Artigo: Pagamento de boletos fica mais fácil

Quando o devedor fizer o pagamento, os dados do boleto têm de “bater” com os que estão na base

18/07/2017 - 08:11:45

   

Em julho de 2017, entra em vigor a Nova Plataforma de Cobrança para boletos de pagamento, desenvolvida pela Federação Brasileira de Bancos (Febraban), em conjunto com as instituições financeiras.

Esta nova ferramenta chega para facilitar a vida do pagador, que muitas vezes ao tentar pagar uma conta vencida, recebia a mensagem de que isso não era mais possível com o documento original, tendo necessidade de ir à instituição financeira efetuar o pagamento ou solicitar uma segunda via do boleto.

A plataforma, que além da comodidade chega para dar segurança e agilidade, permite que o pagador de um boleto vencido não precise mais ter esse trabalho para quitar o seu débito, o que poderá ser feito em qualquer instituição financeira, com os juros e a multa calculados automaticamente e não mais somente na instituição emissora.

Para que os boletos estejam dentro da regra e usufruam dessa facilidade, o CPF do pagador deverá ser informado para o emissor do boleto.

A obrigação de manter o cadastro sempre atualizado é da empresa ou instituição emissora, visto que não serão mais aceitos os boletos que não constarem o CPF do pagador.

E isso já está em vigor desde 10 de julho: boletos com o valor acima de R$ 50 mil que não tenham sido registrados, não serão aceitos. E em dezembro próximo, essa regra será seguidas por boletos de qualquer valor.

O Sicredi – instituição financeira cooperativa com mais de 3,5 milhões de associados e atuação em 21 estados brasileiros – já aderiu à Nova Plataforma de Cobrança.

Anualmente, são pagos no Brasil cerca de 3,7 bilhões de boletos bancários de venda de produtos ou serviços e esse novo sistema deve evitar que fraudadores enviem este tipo de documento em nome de empresas e fiquem com o dinheiro, além de impedir pagamentos em duplicidade, na medida em que haverá consistência desses pagamentos.

E isso será feito de uma maneira bem simples: o cobrador envia o boleto e as informações vão para uma base de dados, acessível às instituições financeiras.

Quando o devedor fizer o pagamento, os dados do boleto têm de “bater” com os que estão na base.

A Nova Plataforma de Cobrança agregará ainda mais segurança e tranquilidade, tanto ao cobrador quanto ao consumidor.

Todo mundo ganha com essa mudança.

MILTON C. GOES é gestor de Pagamentos, Recebimentos, Câmbio Varejo e Telecom do Banco Cooperativo Sicredi.

MT Agora - Milton Goes

Mais Noticias

Artigo

Artigo: A essencialidade do Auditor Interno

Artigo

Artigo | Família: a construção da vida

Artigo

Artigo: Responsabilidade civil do médico

Artigo

Artigo: Política versus economia

20/11/2017 -

Artigo: A difícil vida do branco, hétero e rico

Até eu quero saber: como é que um cidadão como Ives Gandra Martins consegue viver no Brasil?

16/11/2017 -

Artigo: Quando o digital é nocivo

Vendemos a ideia equivocada de que a tecnologia tem benéficos apenas positivos as nossas vidas

16/11/2017 -

Artigo: História e corrupção

Parte da elite na América Latina entende que tem o direito de se apropriar das riquezas do Estado

06/11/2017 -

Artigo: Conexão Mato Grosso-China

O Brasil e os países sulamericanos que sempre foram tratados como colônias pelas EUA estão na clara mira da China

18/10/2017 -

Artigo: A corrupção é natural?

A corrupção, por seu grau de disseminação e amplitude, está naturalizada e banalizada.

14/10/2017 -

Artigo: A mineração sob nova ótica

A diferença do valor da riqueza produzida é astronômica em favor da mineração

14/10/2017 -

Artigo: A terra e o desenvolvimento social

Maior conquista com o título da propriedade é a segurança jurídica. O direito sobre a terra é reconhecido

06/10/2017 -

Artigo: Deu a louca nas mostras de cultura e ''arte''

Todos se posicionam bem à esquerda do bufê ideológico, num tipo de esquerdismo que disso se alimenta

05/10/2017 -

Artigo: Brasil em busca do passado

Estamos no ano de 2017 e as gerações que estão com voz ativa se concentram nos nascidos pós-guerra (1945).

05/10/2017 -

Artigo: Brasil acolhe refugiados

É muita gente que teve a vida social e econômica destruída por guerras regionais e cataclismos.

05/10/2017 -

Artigo: Projeto de futuro

O mundo mudou e vai descentralizar a produção e a verticalização dos alimentos nesses próximos anos

18/07/2017 -

Artigo: A Justiça tem lado?

A mesma régua usada contra Lula e Dilma foi e será usada contra Michel Temer e Aécio Neves?

18/07/2017 -

Artigo: Direito Sistêmico

A 1 ª forma de aplicar o Direito Sistêmico é a postura; não se busca mudar o “o que fazer”, mas o “como fazer”

18/07/2017 -

Artigo: O triunfo da Justiça

O embate judicial não é matéria para covardes; é preciso se alinhar sem receios com a busca irrefutável da verdade

18/07/2017 -

Artigo: Uma sociedade sem ética

Saindo do campo conceitual e caindo num questionamento mais objetivo, a firmeza se reduz

Disk Bem

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

Tempo Agora