A corrupta ditadura da coalizão

A verdade é que, apesar da corrupção envolver os homens, o principal corrupto é o sistema.

06/06/2016 - 05:29:08

   

A população brasileira vive o sobressalto das revelações. Dirigentes das maiores empreiteiras, altos executivos de estatais e personalidades políticas de alto bordo encarcerados ou usando tornozeleiras elaborada para a contenção de bandidos.

Dezenas de parlamentares e homens de governo são investigados são investigados e correm o risco de caírem na vala comum dos corruptos. O novo governo, ainda provisório, é alvo de manifestações daqueles que, afastados, não querem largar o osso.

O simplório gravador de vozes constitui hoje uma bomba terrorista que um corrupto reconhecido utiliza para cooptar e aterrorizar personalidades que, supostamente, também têm as mãos sujas.

Teme-se que os corruptos já alcançados pela Justiça, em suas delações premiadas, acabem por entregar seus comparsas até hoje não revelados.

A República brasileira chegou, lamentavelmente, ao seu mais baixo degrau. O quadro revela que o poder tem sido constituído através do assalto aos cofres públicos e da mais sórdida promiscuidade entre aqueles que têm (e deveriam honrar) o sagrado dever de governar e bem representar a coletividade.

 Temos de buscar novos paradigmas para restabelecer a saúde político-administrativa e as maiorias governamentais deixarem de ser conseguidas através da propina, da lavagem de dinheiro, da formação de quadrilha e do escambo do voto que, em vez de sagrado, é tratado como mercadoria vil.

A Operação Lava Jato e suas subsidiárias estão prestando um grande serviço à Nação ao revelarem os esquemas criminosos e os seus praticantes que, pelo bem geral, precisam ser varridos da cena político-administrativa nacional.

Espera-se que o Senado Federal decida sem demora sobre o impeachment, para podermos ter um governo definitivo (não provisório) e este tenha representatividade e segurança para promover as reformas que a sociedade reclama.

Nos é dado a ver que o grande mal está no presidencialismo de coalizão, que traz a corrupção na sua gênese.

Logo após as eleições, o governo dá vantagens aos parlamentares que quer atrair e estes se esquecem do que prometeram ao eleitor, cometendo a primeira corrupção, num sistema viciado, onde quem não adere, é eliminado do meio.

Assim, quem não se corrompe, não sobrevive. Há que se eleger os políticos com base em seus programas de governo e observar rigorosamente a divisão e a harmonia de poderes.

O Executivo governa, o Legislativo discute as leis e fiscaliza e o Judiciário garante o cumprimento do ordenamento jurídico.

Sem uma mudança radical na forma de constituir o poder, continuaremos o círculo vicioso da instabilidade que o país vive desde o advento da República.

Apesar da corrupção envolver os homens, o principal corrupto é o sistema...

 

DIRCEU CARDOSO GONÇALVES é dirigente da Aspomil (Associação de Assistência Social dos Policiais Militares de São Paulo).

aspomilpm@terra.com.br

MT Agora | Dirceu Cardoso

Mais Noticias

Artigo

Artigo: Duro golpe na roubocracia

Artigo

Artigo: Persistente serviço à impunidade

Artigo

O legado de Maggi

Artigo

Reinventar-se, o sucesso da profissão

05/03/2018 -

A porta estreita

Passagem do Evangelho de Mateus especialmente importante para todos aqueles que atuam no setor público

05/03/2018 -

Um grande negócio

Tem certo aprendiz de político, que na esperança de impressionar o eleitorado, fantasia de humilde, chora em velório, dança e festeja

05/03/2018 -

Segurança para produzir

Supremo compreendeu que os produtores não podem pagar a conta da mudança de legislação ao longo de décadas

05/03/2018 -

Sonhos e esperanças pro eleitor

A eleição de 2018 virá na esteira de um País naufragado moral, política e economicamente

12/01/2018 -

Artigo: O que é alistamento eleitoral?

No Brasil, o indivíduo poderá se tornar cidadão a partir dos 16 anos, idade a partir da qual lhe é facultado inscrever-se como eleitor e votar.

02/01/2018 -

Artigo: A política

A política tem um espaço apropriado para que ela se dê, e este espaço não é outro, senão o essencialmente humano

02/01/2018 -

Artigo: Esperança para 2018

Mulheres vítimas de delito sexual precisam do apoio das demais. As mulheres se movem, e não é para trás...

02/01/2018 -

Artigo: Você cumpriu as suas metas em 2017?

Sempre há tempo para antecipar o futuro e redirecionar os nossos objetivos, recriar as metas e reorganizar os alvos

21/12/2017 -

Artigo: Prerrogativas dos advogados

Um dos grandes males deste País tem nome e endereço: privilégios. Não se deve mantê-los, mas combatê-los

20/11/2017 -

Artigo: A essencialidade do Auditor Interno

Embora seja uma profissão milenar, o auditor interno vem se tornando cada vez mais essencial dentro de qualquer organização, seja ela pública ou privada.

20/11/2017 -

Artigo | Família: a construção da vida

No exemplo e na coerência dos adultos, os filhos se espelham, constroem o caráter, a identidade e a relação com a vida

20/11/2017 -

Artigo: Responsabilidade civil do médico

A responsabilidade do hospital é objetiva (independe de culpa), e a do médico é subjetiva (depende de culpa)

20/11/2017 -

Artigo: Política versus economia

Neste momento, vivemos a agonia de morte desse sistema político patrimonialista que sempre usou a economia a seu favor

20/11/2017 -

Artigo: A difícil vida do branco, hétero e rico

Até eu quero saber: como é que um cidadão como Ives Gandra Martins consegue viver no Brasil?

16/11/2017 -

Artigo: Quando o digital é nocivo

Vendemos a ideia equivocada de que a tecnologia tem benéficos apenas positivos as nossas vidas

Disk Bem

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

Tempo Agora