Construtores Para O Futuro

Presidente da ''Associação Construtores para o Futuro'' faz avaliação positiva sobre o projeto em 2018

Atualmente o projeto atende 100 alunos e é realizado em um espaço reservado no Parque de Exposições Roberto Munaretto.

21 de Dezembro de 2018 as 16h 20min

Em 2015, a Associação Construtores para o Futuro iniciou as suas ações em Lucas do Rio Verde, atendendo 50 crianças em situação de vulnerabilidade social, com o objetivo de levar instrução e disciplina aos jovens no contra turno escolar.

Passados três anos, atualmente o projeto atende 100 alunos e é realizado em um espaço reservado no Parque de Exposições Roberto Munaretto.

A atual Presidente da Associação, Janice Vaz Ribeiro fez uma avaliação positiva dos trabalhos realizados em 2018. “Nós trabalhamos do início ao fim desse ano com 100 crianças que gostam muito de participar do projeto. Inclusive aos finais de semana eles procuram a monitora e não querem ficar em casa, eles querem continuar as atividades. Por isso que digo que tivemos 100% da participação dos alunos que fazem questão de estar no projeto e por isso fechamos o ano com chave de ouro”, disse Janice, explicando ainda que o principal desafio do projeto é lidar com as famílias e fazer com elas apoiem essas crianças. “Nós somos meros receptores num contra turno escolar, mas eles precisam do apoio familiar. No próximo ano nós vamos retomar algumas ações que incluem a família e a escola para que eles consigam chegar onde querem”.

Já com relação a projeção de atendimento para 2019, a Presidente disse que a meta é manter os 100 alunos, haverá reuniões para melhorar ou trocar o espaço atual onde é ministrado o projeto. “No nosso espaço hoje, seria difícil manter mais de 100 alunos. Então a gente precisa no mínimo manter quem está hoje no projeto, e se possível aí sim ampliá-lo”, afirmou Janice.

Os Construtores para o Futuro trabalham no dia a dia de atividades, questões como civismo, patriotismo, os valores diários, o comportamento e a conscientização de que sempre existe a possibilidade de ser melhor no meio em que está inserido. “Entendemos que as crianças gostam sim de disciplina e quando são cobradas elas respondem a isso. Vamos continuar e precisamos aprimora-lo, pois existem muitas outras novidades que queremos inserir no projeto”.

Fonte: Rádio Regional FM

COMENTARIOS

Guia MT

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

COTAÇÃO