Economia

Aneel anuncia bandeira tarifária vermelha 1 em dezembro com valor de R$ 3 a cada 100 kWh

Em novembro, devido à estiagem, agência havia elevado custo da energia para vermelho 2, o mais alto da escala. Aneel explicou que melhora nos níveis de reservatórios permitiu redução da tarifa.

Energia Elétrica | 28 de Novembro de 2017 as 00h 31min
MT Agora - G1

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) anunciou nesta segunda-feira (27) que a bandeira tarifária em dezembro será vermelha em patamar 1. O custo da energia no mês que vem, segundo a agência, será de R$ 3 a cada 100 kWh (quilowatts-hora) consumidos.

De acordo com a Aneel, em razão de, ao longo do mês de novembro, ter ocorrido uma "pequena evolução" na condição dos reservatórios das usinas hidrelétricas em relação a outubro, foi possível acionar a bandeira vermelha 1.

Em novembro, por conta da estiagem que reduziu o nível dos reservatórios, a Aneel havia elevado a energia elétrica para bandeira vermelha patamar 2, a mais alta da escala criada pela agência para sinalizar o custo real da energia gerada. Na ocasião, o custo de 100 kWh havia saltado para R$ 5.

À época, a justificativa para o reajuste foi que a falta de chuvas e a situação delicada dos reservatórios das hidrelétricas vêm exigindo o uso maior de energia das termelétricas (usinas que geram eletricidade mais cara), mas o fundo formado pelos recursos das bandeiras tarifárias não vinha sendo suficiente para cobrir o custo extra do setor.

O sistema de bandeiras tarifárias foi criado para sinalizar aos consumidores o custo da produção de energia no país. O objetivo é permitir que os consumidores adotem medidas de economia para evitar que suas contas de luz fiquem mais caras nos momentos em que esse custo está em alta.

Com os reservatórios das usinas hidrelétricas cada vez mais baixos, por causa da estiagem, o sistema elétrico depende cada vez mais de usinas térmicas, que geram energia mais cara pois funcionam por meio da queima de combustíveis.

A cor verde indica que o custo é baixo. A amarela, que ele subiu um pouco. A vermelha, patamar 1, que está alto. E a vermelha, patamar 2, que está muito alto.

COMENTARIOS

Mais de Economia

Pesquisa

Diminuiu o número de pessoas desempregadas em Mato Grosso, aponta IBGE

A pesquisa também mostrou a taxa de combinação por insuficiência de horas trabalhadas no 2ª trimestre deste ano.

18 de Agosto de 2018 as 17h05

Combustíveis

Preços médios da gasolina e do diesel nas bombas terminam a semana em queda, diz ANP

Desde a véspera da greve dos caminhoneiros, preço médio do diesel nas bombas baixou R$ 0,21; valor médio do etanol teve o 10º recuo semanal consecutivo.

18 de Agosto de 2018 as 01h25

Hiperinflação

Venezuelanos fazem filas para comprar produtos antes de mudança da moeda

Na próxima segunda, entra em circulação a nova moeda, que terá um corte de cinco zeros em relação à atual.

18 de Agosto de 2018 as 01h18

Oportunidade

Confira as vagas de emprego disponíveis no Sine de Lucas do Rio Verde

Os interessados podem procurar o Sine na Galeria Central de Serviços, localizada na Av. Paraná, nº 766 S, sala 06, Centro. O horário de funcionamento é das 8h às 11h e das 13h às 16h.

17 de Agosto de 2018 as 14h16

Levantamento

Inadimplência em MT cresceu 4,66% em julho de 2018; Na área do comércio retração foi de -2,78%

O dado ficou acima da média da região Centro-Oeste (-2,10%) e abaixo da média nacional (1,47%).

15 de Agosto de 2018 as 23h39

Oportunidade

Confira as vagas de emprego disponíveis no Sine-Lucas do Rio Verde

Os interessados podem procurar o Sine na Galeria Central de Serviços, localizada na Av. Paraná, nº 766 S, sala 06, Centro. O horário de funcionamento é das 8h às 11h e das 13h às 16h.

15 de Agosto de 2018 as 20h00

Veja Mais
Disk Bem

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

TEMPO AGORA

Hoje, Domingo

Lucas do Rio Verde, MT

Ensolarado

22º

COTAÇÃO