Artigo: Falta de ética na política

Pseudos gestores públicos incrustados em diferentes instâncias do poder público fazem o que bem entendem

27/06/2017 - 20:10:26

   

Estamos vivendo e vivenciando no últimos tempos no Brasil, uma crise ética sem precedentes. Há um princípio hecatombico que se agiganta de maneira assustadora, em todo o território nacional, e que precisa ser barrado, pela própria sociedade o quanto antes.

A construção de uma sociedade humana justa e igualitária solida e respeitável se fundamenta na ética na decência, no respeito... Como base de sustentabilidade social e de própriasociedade, com civilizadade. Essa é a lógica da vida, é assim, e assim deve ser para o próprio bem do cidadãos e da coletividade.

O termo, ética deriva do grego ethos=caráter, modo de ser de uma pessoa. Ética, é na essência um conjunto de valores morais e princípios que norteiam a conduta humana de uma na sociedade de uma nação.

A ética serve para que haja equilíbrio e bom funcionamento social, possibilitando que ninguém saia prejudicado. Neste sentido, a ética, embora não deve ser confundida com leis, mais está relacionada com o sentimento de justiça social.

Do ponto de vista Filosófico, ética é uma ciência que estuda os valores e princípios morais de uma sociedade e seus grupos. No Brasil por uma grande infelicidade e infelicidade, vive-se hoje uma crise ética sem precedentes, jamais vista na historia desse país.

Na última decada então palavras ética e valores éticos desapareceram do meio política por parte dos gestores governamenteais do país, Isso não é bom, se essa situação não for barrada a tempo, poderá acabar-se muito mal.

A questão da malandragem desavergonhada evolui-se de maneira assombrosa no país, agredindo de forma gratuita a sociedade humana com roubos, desvios, com expressões converde de que, não viu, não sabe, não ouviu... A banalidade e a falta de respeito correm soltas de maneira vil país afora. Isso não é bom! Isso é perigoso!

O mais grave de tudo é saber que estes maus exemplos que dirigem o país acham que tudo isso é correto, paradoxal não? Pseudos gestores públicos incrustados em diferentes instâncias do poder público fazem o que bem entendem, sem o menor pudor. A mídia nacional vem mostrando de maneira realista, nua e crua a inversão de valores que se estende país inteiro.

Descaradamente roubam, violam, corrompem, desviam, assaltam, enganam, apossam-se de bens públicos... Agredindo física, moral e eticamente toda a sociedade brasileira, que não merece passar por este estado de coisas.

O mais agravante de tudo isso é não conseguir mirar em curto prazo, meios para barrar estes vergonhosos exemplos da maldita escola da currupção em curso no país impregnada nos poderes da Republica.

Até quando vai tudo isso? Até quando a sociedade brasileira vai permanecer inerte, omissa, alheia este estado de coisas? Em todos os cantos e recantos desse país, o que se vê que se houve o que se fala são corrupções,roubos, desvios, desmandos, violência... Até a Suprema Corte brasileira está sobre ataque!

A exemplos da violência praticada nas instituições públicas segue-se pelas ruas, avenida, vielas, becos, favelas, cortiços... País afora. Nem mesmo a zona rural considerada ambiente calmo,tranquilo, bucólico de paz extrema, começa a ferver com a insegurança no campo.

Não importa o valor: R$ 1 ou um R$ 1 milhão não faz a menor diferença quando se trata de ética. Se não é seu, não pegue.

Segundo Aristóteles, “toda virtude é gerada e destruída pelas mesmas causas e pelos mesmos meios, assim como acontece com a arte: tocando a lira é que se formam os bons e os maus músicos”. Você escolhe o caminho a seguir.

Romildo Gonçalves é biólogo, Prof. Pesquisador da Ufmt-Seduc

MT Agora - Romildo Gonçalves

Mais Noticias

Artigo

Artigo: A Justiça tem lado?

Artigo

Artigo: Direito Sistêmico

Artigo

Artigo: O triunfo da Justiça

Artigo

Artigo: Pagamento de boletos fica mais fácil

18/07/2017 -

Artigo: Uma sociedade sem ética

Saindo do campo conceitual e caindo num questionamento mais objetivo, a firmeza se reduz

04/07/2017 -

Artigo: O caso do promotor de Guarantã

O que leva alguém a jogar para o alto uma carreira promissora e comprometer a vida pessoal?

04/07/2017 -

Artigo: Compliance e agronegócio

Voltar a crescer, com responsabilidade e sustentabilidade, é fundamental para todos os setores da economia

27/06/2017 -

Artigo: Recall presidencial

Parece-me apressada e inadequada, neste momento histórico, a pretendida implantação de recall presidencial

27/06/2017 -

Artigo: Como auxiliar os jovens

As mídias sociais, filmes e tudo que acontece ao redor exercem influência sobre os jovens, e faz com que eles se cobrem mais

27/06/2017 -

Artigo: Delação premiada: impunidade?

A delação passa a ser considerada como prova quando o delator incrimina um terceiro e prova suas afirmações

27/06/2017 -

Artigo: O ser voluntário

Muito além dos likes nas redes sociais, o ato de se colocar à disposição do próximo por amor faz bem à saúde

06/06/2017 -

Artigo: Turismo e meio ambiente devem caminhar juntos

O Estado vive um momento importante em que colocou a temática ambiental como estratégia nas suas políticas públicas

06/06/2017 -

Artigo: Se Temer cair, haverá eleições?

As novas eleições devem ser diretas, ou seja, pelo povo, e não pelos parlamentares

06/06/2017 -

Artigo: Conforto dos animais

Os criadores não teriam resistência em adaptar-se ao aumento do espaço para os animais, desde que vendessem mais caro

20/04/2017 -

Artigo: Política X Política

Ultimamente, parece que a má política está prevalecendo sobre a boa, levando-nos a ser cada vez mais descrente na tal classe política.

04/03/2017 -

Artigo: A renovação do sistema político

A história vai registrar todos os danos irreparáveis causados por essa casta de “nobres” decaídos

01/03/2017 -

Artigo: Carnaval, corrupção e santa

No final das contas, até a Igreja Católica, conhecida pelo conservadorismo, este ano se rendeu ao Carnaval

01/01/2017 -

A importância do Coaching na formação da carreira e no Desenvolvimento Humano

O processo de coaching estimula a capacidade das pessoas de se reinventarem e encontrarem alternativas adequadas, diante do atual momento que estão vivendo.

20/02/2017 -

Artigo: A patricinha não estuda história

Quem nasceu em um ninho de cobras é fácil e dizer que “a oposição tem chances reais de vencer em 2018”

Disk Bem

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

Tempo Agora