Artigo: Turismo e meio ambiente devem caminhar juntos

O Estado vive um momento importante em que colocou a temática ambiental como estratégia nas suas políticas públicas

06/06/2017 - 05:57:49

   

O meio ambiente é o maior patrimônio de Mato Grosso. Fomos privilegiados com três biomas: a Amazônia, o Cerrado e o Pantanal, que nos permitem uma riqueza sem precedentes na fauna e na flora. Temos atualmente 60% do nosso território preservado, mais de 100 unidades de conservação, entre estaduais, federais e municipais, que somam mais de 5 milhões de hectares. A maioria delas estaduais, 46.

Somos o único estado da Amazônia que registrou, em 2016, queda no desmatamento. Os 19% a menos no ano passado – e os 80% nos últimos 10 anos - significam que estamos no caminho certo, mas a nossa meta é arrojada: pretendemos zerar o desmatamento ilegal até o ano de 2020. Esse é um desafio muito grande porque envolve não só mecanismos de comando e controle, exige mudança cultural da nossa população, além de garantias de distribuição de riqueza a partir da floresta em pé.

Uma das formas de se agregar valor ao que temos de riqueza natural é justamente por meio do ecoturismo, que este ano é o tema adotado pela Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema) no Dia Mundial do Meio Ambiente. É também a bandeira defendida pela Organização das Nações Unidas (ONU), que declarou 2017 como o ‘Ano internacional do turismo sustentável para o desenvolvimento’.

Mas, se por um lado somos um exemplo em conservação e em belezas naturais, por outro, temos que transformar todo o potencial que o Estado possui em ações práticas, que incentivem os diversos trades turísticos e que podem ser mais bem exploradas, como o próprio ecoturismo, além do turismo de aventura, de pesca, de esportes e o  rural.

Dados do Ministério do Turismo apontam que 27% dos 5 milhões de estrangeiros que visitaram o Brasil em 2010 tinham como objetivo praticar atividades relacionadas à observação da natureza. No ano passado, o turismo movimentou R$ 492 bilhões, entre atividades diretas, indiretas e induzidas. O montante representa 9,6% do Produto Interno Bruto (PIB) nacional, ou seja, existe um enorme potencial a ser explorado, especialmente no que se refere ao turismo ecológico e sustentável.

Sem essas áreas preservadas não poderíamos ser gigantes na produção, na conservação, tampouco no turismo. Precisamos nos apropriar mais da vocação turística do nosso estado. E é justamente esta a provocação da Semana do Meio Ambiente: despertar em cada um de nós a importância do cuidar do patrimônio natural que possuímos e de como transformá-lo em oportunidades de crescimento e qualidade de vida.

Você sabia que somos o segundo país no mundo em diversidade de aves com 2 mil espécies catalogadas? E que somente na região do Pantanal há mais de 500 espécies de aves? O nosso berço das águas é a maior área úmida do planeta e abriga mais de 4 mil espécies de animais e plantas. No entanto, quase perdemos o título de ‘Reserva da Biosfera’, concedido pela Unesco, em razão da inércia na realização de políticas públicas nos últimos 10 anos.

Conseguimos reverter essa situação com um plano com mais de 80 ações emergenciais pactuados no início deste ano e que vão ser promovidas em conjunto com o estado vizinho, Mato Grosso do Sul. Também temos uma proposta audaciosa, a estratégia Produzir, Conservar e Incluir (PCI), lançada na Conferência do Clima de Paris (COP 21), em 2015, que traça um portfólio do Estado para atrair investimentos e parcerias internacionais que valorizem nossos ativos ambientais.

Apesar de um árduo e longo caminho pela frente, o Estado vive um momento importante em que colocou a temática ambiental como estratégia nas suas políticas públicas. Como secretário da Sema há um ano, estou entusiasmado com a importância da secretaria e do seu corpo técnico, que é muito competente e engajado com a modernização da gestão ambiental.

E para dar visibilidade a todo esse trabalho, quero adiantar que, pela primeira vez na história de Mato Grosso, a Sema vai ganhar uma campanha publicitária reunindo os principais programas e ações institucionais: o ‘Pró-Verde’. Nos próximos dias, inicia-se o plano de comunicação para dar transparência à população sobre o nosso trabalho, que é focado na eficiência, na inovação tecnológica e na preservação ambiental.

Entretanto, apesar de todos os avanços, ainda há muito a ser feito. Por isso, nesta data tão importante, Dia Mundial do Meio Ambiente, deixo um convite para que cada cidadão se aproprie das riquezas e belezas do nosso Estado, pois a preservação de todo esse patrimônio depende da colaboração de todos nós.

Carlos Fávaro é vice-governador e secretário de Estado de Meio Ambiente.

Mais Noticias

Artigo

Artigo: Se Temer cair, haverá eleições?

Artigo

Artigo: Conforto dos animais

Artigo

Artigo: Política X Política

Artigo

Artigo: A renovação do sistema político

01/03/2017 -

Artigo: Carnaval, corrupção e santa

No final das contas, até a Igreja Católica, conhecida pelo conservadorismo, este ano se rendeu ao Carnaval

01/01/2017 -

A importância do Coaching na formação da carreira e no Desenvolvimento Humano

O processo de coaching estimula a capacidade das pessoas de se reinventarem e encontrarem alternativas adequadas, diante do atual momento que estão vivendo.

20/02/2017 -

Artigo: A patricinha não estuda história

Quem nasceu em um ninho de cobras é fácil e dizer que “a oposição tem chances reais de vencer em 2018”

13/02/2017 -

Arrigo: Cuiabá 300 anos

Cuiabá está no rol que envolve poucas cidades brasileiras com tempo de fundação próximo ou superior a 300 anos.

09/02/2017 -

Artigo: Corporações e a barbárie

...Neste momento, a banda dos pobres voltou-se contra a banda dos ricos e estabeleceu o crime da barbárie...

08/02/2017 -

Artigo: Obesidade, um tema palpitante

O sedentarismo representa um dos fatores que tem como resultado final o excesso de peso

24/01/2017 -

A inoperância dos operantes

Vamos continuar nossa briga para que consigamos receber do Estado pelo menos o mínimo.

17/01/2017 -

Investir na Juventude é garantir o presente e o futuro

O que a juventude reivindica agora, será refletido no futuro. Investir em qualidade de vida para os jovens hoje, fará com que eles se sintam cada vez mais integrados com o Município, despertando um sentimento que parece perdido.

10/01/2017 -

Flávio Stringueta: O "Negócio da China"

Pensemos na seguinte frase: o candidato menos ruim também é ruim.

28/12/2016 -

Cooperativismo de crédito e função social

No Dia Nacional do Cooperativismo de Crédito, comemorado em 28 de dezembro, esse discurso ganha força e mostra que é eficiente tanto na teoria quanto em sua atuação prática.

29/12/2016 -

A baixa competitividade do Brasil

Por José Luiz Tejon Megido, Conselheiro Fiscal do Conselho Científico Agro Sustentável (CCAS), Dirige o Núcleo de Agronegócio da ESPM, Comentarista da Rádio Jovem Pan.

21/12/2016 -

Vinhos para as festas de Final de Ano!

Para harmonizar vinhos e pratos, torna-se importante levar em consideração os ingredientes que cada preparação culinária inclui.

09/12/2016 -

Procon orienta consumidores sobre direitos em caso de dano elétrico a equipamentos

Danos elétricos a equipamentos devido a descarga, queda ou oscilação de energia são mais comuns do que se imagina, especialmente no período das chuvas

26/10/2016 -

Quero me divorciar! O que fazer?

Quando a decisão está tomada e é inevitável o divórcio, é necessária a contratação de um advogado, melhor ainda se for especialista em Direito de Família

26/10/2016 -

Download de material gratuito: posso ser preso por isso?

Poderíamos fazer várias analogias para melhor trazer à compreensão o tema ao leitor comum