Cotação

Dólar recua e fecha a R$ 3,70, menor valor em mais de 2 meses

Moeda norte-americana recuou pela terceira sessão seguida e acumula desvalorização de 3,78% na semana.

09 de Outubro de 2018 as 22h 44min

Dlar cai para R$ 3,71, menor valor em mais de dois meses

O dólar fechou em forte queda nesta terça-feira (9), com os investidores ainda reagindo aos resultados do primeiro turno das eleições no domingo, apesar do clima de maior aversão ao risco no exterior.

A moeda norte-americana caiu 1,51%, vendida a R$ 3,7090.  É o menor valor desde o dia 3 de agosto, quando o dólar encerrou o dia a R$ 3,7069.

Na máxima, o dólar chegou a R$ 3,7911, e na mínima, atingiu R$ 3,7023. Já o dólar turismo fechou a R$ 3,86, sem considerar impostos.

Na semana, a moeda dos EUA já cede 3,78%. No mês de outubro, a desvalorização é de 8,14%. Já no acumulado do ano, ainda avança 11,94%.

Cenário eleitoral

"O otimismo doméstico está se sobrepondo ao exterior. É muito recente o resultado de domingo", disse à Reuters o operador da H.Commcor Corretora Cleber Alessie Machado, acrescentando que o fato de o dólar ter fechado longe das mínimas na véspera favorece o movimento nesta sessão.

O mercado tem preferência pelo candidato que se comprometa com a agenda de reformas, entre elas a da Previdência, corte de gastos e ajuste fiscal.

Segundo Machado, o mercado deve reagir a quaisquer sinalizações de um segundo turno dividido, o que acaba por alimentar expectativas com pesquisas eleitorais previstas para os próximos dias, como a do Datafolha nesta quarta-feira (10), a primeira após o 1º turno.

Exterior

No exterior, o dólar sobiu frente a moedas de países emergentes, como o peso chileno. Os investidores estão preocupados com o orçamento italiano e ainda repercutem o corte das previsões de crescimento global feita pelo Fundo Monetário Internacional (FMI), inclusive para o Brasil, em 2018 e 2019.

O Banco Central ofertou e vendeu integralmente nesta sessão 7,7 mil swaps cambiais tradicionais, equivalentes à venda futura de dólares. Desta forma, rolou US$ 2,695 bilhões do total de US$ 8,027 bilhões que vence em novembro. Se mantiver essa oferta diária e vendê-la até o final do mês, terá feito a rolagem integral.

Última sessão

No dia anterior, a moeda norte-americana caiu 2,31%, vendida a R$ 3,7658. Foi a maior queda percentual desde o recuo de 5,59% de 8 de junho passado e também o patamar mais baixo de fechamento em dois meses.

Ajustes nas perspectivas

Desde agosto, a moeda norte-americana vinha se mantendo acima de R$ 4, em meio a incertezas sobre o cenário eleitoral e também ao cenário externo mais turbulento, o que fez aumentar a procura por proteção em dólar.

A expectativa de que a cautela iria predominar nos mercados foi substituída por ajuste de posições nos últimos pregões, em meio ao resultado das últimas pesquisas eleitorais antes do 1º turno.

O mercado prefere candidatos com viés mais reformista e entende que aqueles com viés mais à esquerda não se enquadram nesse perfil. E, com o resultado das eleições, o mercado entende que o país poderá ser governado por alguém com o perfil adequado à sua preferência.

As flutuações costumam ocorrer conforme cresce a procura pelo dólar ou oferta: se os investidores veem um futuro mais incerto ou arriscado, buscam comprar dólares como um investimento considerado seguro. E quanto mais interessados no dólar, mais caro ele fica.

Outro fator que pressiona o câmbio é a elevação das taxas básicas de juros nas economias avançadas como Estados Unidos e União Europeia, o que incentiva a retirada de dólares dos países emergentes. O mercado tem monitorado ainda a guerra comercial entre Estados Unidos e seus parceiros comerciais e a crise em países como Argentina e Turquia.

A projeção do mercado financeiro para a taxa de câmbio no fim de 2018 permaneceu em R$ 3,89 por dólar, segundo previsão de analistas de instituições financeiras divulgada por meio de boletim de mercado pelo Banco Central nesta segunda. Para o fechamento de 2019, ficou estável em R$ 3,83 por dólar.


Fonte: G1

COMENTARIOS

Mais de Economia

PIB

Governo deve reduzir previsão de crescimento da economia em 2019

Informação é do subscretário de Política Fiscal, Marco Cavalcanti

24 de Junho de 2019 as 23h09

Combustíveis

Preço médio da gasolina nas bombas recua pela 6ª semana seguida, diz ANP

Valor do diesel, etanol e gás de cozinha também tiveram redução na última semana.

24 de Junho de 2019 as 22h27

Bolsa De Valores

Ibovespa registra recorde ao ultrapassar 102 mil pontos

Bolsa teve alta de 1,70% em relação a quarta-feira

22 de Junho de 2019 as 01h07

Destaque Internacional

Reino Unido manifesta apoio ao ingresso do Brasil na OCDE

Embaixador britânico diz que a integração trará ''claro progresso''.

20 de Junho de 2019 as 21h20

Pesquisa

Mulheres aumentam escolaridade em relação aos homens, mostra pesquisa

Ano de 1991 marcou perfil feminino no mercado de trabalho

17 de Junho de 2019 as 06h42

IMPOSTO DE RENDA 2019

Receita paga 1º lote de restituições do Imposto de Renda 2019 nesta segunda-feira

Serão distribuídos R$ 5,1 bilhões a 2.573.186 contribuintes idosos e com algum tipo de deficiência ou doença grave.

17 de Junho de 2019 as 06h34

Reforma Da Previdência

Confira principais mudanças no relatório da reforma da Previdência

Parecer do deputado Samuel Moreira será votado por comissão especial

13 de Junho de 2019 as 23h29

Combustíveis

Petrobras reduz preço do diesel em 4,6% e acaba com periodicidade para reajustes

A partir de agora, os reajustes de preços de diesel e gasolina serão realizados sem periodicidade definida, disse a empresa.

12 de Junho de 2019 as 22h40

Benefício

PIS-Pasep 2018-2019: 2,2 milhões ainda não sacaram o abono salarial

Trabalhadores têm até o dia 28 de junho para realizar o saque. Veja quem tem direito.

12 de Junho de 2019 as 22h34

Pesquisa

Trabalhador valoriza mais jornada flexível e bônus e menos benefícios como plano odontológico, diz pesquisa

Pesquisa feita na América do Norte mostra disparidade entre as vantagens, benefícios e incentivos que os funcionários desejam e os que as empresas oferecem.

12 de Junho de 2019 as 22h25

Oportunidade

Confira as vagas de emprego disponíveis no Sine de Lucas do Rio Verde

Os interessados podem procurar o Sine na Galeria Central de Serviços, localizada na Av. Paraná, nº 766 S, sala 06, Centro. O horário de atendimento é de segunda a sexta-feira, das 7h às 11h e das 13h às 16h.

12 de Junho de 2019 as 21h14

Oportunidade

Sine oferece 1.717 vagas de emprego nesta semana em Mato Grosso

É preciso verificar na unidade a disponibilidade das vagas que são ofertadas diariamente.

11 de Junho de 2019 as 01h52

Combustíveis

Custo de produção da cana cai, safra aumenta e preço do etanol tem redução em MT

Litro de etanol nos postos está custando em torno de R$ 2,29. Gerente de posto diz que consumidores aproveitam para encher o tanque.

11 de Junho de 2019 as 01h06

Restituição IRPF

Receita abre consulta ao primeiro lote de restituição do IRPF 2019

São 2,5 milhões de contribuintes que possuem prioridade no recebimento; crédito será feito no dia 17

10 de Junho de 2019 as 22h25

Consulta Pública

Plano Plurianual 2020-2023 recebe contribuições até o dia 30 deste mês

Ao abrir a participação eletrônica, governo amplia o espaço a sociedade no processo de planejamento orçamentário

10 de Junho de 2019 as 22h16

Guia MT

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

Enquete

veja +

COTAÇÃO