A corrupta ditadura da coalizão

A verdade é que, apesar da corrupção envolver os homens, o principal corrupto é o sistema.

06/06/2016 - 05:29:08

   

A população brasileira vive o sobressalto das revelações. Dirigentes das maiores empreiteiras, altos executivos de estatais e personalidades políticas de alto bordo encarcerados ou usando tornozeleiras elaborada para a contenção de bandidos.

Dezenas de parlamentares e homens de governo são investigados são investigados e correm o risco de caírem na vala comum dos corruptos. O novo governo, ainda provisório, é alvo de manifestações daqueles que, afastados, não querem largar o osso.

O simplório gravador de vozes constitui hoje uma bomba terrorista que um corrupto reconhecido utiliza para cooptar e aterrorizar personalidades que, supostamente, também têm as mãos sujas.

Teme-se que os corruptos já alcançados pela Justiça, em suas delações premiadas, acabem por entregar seus comparsas até hoje não revelados.

A República brasileira chegou, lamentavelmente, ao seu mais baixo degrau. O quadro revela que o poder tem sido constituído através do assalto aos cofres públicos e da mais sórdida promiscuidade entre aqueles que têm (e deveriam honrar) o sagrado dever de governar e bem representar a coletividade.

 Temos de buscar novos paradigmas para restabelecer a saúde político-administrativa e as maiorias governamentais deixarem de ser conseguidas através da propina, da lavagem de dinheiro, da formação de quadrilha e do escambo do voto que, em vez de sagrado, é tratado como mercadoria vil.

A Operação Lava Jato e suas subsidiárias estão prestando um grande serviço à Nação ao revelarem os esquemas criminosos e os seus praticantes que, pelo bem geral, precisam ser varridos da cena político-administrativa nacional.

Espera-se que o Senado Federal decida sem demora sobre o impeachment, para podermos ter um governo definitivo (não provisório) e este tenha representatividade e segurança para promover as reformas que a sociedade reclama.

Nos é dado a ver que o grande mal está no presidencialismo de coalizão, que traz a corrupção na sua gênese.

Logo após as eleições, o governo dá vantagens aos parlamentares que quer atrair e estes se esquecem do que prometeram ao eleitor, cometendo a primeira corrupção, num sistema viciado, onde quem não adere, é eliminado do meio.

Assim, quem não se corrompe, não sobrevive. Há que se eleger os políticos com base em seus programas de governo e observar rigorosamente a divisão e a harmonia de poderes.

O Executivo governa, o Legislativo discute as leis e fiscaliza e o Judiciário garante o cumprimento do ordenamento jurídico.

Sem uma mudança radical na forma de constituir o poder, continuaremos o círculo vicioso da instabilidade que o país vive desde o advento da República.

Apesar da corrupção envolver os homens, o principal corrupto é o sistema...

 

DIRCEU CARDOSO GONÇALVES é dirigente da Aspomil (Associação de Assistência Social dos Policiais Militares de São Paulo).

aspomilpm@terra.com.br

MT Agora | Dirceu Cardoso

Mais Noticias

Artigo

Artigo: A essencialidade do Auditor Interno

Artigo

Artigo | Família: a construção da vida

Artigo

Artigo: Responsabilidade civil do médico

Artigo

Artigo: Política versus economia

20/11/2017 -

Artigo: A difícil vida do branco, hétero e rico

Até eu quero saber: como é que um cidadão como Ives Gandra Martins consegue viver no Brasil?

16/11/2017 -

Artigo: Quando o digital é nocivo

Vendemos a ideia equivocada de que a tecnologia tem benéficos apenas positivos as nossas vidas

16/11/2017 -

Artigo: História e corrupção

Parte da elite na América Latina entende que tem o direito de se apropriar das riquezas do Estado

06/11/2017 -

Artigo: Conexão Mato Grosso-China

O Brasil e os países sulamericanos que sempre foram tratados como colônias pelas EUA estão na clara mira da China

18/10/2017 -

Artigo: A corrupção é natural?

A corrupção, por seu grau de disseminação e amplitude, está naturalizada e banalizada.

14/10/2017 -

Artigo: A mineração sob nova ótica

A diferença do valor da riqueza produzida é astronômica em favor da mineração

14/10/2017 -

Artigo: A terra e o desenvolvimento social

Maior conquista com o título da propriedade é a segurança jurídica. O direito sobre a terra é reconhecido

06/10/2017 -

Artigo: Deu a louca nas mostras de cultura e ''arte''

Todos se posicionam bem à esquerda do bufê ideológico, num tipo de esquerdismo que disso se alimenta

05/10/2017 -

Artigo: Brasil em busca do passado

Estamos no ano de 2017 e as gerações que estão com voz ativa se concentram nos nascidos pós-guerra (1945).

05/10/2017 -

Artigo: Brasil acolhe refugiados

É muita gente que teve a vida social e econômica destruída por guerras regionais e cataclismos.

05/10/2017 -

Artigo: Projeto de futuro

O mundo mudou e vai descentralizar a produção e a verticalização dos alimentos nesses próximos anos

18/07/2017 -

Artigo: A Justiça tem lado?

A mesma régua usada contra Lula e Dilma foi e será usada contra Michel Temer e Aécio Neves?

18/07/2017 -

Artigo: Direito Sistêmico

A 1 ª forma de aplicar o Direito Sistêmico é a postura; não se busca mudar o “o que fazer”, mas o “como fazer”

18/07/2017 -

Artigo: O triunfo da Justiça

O embate judicial não é matéria para covardes; é preciso se alinhar sem receios com a busca irrefutável da verdade

18/07/2017 -

Artigo: Pagamento de boletos fica mais fácil

Quando o devedor fizer o pagamento, os dados do boleto têm de “bater” com os que estão na base

Disk Bem

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

Tempo Agora