Cidades

Projeto de Trabalho Social é realizado com 350 famílias luverdenses

O projeto é uma ação direta com moradores com foco em viabilizar o exercício da participação cidadã

Trabalho Social | 10 de Maio de 2018 as 13h 23min
MT Agora - Carolina Matter | Ascom

A Prefeitura de Lucas do Rio Verde, por meio da Secretaria Municipal de Planejamento e Cidade, em parceria com Governo Federal e Ministério das Cidades, apresentou na noite desta quarta-feira (09) o Projeto Técnico Social (PTS) do Plano de Desenvolvimento Socioterritorial (PDST), para os moradores do Residencial Vida Nova I.

O projeto é uma ação direta com moradores do conjunto habitacional do Programa Minha Casa Minha Vida – Faixa I, com o foco em viabilizar o exercício da participação cidadã, com serviços informativos e educativos, favorecendo a organização comunitária, tendo em vista a melhoria da qualidade de vida das 350 famílias que lá residem.

“Quando da implantação de um projeto habitacional, é necessária a execução também de diversos outros projetos, principalmente de inserção à cidadania. O intuito é promover a integração dos moradores com a sociedade, para que eles interajam, saibam dos regramentos, tenham vivencia comunitária, inseridos na ocupação socioterritorial”, explicou o diretor de Desenvolvimento Humano, Günter Stechert.

As ações junto à comunidade estão sendo desenvolvidas pela empresa contratada pelo governo, Cityplan Consultoria, Assessoria e Planejamento, que realiza ações pré e pós-ocupação das unidades habitacionais. O trabalho, que tem duração de 12 meses, é desenvolvido a partir de quatro eixos, estabelecidos pelo Ministério das Cidades: mobilização, organização e fortalecimento social; acompanhamento e gestão social da intervenção; educação ambiental e patrimonial; e desenvolvimento socioeconômico.

“O Plano de Desenvolvimento Socioterritorial é uma exigência do contrato do Faixa I e cada mês terá atividade diferenciada, com vários temas, como coleta seletiva de lixo, meio ambiente, relação entre vizinhos e na comunidade, prevenção de conflitos, trabalho educativo e de fortalecimento das famílias. Somado à isso, terão cursos de geração de renda em áreas de maior necessidade da comunidade e adequados ao perfil das pessoas com embasamento na pesquisa realizada com moradores antes mesmo da entrega do residencial. Alimentação e estética são os principais temas a serem abordados”, destacou a assistente social da Secretaria Municipal de Planejamento e Cidade, Marguit Breitenbach.

A dona de casa Jeneci Gomes Ferreira, moradora do residencial desde dezembro, aprovou a realização do projeto. “Paguei aluguel a vida inteira e agora tenho minha casinha, e com essa ação tão importante pra comunidade até eu com mais idade quero aproveitar”, disse.

Durante a apresentação do projeto, foi destinado um local para diversão das crianças, teve apresentação de dança, lanche e sorteio de uma bicicleta.

COMENTARIOS

Disk Bem

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

TEMPO AGORA

Hoje, Domingo

Lucas do Rio Verde, MT

Tempestades

27º

COTAÇÃO