Artigo

Por que o INSS nega tantos benefícios?

Quais são seus direitos e as possíveis soluções?

29 de Março de 2019 as 17h 10min

Nos últimos dois anos, principalmente, temos visto o número de benefícios negados requeridos junto ao INSS crescer de forma espantosa. O INSS, como regra, nega o benefício solicitado pelo segurado/requerente.

Como também já afirmamos numa publicação passada, o benefício que mais é requerido e que tem o maior número de negativas é o auxílio doença.

Mas, no entanto, os outros benefícios como Aposentadorias (por tempo, por idade ou especial – quando há insalubridade e/ou periculosidade no serviço), também tem grande número de indeferimentos dos pedidos.

A Aposentadoria por idade, na maioria das vezes, quando é negada, se deve ao fato do INSS não computar (contar) corretamente todo o tempo de trabalho do segurado, ou não aceitar aquele tempo de trabalho rural que a pessoa desempenhou (aposentadoria híbrida), o que a justiça tem aceitado.

Na Aposentadoria por Idade Rural, a maioria das negativas se deve ao fato do INSS ser rígido demais na análise de provas de que a pessoa trabalha na lavoura, e, na maioria das vezes, não aceita os documentos levados pelo segurado.

Já na Aposentadoria por Tempo de Contribuição, a maioria das vezes, o INSS também soma de forma incorreta o tempo de contribuição da pessoa; não aceita tempo rural e não aceita tempo com insalubridade ou periculosidade, que conta-se de forma diferenciada, beneficiando o trabalhador.

A Aposentadoria Especial, por sua vez, na maioria das vezes é indeferida pelo INSS por este não aceitar os documentos que o segurado possui, como PPP ou LTCAT, por falta de informações ou por exigir documentos que o segurado não pode obter, seja porque a empresa não tem, seja porque a empresa fechou e etc. Principalmente este tipo de aposentadoria, que tem direito aquele que trabalha com insalubridade ou periculosidade, mesmo que não recebida no holerite, por mais de vinte e cinco anos, é a mais difícil e complicada em se obter no INSS.

Numa soma geral, temos que mais da metade dos benefícios requeridos ao INSS são negados. O elevado número de negativas se deve principalmente a uma restruturação na forma de análise e por medidas (instruções, portarias, decretos ou medidas provisórias), vindas do Executivo (Governo) que dificultam e muito, a concessão dos benefícios, principalmente pelo fato econômico.

Infelizmente, com a iminente reforma da previdência, a tendência é piorar, e cada vez mais o número de benefícios negados subir.

Diante deste cenário, quais as possíveis soluções?
Uma primeira opção do segurado, diante de uma negativa do INSS, seria um recurso administrativo, dirigido ao próprio INSS. Contudo, infelizmente, na maioria das vezes, o recurso demora até anos, e a resposta continua sendo o NÃO.

Outra saída, é a ação na justiça contra o INSS, visando conseguir o benefício. Na maioria das vezes, a Justiça tem aceitado provas como testemunhas e documentos que o INSS não aceita, justamente pelo senso de justiça e por entender a dificuldade do segurado em produzir provas para conseguir o benefício.

Somado a este fator, temos também que a maioria das normas do INSS dificultam o benefício para o segurado, enquanto judicialmente, se tem uma análise mais ampla, caso a caso.

O não do INSS não é absoluto. O Indeferimento não é a “palavra final”. Cabe ao segurado lutar para conseguir seus direitos e seu benefício, pois, sem dúvidas, trabalhou, e merece.


Fonte: Jusbrasil

COMENTARIOS

Mais de Coluna

Artigo

Foro Privilegiado de mãe

Que os nossos filhos consigam entender nossas ausências e o nosso trabalho

12 de Maio de 2019 as 11h14

Artigo

"Eu fui perseguida desde o dia do registro da minha candidatura"

Senadora do PSL questiona voto de relator, diz que processo tem nulidades e que será absolvida no TSE

06 de Maio de 2019 as 10h16

Entrevista

A reforma trabalhista reduziu as "aventuras jurídicas", diz juíza

A juíza Dayna Lannes Andrade apontou os pontos positivos e negativos da reforma, em vigor há um ano

01 de Maio de 2019 as 10h55

Artigo

O gosto do seu cliente

Não parametrize seu cliente através dos seus gostos ou preferências

23 de Abril de 2019 as 21h59

Artigo

O povo deveria julgar os acusados de crimes de corrupção

É uma forma democrática de reforço à participação popular no exercício do poder jurisdicional do Estado

23 de Abril de 2019 as 21h56

Artigo

O povo deveria julgar os acusados de crimes de corrupção

É uma forma democrática de reforço à participação popular no exercício do poder jurisdicional do Estado

23 de Abril de 2019 as 21h56

Artigo

Direito à liberdade de expressão nas redes sociais: quais os limites?

Direito Digital, Civil e Penal

11 de Abril de 2019 as 14h04

Artigo

O agronegócio e as recuperações judiciais

A agro é setor que mais apresentou pedidos de recuperação judicial

04 de Abril de 2019 as 09h51

Artigo

Lei Kandir e Funrual, o futuro do agro brasileiro

É preciso refletir sobre o efeito colateral das iminentes mudanças

04 de Abril de 2019 as 09h50

Artigo

Redução de impostos em medicamentos

O Carf julgou o recurso de um hospital do Distrito Federal, que pedia o direito à reduzir o valor a ser pago do Pis e Cofins

29 de Março de 2019 as 09h20

Artigo

Propósito de vida

Mudanças são necessárias, mas não devem envolver pesar ou sofrimento

24 de Março de 2019 as 10h28

Artigo

Depressão e sexualidade

A saúde mental e física andam sempre juntas e não podem serem separadas

24 de Março de 2019 as 10h27

Artigo

Embriaguez, seguro e indenização

Embriaguez pode afastar a obrigação de indenização pelo sinistro

24 de Março de 2019 as 10h25

Artigo

A síndrome do sabichão

Enquanto você continuar se achando o

24 de Março de 2019 as 10h22

Artigo

Artigo: Além dos fenômenos espirituais

Sempre será válido buscar um grupo de estudos dentro de um sério núcleo espírita

13 de Março de 2019 as 10h08

Guia MT

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

Enquete

Você acha que Bolsonaro está certo ao contingenciar verbas das Universidades federais?

Sim

Não

Não sei

Parcial
veja +

COTAÇÃO