Artigo

Artigo: Corporações e a barbárie

...Neste momento, a banda dos pobres voltou-se contra a banda dos ricos e estabeleceu o crime da barbárie...

09 de Fevereiro de 2017 as 05h 29min

Há duas semanas o Brasil se escandalizou com os massacres em três presídios e o governo ensaiou “fortes medidas”. Acabaram quando acabou a exposição do problema carcerário na mídia. Agora é a absoluta insegurança pública no Espírito Santo. A Polícia Militar aquartelou-se e usou famílias de policiais para os “impedir” de saírem dos quartéis. Aqui convivem dois problemas. Ambos nas suas faces cruéis.

De um lado, a Constituição Federal super-protecionista com o serviço público somada com as benesses criadas nas gestões petistas pra transformar os servidores públicos em eleitores cativos.

O serviço público foi contemplado na Constituição de 1988 como uma força de segurança nacional destinada a manter o funcionamento da burocracia e, por conseqüência, do Estado brasileiro. Deu-lhe direito de greve remunerada e uma série de garantias, a princípio, consideradas democráticas. No entanto, tais benesses se transformaram ao longo do tempo em  corporações com grande capacidade de poder político. Neste caso específico do Espírito Santo, a corporação Policia Militar parou por decisão unilateral e expôs a população à barbárie.Mas aqui entra outro fator tão grave quanto o poder das corporações: a força da barbárie vinda das camadas populares da sociedade.

Alimentada durante os governos petistas com assistência social baseada no discurso de compensação do que lhe roubara as elites, estabeleceu-se uma divisão de “nós contra eles” dentro da sociedade brasileira. Neste momento, a banda dos pobres voltou-se contra a banda dos ricos e estabeleceu o crime da barbárie. 90 pessoas mortas em quatro dias.

Cabe um pouco de História que pretendo resgatar no próximo artigo, mostrando o momento em que as corporações do serviço público se deixaram contaminar com a ideologia da esquerda trazida pelos sindicatos orientados pelo Partido dos Trabalhadores através das centrais sindicais. Hoje o serviço público está fora de controle.

Uma leve camada de racionalidade paira na relação do Estado e da Sociedade com as corporações do serviço público.Pra encerrar este artigo, o registro de que estamos mais perto da barbárie incivilizada do que da sociedade estruturada. Mas o pior registro não é este. É que ainda tem muito pra piorar. Muito mesmo!

Onofre Ribeiro é jornalista em Mato Grosso

onofreribeiro@onofreribeiro.com.br    
www.onofreribeiro.com.br


MT Agora

COMENTARIOS

Mais de Coluna

Artigo

Direito à liberdade de expressão nas redes sociais: quais os limites?

Direito Digital, Civil e Penal

11 de Abril de 2019 as 14h04

Artigo

O agronegócio e as recuperações judiciais

A agro é setor que mais apresentou pedidos de recuperação judicial

04 de Abril de 2019 as 09h51

Artigo

Lei Kandir e Funrual, o futuro do agro brasileiro

É preciso refletir sobre o efeito colateral das iminentes mudanças

04 de Abril de 2019 as 09h50

Artigo

Por que o INSS nega tantos benefícios?

Quais são seus direitos e as possíveis soluções?

29 de Março de 2019 as 17h10

Artigo

Redução de impostos em medicamentos

O Carf julgou o recurso de um hospital do Distrito Federal, que pedia o direito à reduzir o valor a ser pago do Pis e Cofins

29 de Março de 2019 as 09h20

Artigo

Propósito de vida

Mudanças são necessárias, mas não devem envolver pesar ou sofrimento

24 de Março de 2019 as 10h28

Artigo

Depressão e sexualidade

A saúde mental e física andam sempre juntas e não podem serem separadas

24 de Março de 2019 as 10h27

Artigo

Embriaguez, seguro e indenização

Embriaguez pode afastar a obrigação de indenização pelo sinistro

24 de Março de 2019 as 10h25

Artigo

A síndrome do sabichão

Enquanto você continuar se achando o

24 de Março de 2019 as 10h22

Artigo

Artigo: Além dos fenômenos espirituais

Sempre será válido buscar um grupo de estudos dentro de um sério núcleo espírita

13 de Março de 2019 as 10h08

Artigo

Artigo: Inadimplência no condomínio

Protesto de boletos vencidos é uma prática adotada e válida

13 de Março de 2019 as 10h06

Artigo

Artigo: Novo Incra: a salvação da lavoura

O Agro faz a diferença não só na balança comercial brasileira

13 de Março de 2019 as 10h04

Artigo

Artigo: Alimento impróprio e dano moral

Corpo estranho encontrado em alimento expõe o consumidor a risco

02 de Março de 2019 as 17h28

Artigo

Artigo: Cadastro positivo

A nova redação prevê a inclusão automática do consumidor no cadastro

02 de Março de 2019 as 17h26

Artigo

Delegado: MT deve sufocar facções e se preparar para represálias

Delegado Flávio Stringueta defende cerco à comunicação entre bandidos presos e comparsas soltos

25 de Fevereiro de 2019 as 10h03

Guia MT

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

Enquete

Você concorda com a decisão do TRE que cassou o mandato da senadora Selma Arruda?

Sim

Não

Parcial
veja +

COTAÇÃO