Poder Executivo

Governo de MT finaliza pagamento de salário dos servidores dentro do prazo legal

Nesta segunda, recebem os servidores que ganham mais de R$ 6 mil líquidos, 90% já haviam recebido o salário no dia 30 de setembro.

Fonte:MT Agora - Gcom-MT
11 de Outubro de 2016 as 01h 26min

O Governo de Mato Grosso finalizou nesta segunda-feira (10.10) o pagamento de salário dos servidores do Poder Executivo. Até o fim do dia, 3.195 servidores terão os valores depositados em sua conta corrente. Nesta segunda, recebem os servidores que ganham mais de R$ 6 mil líquidos, 90% já haviam recebido o salário no dia 30 de setembro.

Na última sexta-feira (07.10) o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz), já havia quitado o salário dos servidores da Segurança, Saúde, Educação e do MT Prev, com um total de R$ 83.894.781,32. A folha paga nesta segunda-feira totalizou R$ 33.560.865,13. Juntas, representam 10% do funcionalismo estadual, que significa R$ 117.455.646,45.

Mesmo com a crise econômica e o déficit de mais de R$ 400 milhões em repasses da União, Mato Grosso conseguiu manter o pagamento dos salários de 90 mil servidores. O governador Pedro Taques ressaltou os esforços da gestão para o pagamento dos servidores do Estado.

De acordo com o governador, graças a estas medidas, a gestão tem conseguido cumprir os acordos de reajustes com os servidores, como o Reajuste Geral Anual (RGA) de 2016, além de manter a folha de pagamento em dia.

Atualmente, 14 Estados estão pagando de forma parcelada ou escalonaram a data de pagamento de seus servidores. “Excepcionalmente em setembro, alteramos a data de pagamento de parte dos servidores públicos de Mato Grosso. Aproximadamente 90% dos servidores, que recebem até R$ 6 mil líquidos, receberam no final do mês de setembro. Os 10% restantes, com salários acima de R$ 6 mil, recebem hoje (10.10)”.

A crise tem afetado a arrecadação do estado e para aumentar a receita sem aumentar impostos, a Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz) está revisando os incentivos fiscais e implementando um conjunto de medidas, que inclui: Programa Refis; Programa Regularize; Ações volantes para reduzir a evasão de divisas; Intensificação de cobrança do ICMS sobre os produtos sujeitos à substituição tributária, como bebidas, cigarros e veículos; e Priorização dos julgamentos administrativos, em primeira instância, dos créditos com maior liquidez, entre R$ 80 mil e R$ 300 mil.

Taques lembrou que para combater a crise, o Governo encaminhou um projeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO 2017), com a previsão de redução de 15% no duodécimo, à Assembleia Legislativa.

Conforme o governador, para piorar a situação, os repasses da União foram reduzidos drasticamente e o auxílio financeiro para Fomento às Exportações, o FEX, também não foi quitado. “Contávamos com o recebimento de R$ 400 milhões para fazer frente às despesas prioritárias, como pagamento de salários”.

O governador afirmou que junto com outros 19 governadores das regiões Norte, Nordeste e Centro Oeste, assinou uma carta solicitando ao presidente da República um repasse emergencial da União de R$ 7 bilhões.

“Analisamos, ainda, a possibilidade da assinatura de um decreto de calamidade. Estamos fazendo escolhas difíceis e avançaremos como sempre: com responsabilidade, diálogo e transparência”.

MUDANÇA DO EXPEDIENTE

Outra medida para diminuir os efeitos da crise foi a mudança do expediente de trabalho nos órgão da administração pública estadual, autorizado pelo decreto 694/2016. A mudança busca alcançar uma redução nos gastos com água, luz e telefone.

“Isso pode soar para alguns como uma medida irrelevante, mas quando se valoriza o dinheiro público, cada Real faz muita diferença. Cada Real economizado no custeio é um Real a mais em Saúde, Segurança, Educação e Estradas”, disse.

Taques assegurou que manterá os principais investimentos no Estado, como o novo Pronto-Socorro de Cuiabá, que está sendo construído com a Prefeitura de Cuiabá.

“Os demais recursos de que dispomos são em convênio com o Governo Federal e os ligados à infraestrutura são recursos com fontes já carimbadas, como o Fethab e a CIDE (Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico), valores que não podem ser repassados a outras unidades orçamentárias”.

Investimentos na Segurança também foram mantidos, como o aumento do efetivo, uma vez que policiais não podem trabalhar por meio de contrato, como acontece em outras áreas. Contudo, Taques afirmou que a maior da despesa com pessoal na área de Segurança não está nas novas contratações, mas sim nos aumentos concedidos por leis de carreira.

Para concluir, o chefe do Executivo convocou a sociedade a unir forças para superar este difícil momento em que o país e o Estado encontra.

“Como diz o provérbio, “os navios estão seguros nos portos, mas não é para isso que foram feitos”. Não fomos feitos para a acomodação, muito menos para o fracasso. Por isso, vamos enfrentar cada dificuldade e cada desafio com coragem. A crise é real, mas soluções são possíveis. E estão nas mãos de cada um e de todos nós. Conto com você”, concluiu.


Siga MT Agora no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube e aproveite para entrar em nosso grupo do WhatsApp clicando AQUI e deixar aqui abaixo o seu comentário.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros

COMENTARIOS

Mais de Economia

Pacto Federativo

Secretário do Tesouro pede cláusula de calamidade no Pacto Federativo

Flexibilidade ajudaria em eventual segunda onda de covid, diz Funchal

29 de Outubro de 2020 as 21h31

Geração de Emprego

Criação de empregos em setembro atinge melhor nível em dez anos

Caged diz que 249,3 mil postos de trabalho foram abertos no mês

29 de Outubro de 2020 as 18h32

IPI Reduzida

Jogos eletrônicos têm a alíquota de IPI reduzida

É a segunda redução do imposto para o setor. Com a medida, a alíquota vai variar de 6% a 30%

28 de Outubro de 2020 as 22h42

Brasil Mais

Programa Brasil Mais é retomado com objetivo de ampliar a produtividade de empresas brasileiras

Iniciativa vai oferecer capacitação para melhorar a gestão e apoiar a adoção de tecnologias digitais a cerca de 120 mil empresas

28 de Outubro de 2020 as 22h39

Auxílio Residual

Beneficiários do Bolsa Família recebem 2ª parcela de auxílio residual

Hoje foram liberados R$ 421,6 milhões para 1,6 milhão de pessoas

19 de Outubro de 2020 as 10h40

Informações G1

Defensoria recorre à Justiça para que cédulas de R$ 200 saiam de circulação

A Defensoria Pública da União (DPU) ingressou com uma Ação Civil Pública na Justiça para que o Banco Central suspenda a confecção das notas de R$ 200.

13 de Outubro de 2020 as 18h24

Auxílio Emergencial

Caixa libera saques e transferências para mais 4 milhões nesta terça

Liberação é para aniversariantes em julho, que tiveram dinheiro creditado em poupança social digital no dia 23 de setembro.

13 de Outubro de 2020 as 07h43

Renegociação

Renegociação de pagamentos fica em segundo plano para 51% dos brasileiros durante a pandemia

Pesquisa da Mobills também aponta que 11% cancelaram os serviços que pagavam anteriormente

14 de Setembro de 2020 as 14h34

Queda

Mercado financeiro prevê queda da economia em 5,31% este ano

Para o próximo ano, a expectativa é de crescimento de 3,50%, diz BC

08 de Setembro de 2020 as 08h52

Limpa Nome

Campanha Serasa Limpa Nome termina nesta terça-feira

Iniciativa permite quitar dívidas de até R$ 1 mil por apenas R$ 100

08 de Setembro de 2020 as 08h47

Projeções

Ministério da Economia mantém em queda de 4,70% a projeção do PIB de 2020

Para 2021, a projeção de crescimento foi mantida em 3,20%, enquanto para 2022, a estimativa de alta no PIB continuou em 2,60%

15 de Julho de 2020 as 15h28

Auxílio Emergencial

Não dá para transformar os R$ 600 em renda permanente, diz diretor da IFI

Para Felipe Salto, Brasil precisa discutir a implantação de uma eventual renda básica permanente no cenário pós-pandemia

14 de Julho de 2020 as 23h38

Negociação

Senado aprova negociação de dívidas de micro e pequenas empresas

A matéria já passou pela Câmara e agora vai à sanção presidencial

14 de Julho de 2020 as 23h24

Suínos

Argentina destrói 188 Kg de carne suína com triquinose

Medida impediu que a carne chegasse ao consumidor

09 de Julho de 2020 as 08h03

Auxílio Emergencial

Caixa libera saque de primeira parcela do terceiro lote de aprovados

No total são 4,9 milhões dentro desse terceiro lote. Nesta segunda-feira, poderão sacar o dinheiro os nascidos em janeiro, um total de 400 mil trabalhadores.

06 de Julho de 2020 as 07h33

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

ENQUETE

veja +

COTAÇÃO