Vinhos para as festas de Final de Ano!

Para harmonizar vinhos e pratos, torna-se importante levar em consideração os ingredientes que cada preparação culinária inclui.

21/12/2016 - 14:15:07

   

Neste período do ano, muitas pessoas, jornais e revistas que fazem matérias sobre vinhos que combinam com as festas de final de ano me perguntam sobre as harmonizações indicadas para a época. Isso é perfeitamente compreensível, pois nós sabemos que o vinho é uma bebida que sempre está presente nas festas natalinas e no Réveillon.

Para harmonizar vinhos e pratos, torna-se importante levar em consideração os ingredientes que cada preparação culinária inclui. Isso começa pelo ingrediente principal – a carne – seja de ave, bovina, porco ou peixe, além dos vegetais e condimentos que estruturam o prato. Também a forma de cocção dos alimentos e seus molhos e acompanhamentos devem ser avaliados. As sutilezas dessas combinações é que indicarão o melhor tipo de vinho para acompanhar a receita.

O desafio da harmonização de vinhos com ceias de final de ano é que estas são sempre compostas de grande número de pratos, com diferentes tipos de carnes, acompanhamentos fartos, untuosos e variados, frutas secas e frescas, sobremesas diversas, ingredientes doces e salgados, muitas cores e aromas, enfim uma babel gastronômica. Isso torna a regra geral das harmonizações quase uma impossibilidade.

A solução, nesse caso, é buscar uma seleção de vinhos ecléticos, como eu costumo dizer, os coringas. Em adição a isso, é importante que esses vinhos aceitem bem a presença de sabores adocicados, tão comuns nas receitas de final de ano.

Levando tudo isso em consideração, minha sugestão é que se comece por um espumante. Existem muitas opções de espumantes no mercado, desde os nacionais até os Champagnes, muitos recomendados para esta época do ano. O espumante é vinho festivo, fresco, que funciona bem com todos os pratos da ceia, para aqueles que assim desejarem. Alguns dos convidados, certamente, ficarão com ele durante toda a noite e a acidez e o frescor do espumante não farão feio diante de nenhum dos pratos servidos.

Assim sendo, selecionei três vinhos da Adega do DelMoro Supermercados para as ceias de final de ano!

1 – Conde de Foucauld Brut (Serra Gaúcha): Vinho espumante branco brut, ou seja com baixo teor de açúcar, elaborado a partir das castas Riesling e Semillon. Coloração amarelo-palha esverdeado; apresenta aromas de frutas cítricas; tem sabor bastante marcante e fresco, boa harmonização com pratos não muito estruturados das ceias, excelente para abrir a ceia como aperitivo. Beba a 8º.

2 – Cavatina Premium Moscato (Itália): Vinho espumante branco doce, apresenta aromas frutados que remete à laranja, pêssego, figos e maçã, com notas florais, sobretudo rosas brancas. Considerado um dos vinhos mais doces do mundo, o vinho Moscato situa-se no topo da pirâmide da produção de qualidade italiana. Tem esse nome por ser proveniente da uva branca Moscato, que possui alto teor de açúcar e sem dúvida é uma das mais antigas uvas que se tem registro na história. É bastante utilizada na Itália como vinho base para os Asti – nome dado aos espumantes italianos. Produz vinhos extremamente aromáticos (frutas cítricas, pêssego, mel e a própria uva) e é a única uva que mesmo após a fermentação ainda apresenta aroma de uva fresca.

3 – Origem Casa Valduga Cabernet Sauvgnon 2014: Vermelho rubi com reflexos violáceos, de aspecto límpido e brilhante. Mostra-se intenso no olfato, com predominância de frutas vermelhas como framboesa e cereja, acompanhadas por delicadas nuances de especiarias. É igualmente frutado no paladar. A suavidade dos taninos torna o vinho macio e proporciona um bom equilíbrio com a acidez e o moderado teor alcoólico. Excelente com carnes vermelhas grelhadas, massas, risotos e queijos suaves. 

Por:
Diego Pessoas
Consultor de Vinhos-DelMoro Supermercados
Contato: (65) 9 9909 6811

MT Agora

Mais Noticias

Artigo

Artigo: Recall presidencial

Artigo

Artigo: Como auxiliar os jovens

Artigo

Artigo: Falta de ética na política

Artigo

Artigo: Delação premiada: impunidade?

27/06/2017 -

Artigo: O ser voluntário

Muito além dos likes nas redes sociais, o ato de se colocar à disposição do próximo por amor faz bem à saúde

06/06/2017 -

Artigo: Turismo e meio ambiente devem caminhar juntos

O Estado vive um momento importante em que colocou a temática ambiental como estratégia nas suas políticas públicas

06/06/2017 -

Artigo: Se Temer cair, haverá eleições?

As novas eleições devem ser diretas, ou seja, pelo povo, e não pelos parlamentares

06/06/2017 -

Artigo: Conforto dos animais

Os criadores não teriam resistência em adaptar-se ao aumento do espaço para os animais, desde que vendessem mais caro

20/04/2017 -

Artigo: Política X Política

Ultimamente, parece que a má política está prevalecendo sobre a boa, levando-nos a ser cada vez mais descrente na tal classe política.

04/03/2017 -

Artigo: A renovação do sistema político

A história vai registrar todos os danos irreparáveis causados por essa casta de “nobres” decaídos

01/03/2017 -

Artigo: Carnaval, corrupção e santa

No final das contas, até a Igreja Católica, conhecida pelo conservadorismo, este ano se rendeu ao Carnaval

01/01/2017 -

A importância do Coaching na formação da carreira e no Desenvolvimento Humano

O processo de coaching estimula a capacidade das pessoas de se reinventarem e encontrarem alternativas adequadas, diante do atual momento que estão vivendo.

20/02/2017 -

Artigo: A patricinha não estuda história

Quem nasceu em um ninho de cobras é fácil e dizer que “a oposição tem chances reais de vencer em 2018”

13/02/2017 -

Arrigo: Cuiabá 300 anos

Cuiabá está no rol que envolve poucas cidades brasileiras com tempo de fundação próximo ou superior a 300 anos.

09/02/2017 -

Artigo: Corporações e a barbárie

...Neste momento, a banda dos pobres voltou-se contra a banda dos ricos e estabeleceu o crime da barbárie...

08/02/2017 -

Artigo: Obesidade, um tema palpitante

O sedentarismo representa um dos fatores que tem como resultado final o excesso de peso

24/01/2017 -

A inoperância dos operantes

Vamos continuar nossa briga para que consigamos receber do Estado pelo menos o mínimo.

17/01/2017 -

Investir na Juventude é garantir o presente e o futuro

O que a juventude reivindica agora, será refletido no futuro. Investir em qualidade de vida para os jovens hoje, fará com que eles se sintam cada vez mais integrados com o Município, despertando um sentimento que parece perdido.

10/01/2017 -

Flávio Stringueta: O "Negócio da China"

Pensemos na seguinte frase: o candidato menos ruim também é ruim.

Disk Bem

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

Tempo Agora