Recursos Para A Saúde

Saúde: Prefeito e vereadores cobram viabilidade de recursos para Lucas do Rio Verde

Na semana passada esteve em Cuiabá, o prefeito Luiz Binotti juntamente com os vereadores Marcos Paulista e Airton Callai, onde participaram de audiência com o Secretário de Estado de Saúde Gilberto Figueiredo.

22 de Fevereiro de 2019 as 06h 44min

Na semana passada esteve em Cuiabá, o prefeito Luiz Binotti juntamente com os vereadores Marcos Paulista e Airton Callai, onde participaram de audiência com o Secretário de Estado de Saúde Gilberto Figueiredo.

O vereador Airton Callai, cobrou o valor de R$ 1.850.000,00 que o governo anterior não repassou para o Município de Lucas do Rio Verde-MT. Na oportunidade também foi discutido sobre a repactuação do Convênio das UTIs do Hospital.

“Em longa conversa com Secretário de Saúde, Gilberto Figueiredo, tivemos a notícia que o valor ao hospital São Lucas permanecerá atrasado por falta de recursos. Porém o Convênio das UTIs, será novamente firmado”, comentou.

Na oportunidade, o Secretário de Estado de Saúde comentou que os hospitais regionais de Sinop e Sorrio estão em processo de retomada, onde a gestão passará a ser por conta do Consócio Intermunicipal de Saúde Vale do Teles Pires. Figueiredo destacou que a área de saúde, é o setor hoje que mais sofre com a falta de recursos.

“Tivemos a garantia por parte do Secretário que os recursos para as UTI’s do Hospital São Lucas serão mantidos. Sabemos que o governo não fez os repasses de novembro e dezembro, mas é uma questão de rotina, onde a conta sempre é a presentada com dois meses de atraso. Pedimos que seja renovada com urgência a portaria do convenio com a Secretaria de Estado de Saúde e hospital São Lucas para manter os 16 leitos de UTI, cujo valor chega a R$ 720 mil por mês”, salientou o prefeito Binotti.

Os representantes de Lucas do Rio Verde cobraram também do Secretário de Estado de Saúde, a habilitação das UTI’s do Hospital São Lucas junto ao Ministério da Saúde. O processo já vem se arrastando por longo tempo e dessa forma, não há repasse do Governo Federal para manter as unidades de tratamento intensivo.

“A partir do momento em que as UTI’s forem habilitadas no Ministério da Saúde, o município de Lucas do Rio Verde diminuirá o valor que têm passado mensalmente. O município fazia o repasse de R$ 96 mil e agora para renovar com o Instituto Sant Rosa, tivemos que aumentar R$ 54 mil. Então R$ 150 mil por mês para manter as UTI’s saem do caixa da prefeitura”.

Fonte: João Ricardo | Cenário MT

COMENTARIOS

Guia MT

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

COTAÇÃO