Carteira Assinada

No melhor mês de outubro em 4 anos, Brasil cria 76 mil vagas formais de trabalho

Foi o sétimo mês seguido em que as contratações com carteira assinada superaram as demissões no país. Resultado de outubro também foi o melhor de 2017.

20 de Novembro de 2017 as 23h 12min

O Brasil criou 76.599 vagas de trabalho com carteira assinada em outubro deste ano, de acordo com informações do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged). Os números foram divulgados pelo Ministério do Trabalho nesta segunda-feira (20).

O número é a diferença entre as contratações, que somaram 1.187.819, e o de demissões no mês passado, que totalizaram 1.111.220.

  • Foi o sétimo mês seguido com criação de postos de trabalho com carteira assinada no país;
  • O resultado de outubro também foi o melhor para um mês registrado em 2017;
  • Além disso, foi a primeira vez, desde 2013, em que as contratações superaram as demissões no mês de outubro. Deste modo, foi o melhor mês de outubro em quatro anos.

"São números que dão ainda mais certeza de que as medidas adotadas pelo governo colocaram o Brasil de volta nos trilhos do crescimento econômico", avaliou o ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira.

Segundo ele, os novos formatos de contrato de trabalho regulamentados pela nova lei trabalhista, o intermintente e o "home office", devem gerar dois milhões de vagas em dois anos (2018 e 2019).

Reportagem do G1 revelou, porém, que o formato de registro dos contratos intermitentes pode inflar os números do emprego formal.

Nesta segunda, Nogueira afirmou que o governo está se organizando para informa à sociedade o número de empregados contratados, e não o número de vínculos existentes para cada trabalhador intermitente.

"Vamos informar o número de pessoas formalmente com renda. E a modalidade do contrato dele", disse.

No acumulado de janeiro a outubro deste ano, ainda de acordo com o governo, foram gerados 302.189 empregos com carteira assinada. No mesmo período do ano passado, o governo informou que foram demitidos 751.816 trabalhadores.

Foi o melhor resultado para os dez primeiros meses de um ano desde 2014, quando foram criados 912.287 empregos com carteira assinada.

Os números de criação de empregos formais do acumulado de 2017, e de igual período dos últimos anos, foram ajustados para incorporar as informações enviadas pelas empresas fora do prazo nos meses de janeiro a setembro. Os dados de outubro ainda são considerados sem ajuste.

Nos últimos doze meses, porém, as demissões superam as contratações em 294.305 vagas com carteira assinada.

Ao fim de outubro, o Brasil tinha 38,62 milhões de pessoas empregadas com carteira assinada. No fim do mesmo mês do ano passado, o número era maior: 38,91 milhões.

Setores da economia e regiões

Em outubro deste ano, de acordo com o Ministério do Trabalho, três setores da economia contrataram mais do que demitiram. O setor que mais contratou foi o comércio, que registrou abertura de 37.321 vagas.

  • Serviços: abertura de 15.915 vagas;
  • Indústria de transformação: abertura de 33.200 vagas;

Outros cinco setores demitiram mais que contrataram no mês passado:

  • Agricultura: fechamento de 3.551 vagas;
  • Serviços de utilidade pública: fechamento de 729 vagas;
  • Indústria extrativa mineral: fechamento de 532 vagas;
  • Administração pública: fechamento de 261 postos de trabalho;
  • Construção civil: perda de 4.764 empregos com carteira;

Segundo o Ministério do Trabalho, houve o registro de contratações em quatro das cinco regiões do país em outubro. Veja abaixo a variação do emprego formal por regiões:

  • Nordeste: +37.801 vagas;
  • Sul: +21.444 vagas;
  • Centro-Oeste: -408 vagas;
  • Norte: +4.210 vagas;
  • Sudeste: +13.552 vagas;

Salário médio de admissão

Segundo o governo, em outubro salário médio de admissão registrou queda real (após ajuste dos valores pela inflação) de 1,13%, para R$ 1.463,12. Em setembro, ele estava em R$ 1.479,89.

No acumulado do ano, porém, houve um crescimento real de 2,69%, visto que o salário médio de admissão estava em R$ 1.419,55 em dezembro do ano passado.


MT Agora - G1

COMENTARIOS

Mais de Economia

Economia

PIB cai 0,1% no primeiro trimestre do ano

No acumulado de 12 meses, houve alta de 0,9%.

17 de Maio de 2019 as 10h07

Consumidor

Escola Nacional do Consumidor tem inscrições abertas até dia 27 de maio

Cursos serão realizados entre os dias 4 de junho e 1º de julho

13 de Maio de 2019 as 20h50

Benefício

Mais de 2 milhões de trabalhadores ainda não sacaram o Abono Salarial ano-base 2017

Prazo para retirar o dinheiro termina em 28 de junho; valor disponível para saque chega a R$ 1,53 bilhão

13 de Maio de 2019 as 20h34

PIB

Mercado reduz projeção de crescimento do PIB de 1,70% para 1,49%

Para 2020, a projeção foi mantida em 2,50%, assim como para 2021 e 2022.

06 de Maio de 2019 as 09h40

Imposto

Estado arrecada quase R$ 12 bilhões em tributos, segundo 'impostômetro'

Valor arrecadado representa um aumento de de 6,4% em relação ao período do ano passado.

05 de Maio de 2019 as 16h37

Oportunidade

Confira as vagas de emprego disponíveis no Sine de Lucas do Rio Verde

Os interessados podem procurar o Sine na Galeria Central de Serviços, localizada na Av. Paraná, nº 766 S, sala 06, Centro. O horário de atendimento é de segunda a sexta-feira, das 7h às 11h e das 13h às 16h.

29 de Abril de 2019 as 15h47

Reforma Da Previdência

Reforma da Previdência deve estabilizar dívida pública em 2023

A estimativa foi divulgada pela IFI, órgão vinculado ao Senado

27 de Abril de 2019 as 21h32

Imposto De Renda

Contribuintes têm último final de semana para fazer declaração do IR

Prazo de entrega termina na próxima terça-feira (30).

27 de Abril de 2019 as 21h28

Energia Elétrica

Maio terá bandeira amarela na tarifa de energia elétrica

O sistema de bandeiras tarifárias foi criado, de acordo com a Aneel, para sinalizar aos consumidores os custos reais da geração de energia elétrica.

27 de Abril de 2019 as 21h25

Oportunidade

Confira as vagas de emprego disponíveis no Sine de Lucas do Rio Verde

Os interessados podem procurar o Sine na Galeria Central de Serviços, localizada na Av. Paraná, nº 766 S, sala 06, Centro. O horário de atendimento é de segunda a sexta-feira, das 7h às 11h e das 13h às 16h.

27 de Abril de 2019 as 20h57

Microempreendedorismo

Empresa Simples de Crédito facilita operações de crédito entre pequenos negócios

Taxas de juros de empréstimos devem ser mais baixas

25 de Abril de 2019 as 09h16

Micro e Pequena Empresa

Empresa Simples de Crédito deve injetar R$ 20 bilhões por ano nos pequenos negócios

Presidente Jair Bolsonaro sanciona proposta que vai oferecer alternativa de crédito mais barata e fácil aos pequenos empreendedores

25 de Abril de 2019 as 09h13

Recorde de Produção

Etanol deve alcançar recorde de produção com 33,58 bilhões de litros

O aumento na produção de etanol nesta safra ocorreu principalmente em função da queda de preços do açúcar no mercado internacional

23 de Abril de 2019 as 10h00

IRPF

Mais da metade dos contribuintes já declararam Imposto de Renda

Fisco espera 30,5 milhões de formulários neste ano

18 de Abril de 2019 as 22h57

Oportunidade

Confira as vagas de emprego disponíveis no Sine de Lucas do Rio Verde

Os interessados podem procurar o Sine na Galeria Central de Serviços, localizada na Av. Paraná, nº 766 S, sala 06, Centro. O horário de atendimento é de segunda a sexta-feira, das 7h às 11h e das 13h às 16h.

15 de Abril de 2019 as 15h51

Guia MT

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

Enquete

Você acha que Bolsonaro está certo ao contingenciar verbas das Universidades federais?

Sim

Não

Não sei

Parcial
veja +

COTAÇÃO