Juiz do DF manda suspender decreto que aumentou tributos sobre combustíveis

Aumento foi anunciado pelo governo na semana passada e atingiu gasolina, etanol e diesel. AGU diz que vai recorrer da decisão.

25/07/2017 - 20:03:17

   

O juiz substituto Renato Borelli, da 20ª Vara Federal de Brasília, determinou nesta terça-feira (25) a suspensão imediata do decreto publicado na semana passada pelo governo e que elevou a alíquota de PIS/Cofins que incide sobre a gasolina, o diesel e o etanol.

Procurada, a Advocacia-Geral da União (AGU) informou que a notificação sobre a decisão precisa ser presencial, ou seja, por meio de um oficial de justiça. Segundo o órgão, isso pode demorar alguns dias, mas a União pode se dar como intimada antes e entrar com um recurso.

Informou ainda que recorrerá da decisão, o que deve acontecer ainda nesta terça. No recurso, o governo deve argumentar que a lei permite que o presidente altere por decreto o imposto, dentro de uma margem legal, para cima ou para baixo.

A decisão liminar (provisória) vale para todo o país e atendeu a pedido feito em uma ação popular, movida pelo advogado Carlos Alexandre Klomfahs.

Apesar de determinar a suspensão imediata do decreto, tecnicamente a decisão só vale quando o governo for notificado. A decisão também determina o retorno dos preços dos combustíveis.

O aumento começou a valer na sexta (21). Segundo o governo, a tributação sobre a gasolina subiu R$ 0,41 por litro e mais que dobrou: passou a custar aos motoristas R$ 0,89 para cada litro de gasolina, se levada em consideração também a incidência da Cide, que é de R$ 0,10 por litro.

A tributação sobre o diesel subiu em R$ 0,21 e ficou em R$ 0,46 por litro do combustível. Já a tributação sobre o etanol subiu R$ 0,20 por litro.

Borelli aponta que a decisão do governo de elevar a tributação sobre os combustíveis via decreto é inconstitucional. De acordo com o juiz federal, "o instrumento legislativo adequado à criação e à majoração do tributo é, sem exceção, a Lei, não se prestando a tais objetivos outras espécies legislativas."


Ele aponta que a medida do governo prejudica o consumidor e não respeitou o princípio segundo o qual nenhum tributo será cobrado antes de noventa dias da publicação da lei que o instituiu ou aumentou.

"Não pode o Governo Federal, portanto, sob a justificativa da arrecadação, violar a Constituição Federal, isto é, violar os princípios constitucionais, que são os instrumentos dos Direitos Humanos", afirma Borelli na decisão.

Contas públicas no vermelho
Com o aumento da tributação sobre os combustíveis, o governo espera uma receita adicional de R$ 10,4 bilhões no restante de 2017. O objetivo da medida foi elevar a arrecadação federal, que neste ano tem ficado abaixo da esperada.

Por conta da baixa arrecadação, o governo enfrenta dificuldades para cumprir a meta fiscal deste ano, que é de déficit (despesas maiores que receitas) de R$ 139 bilhões.

Junto com o aumento na tributação dos combustíveis, o governo anunciou o bloqueio de R$ 5,9 bilhões do orçamento de 2017.

De acordo com a Receita Federal, no primeiro semestre a arrecadação cresceu 0,77%. O resultado positivo, porém, se deu pelo aumento das receitas do governo com royalties pagos por empresas que exploram petróleo no país - a receita com impostos e contribuições caiu 0,20% no período.

MT Agora - Mariana Oliveira | G1

Mais Noticias

Carteira Assinada

No melhor mês de outubro em 4 anos, Brasil cria 76 mil vagas formais de trabalho

Dados

Mais de 55% do total de desempregados em MT são pretos e pardos, diz IBGE

Preço Dos Combustivési

Petrobras reduz gasolina em 3,8%, maior queda desde o início de julho

Dados

Secretaria de Planejamento divulga boletim sobre cenário econômico de Mato Grosso

14/11/2017 -

Vendas do comércio crescem 0,5%, diz pesquisa do IBGE

Os dados da Pesquisa Mensal de Comércio (PMC) foram divulgados hoje (14), no Rio de Janeiro, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

14/11/2017 -

Governo de MT completa o pagamento de 96,7% dos servidores nesta terça (14)

Os salários de quem ganha acima de R$ 5 mil e até R$ 10 mil líquidos (ou R$ 14,1 mil brutos) serão disponibilizados nas respectivas contas a partir das 20 horas.

14/11/2017 -

Está a procura de um emprego? Confira as vaga do Sine de Lucas do Rio Verde

O horário de atendimento é das 7h às 13h.

13/11/2017 -

Petrobras reverte prejuízo, mas tem lucro abaixo do esperado no 3º trimestre

Aquém das expectativas do mercado, lucro da petroleira foi menor que no trimestre anterior, afetado em maior parte por despesas extraordinárias com Refis e provisões para ações judiciais.

10/11/2017 -

Reforma trabalhista: veja ajustes que o governo deve fazer na lei que começa a vigorar neste sábado

G1 e GloboNews tiveram acesso a texto com ajustes, que podem ser feitos via medida provisória ou projeto de lei. Reforma trabalhista começa a valer neste sábado (11).

10/11/2017 -

Preço da gasolina volta a subir e passa de R$ 3,90 pela primeira vez

Na semana anterior, o valor médio do combustível era de R$ 3,882.

06/11/2017 -

Maior construtora na Ásia virá a MT estudar projetos de infraestrutura

De olho na nova onda de investimentos chineses no Brasil, o governador Pedro Taques apresentou as potencialidades do Estado e atraiu a atenção do grupo.

06/11/2017 -

Petrobras aprova reajustes de 2,3% na gasolina e de 1,9% para diesel

Medida foi aprovada em reunião especial que ocorre quando os combustíveis sobem ou caem mais de 7% em um único mês; motivo alegado para o aumento são preços internacionais e câmbio.

24/10/2017 -

Corrupção, violência e pobreza são o que mais atrapalha o Brasil, diz pesquisa

Já amizade, alegria e honestidade são apontados como os valores pessoais mais importantes para o brasileiro, segundo pesquisa da Crescimentum em parceria com o Datafolha.

24/10/2017 -

Aneel eleva cobrança máxima da bandeira tarifária de R$ 3,50 para R$ 5 a cada 100 kWh

Reajuste de 42,8% do patamar 2 da bandeira vermelha valerá já para o mês de novembro. Proposta da Aneel, no entanto, também passará por consulta pública, onde pode ser alterada.

17/10/2017 -

Empréstimos do BNDES caem 20% no ano até setembro

Volume desembolsado pelo banco foi de R$ 50 bilhões no acumulado de 2017.

15/10/2017 -

Horário de verão começou em 10 estados e no DF

Horário de verão vai até 18 de fevereiro de 2018.

14/10/2017 -

Comerciantes acreditam que horário de verão deve causar impacto positivo nas vendas em MT

Lojistas acreditam que a alteração que deixa o dia “mais longo” favorece as vendas, já que permite a circulação de pessoas por um período maior do horário de funcionamento.

14/10/2017 -

Quatro anos após os primeiros leilões, 6 rodovias federais têm só 17% dos trechos duplicados

Empresas tinham 5 anos para duplicar 3.162 km de rodovias leiloadas entre 2013 e 2014. Descumprimento de contrato, falta de recursos e ausência de licença para obra explicam atrasos.

14/10/2017 -

Lava Jato levou empresas a vender mais de R$ 100 bilhões em ativos desde 2015

Quase 50 negócios de grandes empresas impactadas pela operação trocaram de mãos desde 2015, segundo levantamento do G1; vendas foram feitas para reforçar caixa diante da crise de credibilidade.

Disk Bem

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

Tempo Agora