Artigo

Não é jurídico, nem autoajuda

Sempre que o sol se levantar, levante-se também e vá, lute!

Por: Gisele Nascimento
20 de Agosto de 2019 as 20h 45min

Não é autoajuda, visto que por hora não detenho de conhecimento autônomo para isso. São 23hs da noite de quinta-feira do dia 15 de agosto de 2019, e eu estava estudando direito previdenciário (uma das áreas que advogo), porém parei porque senti vontade de escrever este artigo e vou compartilhar com vocês, em meio a muitas dúvidas entre publicar ou não, pois não sou coaching, nem personal influencier, muito menos ainda formadora de opinião. Neste momento redijo o que sinto e o sentir verdadeiro, ao meu ver, deve ser partilhado, pois ele pode somar.

Sempre fui adepta da leitura, e com o passar dos tempos ela foi se tornando hábito, faço porque gosto, porque me traz paz e prazer. Nesse mundo literário tenho descoberto um mundo de muito glamour, lido com um verdadeiro império todos os dias.

Ultimamente, tenho lido muitas coisas voltadas para a conquista do equilíbrio interior, da descoberta do EU, e confesso, que a cada dia me sinto mais encorajada para buscar mais e mais acerca de descobrir essa personalidade íntima que tanto constrói, mas que também destrói, ou seja, o EU. Quem sou?

Tenho enfrentado situações pessoais sombrias que me fizeram colocar a carruagem para andar. Acho que cansei de ser estranha comigo mesma. Preciso descobrir quem sou, o que busco. A leitura tem me permitido avançar de forma sólida nessa busca. Todos buscamos algo não é mesmo?

Osho diz que devemos ser egoístas, que primeiro somos nós, depois os outros, e isso deve ser aplicado em todos os campos da vida, diz ele. Concordo em parte. Ele defende inclusive o desapego pelas coisas, pelas pessoas, pelo sentimento e pelo amor. Será?  A mim, isso causa medo.

Por esse mundo de linguagem até agora trilhado, tenho presenciado sérias afirmações no sentido de que viver não é fácil, visto que a vida a todo instante nos chacoalha e nos dá safanões, mas todos afirmam de forma uníssona, que viver vale muito a pena.  

Sim, viver é mágico. Respirar é magico, sorrir e mágico. A vida é um encanto! Todavia, devemos estar atentos à nossa volta, pois podemos encontrar sapos em meio a um lindo jardim, entre uma chuva com sol, em meio a um lindo arco-íris. Quando isso acontece devemos ter sabedoria e maturidade para poder agir, sem deixar que o medo de tal sapo nos congele e nos intimide.  

Sentir todas as manhãs o sangue correr nas veias e o oxigênio penetrar o nosso cérebro, essa sensação é mais a pura contemplação da existência da inteligência suprema que é Deus.

Porém, viver requer hombridade para com as nossas emoções, ações, pensamentos e sentimentos, primeiro com nós mesmo, e depois para com o outro, com esse, exerça sempre a empatia. Não faça com o outro aquilo que não gostaria que fizessem com você.

Desde a alvorada até o anoitecer, ainda no período de sono, seja sempre vigilante com você mesmo e com os teus pensamentos. Pratique o bem, pois essa vida nos foi emprestada, ela não nos pertence, vez que estamos aqui apenas em breve passagem e mais cedo ou mais tarde teremos que fazer a prestação de contas, que já tem, inclusive, dia e hora marcado para acontecer, mas Deus, em sua imensa sabedoria não nos permite ter conhecimento antecipado, tendo em vista que muitos de nós já ficaríamos esperando a morte chegar, ao invés de viver, vez que vivemos a era da imediaticidade.

Todos estamos aqui para evoluir, aprender, estudar e crescer, me refiro ao crescimento espiritual.

A Era é de fortes acontecimentos tanto bons, quanto ruins, fato esse que aumenta a nossa responsabilidade, pois cada um tem que fazer a sua parte, de maneira que de forma sincronizada possamos depositar no Universo energia positiva de união, amor, fraternidade e esperança.  Agradeça pelo sol, pela lua, pela chuva, pelo ar que respiramos, etc.  Isso é glorificar! Isso é gratidão. O hábito de agradecer, libera o fluxo de receber.

O mundo precisa de mais amor. Nós precisamos nos amar mais, nos respeitar mais, reclamar menos, agradecer mais, e fazer mais, muito mais pela pessoa que estiver ao seu lado, seja quem for.

Não trate com indiferença aquela pessoa que você conhece muito bem, nem a trate com um ser invisível. Isso não vale a pena. Não deixemos que as nossas angústias, raivas, ressentimentos e aflições mais íntimas nos vençam e conduzam a nossa vida.

Reaja! É possível! Acredite! Sejam quais forem os seus problemas, as tuas dificuldades, trabalhe incansavelmente em busca de encontrar a paz e a harmonia interior. Lembre-se, estamos aqui para perdoar e sermos perdoados, somente assim encontraremos o verdadeiro amor.   

A paz é a segurança da vida. Saia desse canto, que não te encanta. Aprume-se, porém, lembrando sempre que somos chamados a viver um só dia de cada vez. Sempre que o sol se levantar, levante-se também e vá, lute!

Faça diferente hoje e amanhã também se ele ainda for seu, e seja sempre sincero com a sua voz interior, sua consciência e intuição, e destas últimas seja muito íntimo.

Continue firme no projeto de sua realização, de sua busca interior, mas sem que isso afete a esfera do outro, pois não temos o direito de magoar ninguém.

Escrevo para mim mesma, e se você leu e lhe foi útil, faça a sua parte, pois já sabemos o que devemos fazer, vez que está tudo dentro de nós, na nossa consciência.

A vida nos impõe grandes desafios é verdade, e diante dessas vicissitudes devemos olhar para dentro de nós mesmos, com um olhar silencioso e verdadeiro, sem terceirizar nada do que sentimos, do que é nossa obrigação desmembrar e executar, pois se plantarmos ventos colheremos tempestade.

Problemas todos temos, mas a partir do momento que resolvemos mudar o nosso pensamento, tudo a nossa volta começa a mudar também.  Isso não é apenas uma frase de efeito, que fique claro.  Que cada um de nós continuemos nessa viagem interior em busca do autoconhecimento e do autodescobrimento.  Meu amigo, muita paz!

GISELE NASCIMENTO é advogada em Mato Grosso.


COMENTARIOS

Mais de Coluna

Artigo

Transformação Compliance

Esse novo movimento tem ganhado força entre os mercados

07 de Novembro de 2019 as 09h25

Artigo

As reformas que temos

A neutralidade acredito que seja o aspecto mais frágil em ambos os projetos

07 de Novembro de 2019 as 09h23

Artigo

A perda de uma chance

O ato de perder muita das vezes desencadeia reações impensadas e imprevisíveis

21 de Outubro de 2019 as 10h49

Artigo

Democracia em construção

Fenômeno democrático ‘é’ enquanto resultado da interpretação daquele que o observa

21 de Outubro de 2019 as 10h47

Artigo

As criptomoedas e o Fisco

As autoridades começaram a olhar de perto esse novo modo de se fazer negócios

20 de Agosto de 2019 as 20h40

Artigo

Posso sofrer represálias por filmar uma abordagem policial?

O ato de filmar é legítimo e qualquer pessoa pode fazê-lo, mas desde que o faça sem abuso de direito.

24 de Julho de 2019 as 14h55

Coluna

Coração rompido

Corrupção é o coração rompido do Brasil. Não apenas simbolicamente.

13 de Julho de 2019 as 23h19

Coluna

O mundo oculto das relações

Grande sacada mental é valorizar o que temos e não o que está faltando

13 de Julho de 2019 as 23h15

Artigo

Chore no começo para sorrir no fim

É necessário planejamento, seja no futebol, no trabalho, na faculdade, na família, nos negócios

08 de Julho de 2019 as 12h03

Artigo

Divórcio impositivo

A Emenda Constitucional prevê o divórcio como um direito do Cidadão

08 de Julho de 2019 as 12h01

Artigo

Inteligência emocional para adolescentes

O castigo não funciona porque coloca o jovem em posição de vítima, o que não contribui para o desenvolvimento da autodisciplina

04 de Julho de 2019 as 14h29

Day-trade

Day-trader Bruno Dias revela a psicologia do mercado financeiro

O mercado por ser conduzido por pessoas se expõe a uma psicologia.

25 de Junho de 2019 as 13h39

Artigo

Intimação por WhatsApp

Está certíssimo, pois é mais um mecanismo rápido de expansão de acesso à justiça

24 de Junho de 2019 as 10h54

Coluna

Lucas do Rio Verde: Investir para crescer

Uma pequena grande cidade no centro-norte de Mato Grosso. Prestes a completar 31 anos de emancipação político-administrativa, Lucas do Rio Verde traz na sua história grandes conquistas e títulos.

11 de Junho de 2019 as 21h07

Artigo

Organizar é Preciso

Cada negócio, família ou empresa possui suas peculiaridades que devem ser respeitadas e estudadas de forma aprofundada para traçar as melhores estratégias sejam elas sucessórias, tributárias ou empresariais

04 de Junho de 2019 as 09h40

Guia MT

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

Enquete

Qual é sua opinião sobre o trancamento da pauta pela Câmara de Vereadores de Lucas do Rio Verde?

A Favor

Contra

Parcial
veja +

COTAÇÃO