Cidades

Professoras de Lucas do Rio Verde concorrem a premiação nacional em evento do MEC

Prêmio Professores do Brasil será entregue em dezembro. Projeto de educadoras da Anjo Gabriel foi escolhido como o melhor da região Centro Oeste

Professores do Brasil | 27 de Novembro de 2013 as 06h 00min
MT Agora - Expresso MT

 

Acontece no próximo dia 12, em Brasília, a entrega do 7º Prêmio Professores do Brasil. Nesta edição, foram recebidos 3.221 relatos de experiências de educadores que trabalham em escolas da educação básica pública nas 27 unidades da Federação. Duas professoras de Lucas do Rio Verde estão entre as finalistas, tendo o projeto que apresentaram escolhido para representar a região Centro Oeste.
O objetivo do Professores do Brasil é reconhecer o mérito de educadores das redes públicas e a contribuição deles para a melhoria da qualidade da educação básica.
As professoras Juliana Alexandretti Rodigheri e Marleni Brautigan, ambas do Infantil 3 da Escola Municipal Anjo Gabriel, tiveram o projeto selecionado para participar da final. A proposta foi facilitar a adaptação dos alunos na transição da creche para a pré-escola. “Nem sempre é fácil. Por isso a gente proporcionou essas atividades pra eles sentirem-se mais seguros, melhor adaptados e tambem pra desenvolver habilidades que nessa idade são necessárias”, observou Juliana.
Foi a segunda vez que as professoras tiveram trabalhados reconhecidos em concurso em nivel federal. A primeira vez foi em 2008. “Ficamos muito felizes de novamente ser reconhecidos e tambem é um estímulo para outros professores. A gente sabe que muitos realizam trabalho em sala e nem sempre é divulgado”, citou a educadora.
Marleni avaliou como positivo o projeto que iniciou com o ano letivo 2013. Ela destaca o aproveitamento dos alunos nas atividades propostas, uma fase em que a criança precisa ter a coordenação motora estimulada. “Queremos ter sequencia, pois temos que trabalhar essa parte. No ano que vem, provavelmente vamos pegar outra turma, mas continuar com o projeto”, antecipa.
A educadora tambem falou sobre o reconhecimento do trabalho executado em sala de aula que nem sempre tem o devido reconhecimento público. “Quando se é selecionado é muito bom”, declarou Marleni. “A gente tem esperança”, completa a educadora, sobre ganhar o prêmio nacional da subcategoria Educação infantil.
Premiação
Dos inscritos, 40 professores receberão R$ 6 mil, cada, independentemente da categoria em que tenha concorrido, além de troféu e certificado. Existe ainda um prêmio extra de R$ 5 mil, que será entregue a oito educadores, um em cada subcategoria: educação infantil, anos iniciais do ensino fundamental, anos finais do ensino fundamental, ensino médio, educação integral e integrada, ciências para os anos iniciais, alfabetização, educação digital articulada ao desenvolvimento do currículo. Os vencedores do prêmio extra serão conhecidos durante a cerimônia em Brasília.
Os 40 educadores selecionados receberão passagens para Brasília, ida e volta, hospedagem e alimentação. As escolas onde os professores desenvolveram os trabalhos vencedores receberão placa comemorativa.
Trajetória
Nas duas primeiras edições do Prêmio Professores do Brasil, em 2005 e 2007, participaram docentes da educação infantil e dos anos iniciais do ensino fundamental. Em cada ano foram premiados 20 projetos. A partir de 2008, o prêmio foi estendido para toda a educação básica, incluindo os anos finais do ensino fundamental e o ensino médio. O número de selecionados subiu para 40.
Dados da coordenação geral de tecnologias da educação básica do MEC informam a evolução das inscrições no período. Em 2005 participaram 1.131 experiências. Em 2007 o número cresceu para 1.564, decrescendo em 2008 (779). Voltou a haver crescimento em 2009 (2.100), caindo para 1.612 em 2011. Foram registradas 2.617 inscrições em 2012.

 

 

COMENTARIOS

Guia MT

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

COTAÇÃO