A porta estreita

Passagem do Evangelho de Mateus especialmente importante para todos aqueles que atuam no setor público

05/03/2018 - 23:40:16

   

Entrai pela porta estreita, porque larga é a porta da perdição e espaçoso o caminho que a ela conduz, e muitos são os que por ela entram. Quão pequena é a porta da vida! quão apertado o caminho que a ela conduz! e quão poucos a encontram!" (Mateus, 7:13 e 14.)

A lição de Jesus Cristo é universal, mas considero essa passagem do Evangelho de Mateus especialmente importante para todos aqueles que atuam no setor público: servidores, autoridades, magistrados, legisladores, controladores etc.

No dia a dia do setor público, inúmeras são as portas largas que a cada momento se apresentam. Portas amplas, luxuosas, confortáveis, sedutoras. É grande a tentação de atravessá-las. São tantos que o fizeram e fazem, aparentemente com bons resultados. Por que não?

Existe a porta do carreirismo, da bajulação, do adesismo e da ambição desenfreada. A porta larga do sacrifício de convicções, da deslealdade aos amigos e da traição a princípios.

Existe a porta do conformismo, da indiferença, da acomodação e da passividade. A porta larga dos que fecham os olhos às injustiças, não reagem aos abusos, silenciam e se omitem diante do que é errado.

Existe a porta da arrogância, da soberba, do autoritarismo, da discriminação, da violência. A porta do "sabe com quem está falando?". A porta larga dos que humilham e oprimem os pequenos e os fracos e distribuem privilégios a poucos apaniguados.

Existe a porta da demagogia, da farsa, das mentiras e das calúnias a serviço de projetos pessoais. A porta larga dos cultores da ignorância como ferramenta de manipulação das consciências.

Existe, finalmente, a porta da corrupção, da ganância, das fraudes e das engrenagens para a conquista e a manutenção de espaços de poder. É a porta mais larga, imensa, que absorve e retroalimenta todas as outras.

A porta estreita, por sua vez, é quase invisível, desprovida de charme ou de glamour e muito, muito apertada. Por ela não se passa sem sacrifício, arranhões ou machucados. Por ela, o percurso é acidentado. Aquele que faz essa opção é quase sempre incompreendido, até pelos mais próximos; muitas vezes objeto de zombaria e apelos para que altere seu rumo; e impiedosamente combatido quando persevera no seu bom propósito.

Ao longo dos anos, vi muitos jovens promissores, com boas qualidades e ótimas intenções, serem lentamente sugados, como num vórtice invencível, por alguma dessas diversas portas largas. Alguns enriqueceram e se tornaram poderosos nas suas áreas de atuação. Desses, diversos já caíram e passaram por prisões e vexames. Outros perdem o sono e morrem de medo da próxima operação ou delação. Todos, porém, sucumbem ao trágico destino faustiano, contemplando amargos a destruição que eles próprios perpetraram dos seus ideais mais puros.

Quando analiso uma situação complexa e o papel das pessoas nela envolvidas, inevitavelmente recordo do Evangelho de Mateus e indago a mim mesmo se alguma das personagens ali presentes teria o caráter, a coragem e a coerência de buscar a porta estreita que Jesus nos recomenda.

Àqueles que hoje iniciam sua carreira na vida pública, eis o maior conselho: Sigam a lição do Mestre Maior e busquem a porta estreita. O caminho será penoso e sofrido, mas é o único que não maculará sua integridade e lhes permitirá, ao final de seus dias, afirmar como o apóstolo Paulo: "Combati o bom combate, completei meu tempo e não perdi a fé".

LUIZ HENRIQUE LIMA é conselheiro substituto do TCE-MT

MT Agora - Mídia News

Mais Noticias

Direito

OAB critica autorização de abertura de 34 novos cursos de Direito

Artigo

Artigo: Ferrovias e dúvidas

Artigo

Artigo: Duro golpe na roubocracia

Artigo

Artigo: Persistente serviço à impunidade

07/03/2018 -

O legado de Maggi

Blairo não só anunciou sua desistência, como disse que não participará das articulações para composição das alianças ou lançamento de candidaturas

05/03/2018 -

Reinventar-se, o sucesso da profissão

Reportagem fantasiosa e desprovida da realidade põe em xeque o futuro da profissão de contador

05/03/2018 -

Um grande negócio

Tem certo aprendiz de político, que na esperança de impressionar o eleitorado, fantasia de humilde, chora em velório, dança e festeja

05/03/2018 -

Segurança para produzir

Supremo compreendeu que os produtores não podem pagar a conta da mudança de legislação ao longo de décadas

05/03/2018 -

Sonhos e esperanças pro eleitor

A eleição de 2018 virá na esteira de um País naufragado moral, política e economicamente

12/01/2018 -

Artigo: O que é alistamento eleitoral?

No Brasil, o indivíduo poderá se tornar cidadão a partir dos 16 anos, idade a partir da qual lhe é facultado inscrever-se como eleitor e votar.

02/01/2018 -

Artigo: A política

A política tem um espaço apropriado para que ela se dê, e este espaço não é outro, senão o essencialmente humano

02/01/2018 -

Artigo: Esperança para 2018

Mulheres vítimas de delito sexual precisam do apoio das demais. As mulheres se movem, e não é para trás...

02/01/2018 -

Artigo: Você cumpriu as suas metas em 2017?

Sempre há tempo para antecipar o futuro e redirecionar os nossos objetivos, recriar as metas e reorganizar os alvos

21/12/2017 -

Artigo: Prerrogativas dos advogados

Um dos grandes males deste País tem nome e endereço: privilégios. Não se deve mantê-los, mas combatê-los

20/11/2017 -

Artigo: A essencialidade do Auditor Interno

Embora seja uma profissão milenar, o auditor interno vem se tornando cada vez mais essencial dentro de qualquer organização, seja ela pública ou privada.

20/11/2017 -

Artigo | Família: a construção da vida

No exemplo e na coerência dos adultos, os filhos se espelham, constroem o caráter, a identidade e a relação com a vida

20/11/2017 -

Artigo: Responsabilidade civil do médico

A responsabilidade do hospital é objetiva (independe de culpa), e a do médico é subjetiva (depende de culpa)

20/11/2017 -

Artigo: Política versus economia

Neste momento, vivemos a agonia de morte desse sistema político patrimonialista que sempre usou a economia a seu favor

20/11/2017 -

Artigo: A difícil vida do branco, hétero e rico

Até eu quero saber: como é que um cidadão como Ives Gandra Martins consegue viver no Brasil?

Disk Bem

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

Tempo Agora