Artigo

O futuro de Mato Grosso é o etanol

Mato Grosso representa a maior área cultivada do país, com 5,4 milhões de hectares

Fonte: Marino Franz
01 de Julho de 2020 as 08h 56min

Um dos consensos em relação a pandemia do novo coronavírus é de que a partir da agora as pessoas ficarão mais atentas a saúde, sua relação com as questões ambientais e temas como mudança climática, poluição e emissão de poluentes. Isso fará com que parte da população mundial adote hábitos mais protetivos ao meio ambiente, além de cobrarem de seus governantes a adoção de medidas que visem a conservação ambiental.

Esta nova postura favorece as fontes alternativas de combustíveis. O uso de derivados do petróleo, em especial a gasolina, terá cada vez menos espaço. Espaço este que já vinha sendo reduzido com os programas de diminuição de gases poluentes adotadas pelos países signatários do acordo de Paris. Muitos países já colocaram limites para o fim do consumo de combustíveis fósseis. A China, por exemplo, maior consumidor do mundo está entrando muito forte na transição energética.

Ainda não existe consenso para os substitutos aos combustíveis fósseis, mas sem dúvida, a melhor alternativa são os biocombustíveis. Assim chegamos ao Brasil, com sua expertise na produção de etanol de cana de açúcar a agora de milho. Sempre é bom lembrar que construímos o primeiro carro 100% a álcool, um modelo Fiat, ainda na década de 1970. A história brasileira com o etanol tem altos e baixos, mas desde 2003, quando a Volkswagen lançou o primeiro veículo flex, o etanol se tornou definitivamente uma opção ao brasileiro.

O Brasil fica atrás apenas dos Estados Unidos como maior produtor de etanol no mundo. Mas, enquanto nosso etanol tem como origem a cana de açúcar e o milho, nos EUA o combustível é produzido apenas a partir do milho. A entrada do etanol de milho na matriz energética brasileira corrigiu um problema gerado pela natureza, a entressafra da cana, quando os estoques de etanol reduziam e os preços do produto subiam. Hoje, é possível manter a produção e os preços estáveis o ano todo.

Já Mato Grosso é o maior produtor de etanol de milho no país, seguido de Goiás e Paraná. Dados da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), divulgados no último mês de maio, apontam que o milho já é responsável por 1,4 bilhão de litros do etanol total produzido no país, somando-se anidro e hidratado.  A estimativa para Mato Grosso é chegar a produção de 5 bilhões de litros do biocombustível por ano.

Atualmente, o estado conta com 13 unidades produtoras de etanol, sendo sete exclusivamente de cana, três flex (cana e milho) e três de milho. Mais três unidades exclusivas de milho estão previstas para serem inauguradas nos próximos meses.

Ainda de acordo com o último levantamento da Conab, as perspectivas para a produção brasileira de milho são de uma colheita de 101,9 milhões de toneladas, sendo 75,4 milhões de toneladas somente na segunda safra. Mato Grosso representa a maior área cultivada do país, com 5,4 milhões de hectares – um acréscimo de 10% da safra passada – e a maior produção com 34,5 milhões de toneladas – 10,2% maior que a safra anterior. E o milho tem a vantagem de ser estocável, ao contrário da cana.

Embora o consumo de etanol tenha sofrido um revés no país durante a pandemia – resultado da queda de consumo pela paralisação econômica e a disputa entre os grandes produtores de petróleo, Rússia e Arábia Saudita – o combustível já recupera sua posição no mercado. A política nacional para os biocombustíveis, o Renovabio, entrou em operação e mais de 220 unidades já aderiram ao programa, dando perspectivas otimistas ao setor. Alguns gargalos ainda persistem, como logística e políticas públicas – principalmente em relação a licenças ambientais e tributação – mas o setor sucroenergético e a União trabalham juntos para superar isso.

Com matéria prima abundante, expertise e um mercado consumidor mundial de prestes a explodir, o cenário para a produção de etanol não poderia ser melhor para o Brasil, e em especial para Mato Grosso. Este cenário faz o setor acreditar que poderemos nos tornar a maior região produtora do bicombustível no mundo em alguns anos.

*Marino Franz é sócio fundador da FS Bioenergia e presidente de Fundação de Pesquisa Rio Verde


Siga MT Agora no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube e aproveite para entrar em nosso grupo do WhatsApp clicando AQUI e deixar aqui abaixo o seu comentário.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros

COMENTARIOS

Mais de Coluna

Artigo

Quando é a Black Friday?

As lojas têm sede de vender e os clientes querem bons produtos a preços relativamente baixos

15 de Outubro de 2020 as 14h35

Artigo

LGPD entra em vigor após muitos anos de discussões

Entrou vigor no último mês de setembro a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD). Após quase uma década de concepção e disputas para ser criada, a legislação regulamenta o tratamento de dados pessoais por parte de empresas públicas e privadas.

15 de Outubro de 2020 as 10h26

Artigo

A LGPD e a responsabilidade das empresas

Nunca foi tão importante saber como as pessoas pensam, se expressam e se comportam

07 de Outubro de 2020 as 20h06

Artigo

Taxa Selic e o mercado imobiliário

Pela nona vez consecutiva a taxa Selic foi reduzida, atingindo o índice de 2%, o menor patamar histórico do Brasil

19 de Agosto de 2020 as 16h51

Artigo

Lucas do Rio Verde: Uma grande cidade, feita de suor e coragem

Esses 32 anos só nos mostram o potencial de crescimento que ainda existe na região.

06 de Agosto de 2020 as 14h48

Artigo

Ferrogrão: do sonho à realidade

Entre as vantagens estão a capacidade de carga dos trens, menor custo em grandes distâncias, maior segurança em relação ao rodoviário, menor frete, entre outros fatores

06 de Agosto de 2020 as 14h41

Artigo

Aceleração digital e os impactos nos negócios

A internet permite que se tenha acesso a todos os produtos e serviços e instituiu, nos últimos três meses, novas formas de trabalho e atendimento das demandas nos negócios.

24 de Julho de 2020 as 13h49

Artigo

Doem alimentos: restaurantes, lanchonetes, hotéis, padarias, etc

Empresas, no final do dia, simplesmente descartavam sobras no lixo

09 de Julho de 2020 as 08h32

Artigo

Eleições 2020 - Não haverá coligação para candidatos a vereador?

Neste ano eleitoral a grande mudança a ser implantada é que não haverá coligação nas candidaturas proporcionais, ou seja, para vereadores. Leia o texto e entenda no essa mudança implica.

02 de Julho de 2020 as 13h40

Artigo

Trabalho, responsabilidade e transparência no combate à COVID-19

Os casos aumentaram e as medidas que tomamos nos últimos 15 também foram duras, mas entendemos que foram acertadas

02 de Julho de 2020 as 07h06

Artigo

A retomada da economia vem do agro

O agronegócio será o único setor a ter crescimento positivo no ano, com projeção de 2,5%, segundo dados do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada – IPEA.

22 de Junho de 2020 as 16h10

Artigo

Advogado tributarista revela o motivo que levou mais de 780 mil empresas à falência no Brasil durante a pandemia da covid-19

O advogado tributarista e empreendedor Eliézer Marins analisa os reais motivos que têm levado milhares de empresas durante a quarentena e a pandemia da covid-19.

22 de Junho de 2020 as 15h41

Artigo

A burocracia exacerbada nos Cartórios de Registro de Imóveis de MT

Muitas vezes o cidadão que necessita transmitir a propriedade imobiliária ou desmembrar seu imóvel e se depara com tais pendências de impossível solução

22 de Junho de 2020 as 15h31

Artigo

Aos nossos super-heróis de carne e osso

São seres humanos que se alegram com uma vida salva, se preocupam e se dedicam a cada paciente.

03 de Junho de 2020 as 11h01

Artigo

A vida é um bem comum, vamos lutar juntos pela sua defesa

Não quero chegar a medidas mais drásticas, pois acredito que todos podem colaborar e tornar esse momento mais fácil.

28 de Maio de 2020 as 15h20

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

ENQUETE

Por causa da pandemia do coronavírus, você irá votar no próximo dia 15 de novembro?

Sim

Não

Ainda não sei

Parcial
veja +

COTAÇÃO