e sabemos que existem três ônibus que vem no bairro Jaime Seite Fuji levar as crianças do município para o centro e só para os nossos alunos que não podia.” Desabafa a Diretora.

A falta de ônibus foi informada através de um oficio. “Quando recebemos o oficio da prefeitura alegando que não haveria ônibus que teria que ter um prazo de 60 dias para concertar os veículos que estariam estragados, fiz minha obrigação que é chamar os pais e repassar a informação que nós não conseguimos e agora fica a critério deles o que fazer diante dessa situação, eles procuraram a prefeitura e não conseguiram e foi ai que buscaram ajuda com o vice-prefeito Dr. Sílvio Fávero que se dispôs nesses dois meses ceder um ônibus para transportar essas crianças.” Relatou a diretora.

Na oportunidade a diretora foi enfática em dizer que o estado tem feito a sua parte, porem precisa da contra partida do município. “Quero deixar claro que o estado de Mato Grosso, na condição de Secretária Estadual de Educação fez tudo que estava ao seu alcance para atender as crianças, abriu o espaço em outra escola estadual, contratou novos professores, hoje está aberto o contrato para Nutrição e Limpeza, o estado está fazendo a sua parte sim, mas tem que ser uma parceria, o setor publico até onde eu sei o que é pra um é para todos, então a questão do transporte é uma questão que a escola não tem como resolver.” Finalizou a Diretora.

Estava presente também Fabiola Magalhães que organizou a manifestação juntamente com os pais para encontrarem uma forma dos alunos não ficarem sem aula. “Agente foi à prefeitura e eles disseram que a escola tinha sala e não queria ceder, e a prefeitura não poderia dar o ônibus e até sexta feira não tínhamos nenhuma resposta, ai ligamos para o Silvio e marcamos uma reunião com ele e ele de pronto nos ajudou, a prefeitura simplesmente disse que não era com eles e nós ficamos perdidos. Estamos nos sentindo revoltados, pois não tivemos o retorno da prefeitura, votamos nessa nova gestão e eles não fazem nada por nós, pois querendo ou não em outros anos nunca aconteceu isso, se não fosse o Sílvio arrumar o ônibus pra gente como seria a nossa situação? eu tenho três filhos e como eu iria levar eles na escola, sinceramente eu não tenho como fazer isso.” Desabafou Fabiola.

Fernanda Todescati é uma das mães que ajudou a realizar a mobilização, na saída do ônibus ela relatou o sentimento vivido. “Nós sentimos enquanto população, discriminado pela prefeitura pelo falto deles disponibilizarem o ônibus para os alunos do município e negar pra gente na cara dura que não teria nenhum ônibus para nos servir neste momento, nem caberia nem a locação de um ônibus, então nos sentimos discriminados por muitas pessoas não terem condições de pagar para levar seus filhos para a escola”. Relatou Fernanda.

O Vice-prefeito Dr. Sílvio Fávero destacou que nenhuma criança pode ficar sem escola e pontuou também a sua indignação com tal fato, “Eu me sinto indignado, eu não posso deixa de contribuir com essas crianças que é o futuro de Lucas do Rio Verde e do nosso Brasil, que estão de forma indireta impossibilitadas de estudar, eu senti a obrigação de ajudar, mesmo não estando na prefeitura, e eu disse que seria o fiscalizador, independente estar na prefeitura ou não é um dever com o povo que nos creditou o voto. Estou fazendo isso mais uma vez tirando do meu bolso, está ficando uma situação muito chata para nossa cidade que é modelo e espelho na educação.” Declarou o vice-prefeito.

Outro Lado
A Secretária de Educação Cleusa de Marco prestou esclarecimentos à imprensa nesta segunda-feira (13), acerca do pedido enviado por ofício da necessidade de ônibus escolar para transportar alunos matriculados na Escola Estadual Manoel de Barros, localizada no bairro Parque das Américas.  A secretaria de Educação firmou compromisso com o Governo do Estado que providenciaria ônibus para esses alunos, mas por problemas mecânicos de outros ônibus e de licitação, o problema será solucionado no prazo de 60 dias.

“O transporte foi solicitado via escola Ceja, através de um ofício e não pela Secretária de Estado que seja liberado ônibus, porém respondemos que devido às licitações e os trâmites legais, em 60 dias não teríamos condições de atender o transporte e que a escola organizasse seu espaço para atender essas crianças lá na comunidade. Pedimos paciência, para que possamos organizar e reformar os cinco ônibus parados, além da liberação das licitações para que possamos efetivar a compra mais um ônibus”, afirmou Cleusa.

A Prefeitura de Lucas do Rio Verde mesmo não tendo obrigação de fornecer o transporte para alunos da rede estadual, entendeu a necessidade da comunidade que reside no município, e firmou essa parceria resultando no fornecimento de transporte escolar mas devido a legalidade precisará de 60 dias para cumprir o acordo.

“Estamos também com a demanda da APAE que nos foi solicitado via Ministério Público e estamos organizando para resolver dentro da lei. Esse é um pedido do prefeito Binotti, que tudo seja organizado com sua devida legalidade, e estamos trabalhando para que isso aconteça”, concluiu.

A secretaria de Educação está comprando um ônibus do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), mas que ainda não foi concluído pelo fator da licitação, que virá para suprir a necessidade com os cinco ônibus que estão parados devido problemas de motor e nos pneus. Cleusa ainda afirmou que a prioridade é o transporte escolar no interior do município, o qual está sendo cumprido sem interrupções desde o dia 6 de fevereiro, que é de obrigação legal do Poder Executivo Municipal.

MT Agora

Mais Noticias

Troca de Secretário

Prefeito anuncia novo secretário de Infraestrutura e Obras

Campanha do Agasalho

Campanha do Agasalho é lançada em Lucas do Rio Verde

Doação

Escola São Cristóvão doa material de limpeza para Hospital Regional de Sorriso

Limpeza de Terreno

Limpeza dos terrenos baldios do município foi intensificada no final de semana

26/06/2017 -

Prefeitura de Lucas do Rio Verde entrega nova sede da Guarda Municipal

A nova estrutura tem como objetivo dar maior conforto para o trabalho dos guardas municipais e melhorar o atendimento à população

26/06/2017 -

Moradores do bairro Rio Verde participaram do Programa Cuidar no sábado (24)

O bairro Rio Verde recebeu diversos serviços com a segunda edição do Programa Cuidar

26/06/2017 -

Após resultado negativo, Lucas do Rio Verde volta a ter mais contratação de funcionários

Nos cinco primeiros meses do ano, foram geradas de 900 novas vagas formais em Lucas, saldo de 5.907 contratações e 5.007 demissões.

23/06/2017 -

Representantes de instituições debatem situação de moradores de rua

Ações estão sendo desenvolvidas há meses, porém o número de pessoas tem aumentado

23/06/2017 -

Servidoras da prefeitura participam de curso sobre captação de recursos federais

O intuito é qualificar o corpo técnico do município quanto à execução de convênios

23/06/2017 -

Atletas luverdenses participarão da 2ª etapa do Campeonato Estadual de Natação

Participarão de Lucas do Rio Verde 110 atletas nas categorias A e B

23/06/2017 -

Prefeituras de Lucas e Cláudia trocam experiências sobre legislações relacionadas a inspeção

Mais conhecimento resulta em melhorias para agricultores familiares

23/06/2017 -

Encarregado de transportadora de Lucas do Rio Verde é suspeito de desviar R$ 50 mil em soja

Gerente denunciou funcionário por desvio de carga de grão

23/06/2017 -

Caminhão com carga de madeira tomba próximo a ponte do Rio Verde

Equipes do Corpo de Bombeiros, Polícia Militar, Polícia Rodoviária Federal e da Rota do Oeste foram para o local do acidente organizar o trânsito e realizar a retirada do veículo.

23/06/2017 -

Trabalhador morre após receber descarga elétrica em Lucas do Rio Verde

O trabalhador estava prestando serviço para uma empresa de provedores de internet de fibra ótica, quando por motivos ainda desconhecidos recebeu a descarga elétrica.

22/06/2017 -

Prefeitura abre concorrência pública para venda de terrenos

Os lotes medem entre 624 m² e 714 m²

22/06/2017 -

Projeto Horta na Escola colhe primeiras verduras com alunos da Menino Deus

O projeto segue em todas as escolas municipais e conta com o apoio da prefeitura

22/06/2017 -

Bairro Rio Verde receberá Programa Cuidar no próximo sábado (24)

O evento acontecerá na praça e ginásio do bairro, a partir das 14h

22/06/2017 -

Bairro Tessele Junior será contemplado com ciclovia

O projeto faz parte do Plano de Mobilidade Urbana do município

21/06/2017 -

Edificações da área central são demolidas para futuras comercializações

Aproximadamente 30 terrenos serão comercializados pelo poder público na área central de Lucas

Disk Bem

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

Tempo Agora