Estudo

Estudo mostra que adolescentes de faixas carentes estão mais obesos

Esta é a primeira vez que uma investigação como essa é feita no Brasil, observando fatores socioeconômicos associados à desnutrição e à obesidade.

Fonte: Cristina Índio do Brasil | Agência Brasil
10 de Julho de 2019 as 21h 04min

Adolescentes residentes no Brasil, de faixas mais pobres da população, estão mais obesos e ainda sofrem de desnutrição. 

É o que mostra estudo feito por pesquisadores da Escola de Nutrição da Universidade Federal da Bahia (UFBA) e do Centro de Integração de Dados e Conhecimentos para Saúde da Fundação Oswaldo Cruz da Bahia (Cidacs/Fiocruz Bahia).

Esta é a primeira vez que uma investigação como essa é feita no Brasil, observando fatores socioeconômicos associados à desnutrição e à obesidade.

Para fazer o trabalho, os técnicos utilizaram dados das edições de 2009, a primeira, e da mais recente, de 2015, da Pesquisa Nacional de Saúde do Escolar (Pense), desenvolvida pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O trabalho investiga doenças crônicas não transmissíveis entre adolescentes escolares brasileiros.

O estudo comparou os índices nutricionais de alunos de 13 a 17 anos, separados entre os que apresentam somente sobrepeso ou baixa estatura e aqueles que apresentam as duas condições.

Sobrepeso
Na visão dos pesquisadores, houve aumento de sobrepeso entre os adolescentes de todos os níveis socioeconômicos e, ao mesmo tempo, também aparece nesses estudantes a desnutrição, revelada pela baixa estatura.

Segundo o estudo, os adolescentes de escolas privadas têm maior chance de desenvolver excesso de peso em relação aos estudantes da escola pública, mas ao longo do tempo a diferença se reduziu. Entre 2009 e 2015, o índice de adolescentes com excesso de peso na rede privada, que era 28,7%, permaneceu inalterável, mas a taxa entre os da rede pública aumentou de 19% para 23,1%.

Dupla carga
No estudo, os pesquisadores identificaram que a dupla carga de má nutrição, uma característica de desnutrição e obesidade, simultâneas, atinge menos de 1% dos estudantes.

Apesar disso, nem sempre uma melhoria nas condições socioeconômicas vem acompanhada de maior qualidade nutricional.

“O indivíduo que tem dupla carga é aquele adolescente que apresenta baixa estatura, um sinônimo de desnutrição crônica e excesso de peso. A dupla carga pode se manifestar de três formas. Tanto em nível individual, que é o caso do nosso estudo, sendo os dois desfechos no mesmo indivíduo. Pode ser também em nível familiar, por exemplo, uma mãe com excesso de peso e um filho com desnutrição, ou em nível comunitário, onde em um mesmo local temos taxas altas tanto de desnutrição quanto de obesidade. No nosso estudo foi bem específico, com adolescente de baixa estatura e excesso de peso”, disse a pesquisadora da UFBA, Júlia Uzêda, em entrevista à Agência Brasil.

Em 2009, na análise separada, o grupo que apresentou os dois desfechos de saúde, independentemente de sexo, e diferenciando entre estudantes de escola pública e privada, a simultaneidade aparece em 29 estudantes do ensino particular (0,2%) contra 185 do público (0,4%).

Isso significa que a dupla carga é maior entre estudantes da rede pública. Em 2015, a taxa de dupla carga entre os estudantes de escola privada atingiu 0,3% e nos da rede pública permaneceu em 0,4%. As meninas, com 0,4%, ainda são maioria, enquanto entre os meninos ficou em 0,3%.

Fatores
De acordo com o pesquisador do Cidacs Natanael Silva, embora o estudo não tenha se baseado em classes sociais, há variáveis analisadas que indicaram um crescimento de obesidade, atingindo cada vez mais a população menos favorecida socioeconomicamente.

Segundo ele, os alimentos processados podem ser um dos fatores da obesidade, por serem também de preços mais baixos.

“Os alimentos processados acabam sendo mais baratos do que qualquer alimento natural e por terem maior aporte calórico, muitas vezes serem vendidos em grandes quantidades, mais baratos e atrativos, chamam bastante a atenção do público mais vulnerável”, disse.

Além disso, foram selecionadas informações socioeconômicas de adolescentes, como escolaridade da mãe, raça, sexo e tipo de unidade escolar.

Os filhos de mulheres que completaram a educação primária revelaram melhores índices de nutrição, apresentando a metade da taxa de dupla carga do que os estudantes cujas mães não finalizaram essa etapa.

Júlia Uzêda informou que há estudos comprovando que a desnutrição em período intrauterino provoca mecanismos no corpo que aparecem futuramente na vida da criança, por causa de problemas na absorção de gordura, que resultam na obesidade.

“O adolescente é um público vulnerável por todas as mudanças físicas, então, quando o indivíduo tem dupla carga, ele passa a ter riscos tanto de desnutrição quanto de obesidade, por isso o nome de dupla carga”, observou.

Políticas Públicas
Os pesquisadores defenderam que o estudo serve para ajudar na elaboração de políticas públicas.

Para Júlia Uzêda, existem fatores que não foram analisados no estudo, como o consumo alimentar e, principalmente, a qualidade dos alimentos ingeridos, mas as informações encontradas já podem servir para a adoção de medidas com o foco na qualidade da nutrição.

“Muitas vezes as políticas públicas são destinadas isoladamente à obesidade ou à desnutrição e acabam tratando um e esquecendo outro. A transição nutricional tem o perfil que é a diminuição da desnutrição, mas não deixa de existir, enquanto a obesidade e o excesso de peso aumentam. Isso muda o foco das políticas públicas”, disse a pesquisadora.


COMENTARIOS

Mais de Ciência e Saúde

Saúde

Problemas de saúde de motoristas contribuem para acidentes em estradas

Em cinco anos 250 mil acidentes foram registrados em rodovias federais

12 de Setembro de 2019 as 15h35

Saúde

Ministério da Saúde antecipa campanha de combate ao Aedes aegypti

Objetivo é mobilizar mais a população no período da seca

12 de Setembro de 2019 as 15h31

Saúde

Em um ano, incidência da dengue no país aumenta 600%

O Ministério da Saúde informou hoje (11) que, de 30 de dezembro a 24 de agosto, foram registrados 1.439.471 casos de dengue em todo o país.

11 de Setembro de 2019 as 13h30

Saúde

Termina na terça consulta sobre novo tratamento de HIV-Tuberculose

Segundo o Ministério da Saúde, a chance de uma pessoa que vive com HIV ter tuberculose é 25 vezes maior que uma pessoa sem HIV.

07 de Setembro de 2019 as 17h30

Saúde

Rio aguarda análise que pode confirmar 22º caso de sarampo no estado

Os sintomas são febre acompanhada de tosse, irritação nos olhos, coriza e mal-estar intenso.

06 de Setembro de 2019 as 14h43

Saúde

Ministério confirma 2.753 casos de sarampo, 98% em São Paulo

Foram registradas quatro mortes, sendo três de bebês com até 1 ano

04 de Setembro de 2019 as 15h16

Saúde

Saúde zera a fila de cirurgias de cataratas em Tapurah

Os procedimentos foram realizados na cidade de Sorriso.

02 de Setembro de 2019 as 22h19

Saúde

Vacinação contra sarampo será intensificada em creches de SP

Unidades Básicas de Saúde continuam ofertando a imunização

02 de Setembro de 2019 as 21h46

Saúde

Casos de sarampo no estado de São Paulo sobem para 2.457

A doença já matou duas crianças e um homem de 42 anos.

31 de Agosto de 2019 as 14h41

HIV

Lucas do Rio Verde registra 37 novos casos de HIV no primeiro semestre de 2019

Atualmente a Secretaria de Saúde faz o acompanhamento de 238 pacientes soropositivos

20 de Agosto de 2019 as 09h29

Saúde

Medicamento por compartilhamento de risco amplia tratamento de AME

Ministério da Saúde cria alternativas para promover melhores condições de vida ao paciente. Uma delas foi a incorporação do medicamento Spinraza.

15 de Julho de 2019 as 21h36

Estudo

Composto de planta da Mata Atlântica combate leishmaniose e Chagas

Estudo do Instituto Adolfo Lutz, Universidade Federal do ABC e Universidade de Oxford, apoiado pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp), pode resultar em novos medicamentos para o tratamento de pacientes.

14 de Julho de 2019 as 23h48

Saúde

Fechada há 4 meses, Santa Casa de Cuiabá deve ser reinaugurada e reabrir até o final de julho

Santa Casa de Misericórdia de Cuiabá deve ser reinaugurada na próxima terça-feira (23). O atendimento da população, porém, não deve ser feito de imediato.

13 de Julho de 2019 as 22h16

UTI Em Lucas

Hospital São Lucas passa a gerir UTI’s a partir de segunda-feira (15)

''Estamos realmente em uma força tarefa para fazer as UTI’s funcionar'', afirma gestora do HSL

13 de Julho de 2019 as 20h27

Processo Seletivo

Governo publica novo processo seletivo com 215 vagas para o Hospital Regional de Alta Floresta (MT)

De acordo com o edital, as inscrições poderão ser realizadas presencialmente no Escritório Regional de Saúde de Alta Floresta, a partir desta sexta-feira (12), das 8h às 17h dos dias úteis, e estarão abertas até o dia 25 de julho.

12 de Julho de 2019 as 22h08

Guia MT

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

Enquete

Qual é sua opinião sobre o trancamento da pauta pela Câmara de Vereadores de Lucas do Rio Verde?

A Favor

Contra

Parcial
veja +

COTAÇÃO