Artigo: A Justiça tem lado?

A mesma régua usada contra Lula e Dilma foi e será usada contra Michel Temer e Aécio Neves?

18/07/2017 - 08:19:16

   

Se Lula tem a propriedade oculta do triplex do Guarujá, ou se é dono dos pedalinhos, nem eu, nem você, nem o Sérgio Moro sabe ao certo. A verdade é essa!

O que está em jogo, para além de defender ou objurgar a sentença condenatória pelo viés da dogmática jurídica, que não é tão exata como a física ou a matemática, é responder as seguintes indagações:

Qual foi a real motivação da decisão, jurídica ou política? Ela se pautou em provas ou em matérias jornalísticas?

As provas produzidas pela acusação foram fortes o suficiente para superar as provas indiciárias, ou, além da importação distorcida da teoria do domínio do fato, no julgamento do mensalão, agora foi aplicado o direito penal do inimigo, com responsabilidade objetiva, ao revés de subjetiva, com inversão do ônus da prova, obrigando o réu a provar sua inocência, ao invés de a acusação ter de provar a culpa do réu, e com conversão do princípio do "in dubio pro reo", em "in malam parte"?

A mesma régua usada contra Luís Inácio e Dilma Rousseff foi e será usada contra Michel Temer e Aécio Neves, ou seja, foi e será feita "Justiça para todos", com iguais pesos e medidas da balança, fio da navalha da espada afiada e posição da venda nos olhos da "gloriosa Têmis"?

Como explicar o quadro em que Dilma foi deposta mediante suposto crime de responsabilidade até hoje não compreendido pela população, bem como contestado por parte significativa da comunidade jurídica, Lula condenado num processo com provas frágeis e polêmicas, para não dizer inexistentes ou forjadas, enquanto Aécio e Temer continuam nos exercícios dos seus mandatos, mesmo após serem flagrados em áudio e imagem em negociatas e recebimento de malas cheias de propinas, por intermédio do primo e do assessor?

A Lava Jato, afinal de contas, foi e é uma operação contra a corrupção, indistinta e indiscriminadamente, ou contra um partido e suas lideranças, em especial a maior e mais popular de todas?

O propósito da condenação foi mostrar que ninguém está acima da lei, enquanto Temer e Aécio continuam intocáveis, ou impedir que Lula possa ser candidato a presidente da República em 2018, já que desponta em primeiro lugar folgado em todas as pesquisas de opinião pública publicadas até aqui?

Ao cabo, a quais interesses a Lava Jato atendeu até aqui, aos do povo humilde e calejado, ou aos das elites esnobes e bem tratadas? A corrupção acabou? A economia melhorou?

A política atual é mais republicana? As reformas aprovadas no Congresso são inclusivas? A democracia foi ampliada, as leis estão sendo cumpridas e as instituições conquistaram credibilidade?

Enfim, para além de esquerda ou direita, a política deve mirar no bem-estar das pessoas, sem exploração e marginalização de quem quer que seja.

É fato que hão duas grandes tradições, uma progressista, outra conservadora.

Agora, também é bem verdade que ninguém pode viver em paz de espírito e de maneira leve e verdadeira sendo somente uma coisa, ortodoxamente, como se fosse possível abrir mão de todos os usos e costumes, de uma hora para outra, ou ficar preso aos preconceitos, hoje e sempre.

Talvez, quando nos despirmos da vestimenta de torcida organizada na política e na vida, quem sabe conseguiremos laborar em prol da unidade, conservação e evolução da condição humana e da comunhão de todos nós.

Precisamos derrubar os muros que nos separam; e construir pontes e pontos de conexão, uns aos outros, por intermédio da solidariedade, da liberdade e da igualdade.

PAULO LEMOS é advogado em Mato Grosso

MT Agora - Paulo Lemos

Mais Noticias

Artigo

Artigo: A mineração sob nova ótica

Artigo

Artigo: A terra e o desenvolvimento social

Artigo

Artigo: Deu a louca nas mostras de cultura e ''arte''

Artigo

Artigo: Brasil em busca do passado

05/10/2017 -

Artigo: Brasil acolhe refugiados

É muita gente que teve a vida social e econômica destruída por guerras regionais e cataclismos.

05/10/2017 -

Artigo: Projeto de futuro

O mundo mudou e vai descentralizar a produção e a verticalização dos alimentos nesses próximos anos

18/07/2017 -

Artigo: Direito Sistêmico

A 1 ª forma de aplicar o Direito Sistêmico é a postura; não se busca mudar o “o que fazer”, mas o “como fazer”

18/07/2017 -

Artigo: O triunfo da Justiça

O embate judicial não é matéria para covardes; é preciso se alinhar sem receios com a busca irrefutável da verdade

18/07/2017 -

Artigo: Pagamento de boletos fica mais fácil

Quando o devedor fizer o pagamento, os dados do boleto têm de “bater” com os que estão na base

18/07/2017 -

Artigo: Uma sociedade sem ética

Saindo do campo conceitual e caindo num questionamento mais objetivo, a firmeza se reduz

04/07/2017 -

Artigo: O caso do promotor de Guarantã

O que leva alguém a jogar para o alto uma carreira promissora e comprometer a vida pessoal?

04/07/2017 -

Artigo: Compliance e agronegócio

Voltar a crescer, com responsabilidade e sustentabilidade, é fundamental para todos os setores da economia

27/06/2017 -

Artigo: Recall presidencial

Parece-me apressada e inadequada, neste momento histórico, a pretendida implantação de recall presidencial

27/06/2017 -

Artigo: Como auxiliar os jovens

As mídias sociais, filmes e tudo que acontece ao redor exercem influência sobre os jovens, e faz com que eles se cobrem mais

27/06/2017 -

Edital de convocação para assembléia de fundação da Associação Acadêmica Luverdense

Convite para participação em assembleia em que será discutido o projeto de estatuto social e criação da Associação Acadêmica Luverdense - AAL

27/06/2017 -

Artigo: Delação premiada: impunidade?

A delação passa a ser considerada como prova quando o delator incrimina um terceiro e prova suas afirmações

27/06/2017 -

Artigo: O ser voluntário

Muito além dos likes nas redes sociais, o ato de se colocar à disposição do próximo por amor faz bem à saúde

06/06/2017 -

Artigo: Turismo e meio ambiente devem caminhar juntos

O Estado vive um momento importante em que colocou a temática ambiental como estratégia nas suas políticas públicas

06/06/2017 -

Artigo: Se Temer cair, haverá eleições?

As novas eleições devem ser diretas, ou seja, pelo povo, e não pelos parlamentares

Disk Bem

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

Tempo Agora