Economia

Maior construtora na Ásia virá a MT estudar projetos de infraestrutura

De olho na nova onda de investimentos chineses no Brasil, o governador Pedro Taques apresentou as potencialidades do Estado e atraiu a atenção do grupo.

Investimentos | 06 de Novembro de 2017 as 23h 07min
MT Agora - Ana Rosa Fagundes

O governador Pedro Taques se reuniu nesta segunda-feira (06.11), em Beijing, com os diretores da China Communication Construction Company (CCCC), a maior empresa de construção civil da Ásia. O vice-presidente mundial da empresa estatal, Sun Ziyu, disse que o projeto de expansão dos investimentos no Brasil é prioridade e que, ainda este ano, fará uma visita oficial a Mato Grosso. 

A empresa já manifestou que irá participar de leilão de ferrovias e outros projetos no Brasil. A CCCC tem interesse na Fiol - Ferrovia de Integração Oeste Leste, Ferrovia Norte-Sul e Ferrogrão. Além disso, irá investir na construção de um porto em São Luís, projeto já em andamento.

A estatal tem 120 anos de existência, é a terceira maior empresa na área de construção do mundo e está presente em 150 países. No Brasil são 30 anos de história. 

De olho na nova onda de investimentos chineses no Brasil, o governador Pedro Taques apresentou as potencialidades do Estado e atraiu a atenção do grupo. Foram apresentados os números da produção de grãos do Estado. “Temos capacidade de ampliar nossa produção sem aumentar a aérea plantada. Mas a infraestrutura ainda é um grande gargalo para o aumento do crescimento econômico”. 

Sun Ziyu afirmou que olha como favoráveis as perspectivas de investimentos em Mato Grosso e enviará um grupo de trabalho a Cuiabá para avaliar as possibilidades de investimentos considerando os projetos prioritários do Estado. “Depois dessa visita o governador abrigou uma nova página para a CCCC e acredito que vamos começar uma parceria. Espero embreve nos encontramos em Mato Grosso”.

COMENTARIOS

Disk Bem

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

TEMPO AGORA

Hoje, Segunda Feira

Lucas do Rio Verde, MT

Tempestades isoladas

31º

COTAÇÃO