Reforma tributária em MT só deve ser votada em 2017 após substitutivo

Adiamento foi causado devido à complexidade da reforma, diz deputado. Proposta só deve ser votada em fevereiro de 2017, segundo a ALMT.

21/12/2016 - 00:05:37

   

Governo deve apresentar alterações na proposta da reforma tributária (Foto: André Romeu/Gcom-MT)

O projeto para a reforma tributária em Mato Grosso, de autoria do Executivo, só deve ser votado pelos deputados em fevereiro de 2017, como anunciou o presidente da Assembleia Legislativa (ALMT), deputado Guilherme Maluf (PSDB), nesta terça-feira (20). O projeto deveria ser votado antes do recesso de fim de ano. O adiamento, segundo Maluf, foi causado devido à complexidade da reforma e por causa das alterações propostas pelo governo.

A Secretaria Estadual de Fazenda (Sefaz) ainda não se posicionou sobre o assunto.

O projeto da reforma tributária foi apresentado na ALMT pela primeira vez no dia 1º de dezembro. Para o Maluf, a reforma deve ser amplamente discutida, já que impacta a vida de muitas empresas e pessoas.

O governo havia anunciado que deve apresentar um substitutivo ao projeto, com alterações apresentadas por segmentos econômicos e instituições. O novo texto ainda deve ser apresentado na ALMT. O objetivo do governo era colocar a reforma em prática no ano que vem. No entanto, a sanção do projeto depende da aprovação do Legislativo.

A Ordem dos Advogados do Brasil em Mato Grosso (OAB-MT) havia requerido cópia da proposta de reforma para apontar sugestões no novo modelo. A intenção, segundo o órgão, é fazer um estudo aprofundado das novas medidas e apontar melhorias.

Reforma

A aposta do governo é simplificar as regras. Atualmente, são 500 páginas de leis, que seriam resumidas em 37 páginas. No estado, as alíquotas, porcentagem de imposto cobrada sobre o valor de produtos, variam de 0 a 37%.

A ideia é criar uma alíquota única para a maioria dos produtos, entre 12% e 18%. No caso da energia elétrica, que tem alíquota de 42%, a porcentagem poderia cair para 25%, assim como combustível e comunicações, por exemplo. Para existir equilíbrio, aumentariam as alíquotas para setores que tem isenção ou descontos. Na apresentação foram citados o agronegócio, materiais para construção.

MT Agora - G1 MT

Mais Noticias

Imposto de Renda

Mais de 1 milhão de contribuintes entregaram declaração do Imposto de Renda

FGTS

Caixa abre agências sábado para o saque das contas inativas do FGTS

Emprego

Lucas do Rio Verde, Cuiabá e Diamantino têm maiores ofertas de empregos

Empregos

Desempregados para voltar ao mercado de trabalho aceitam salário menor

14/02/2017 -

Brasil terá ao menos 2,5 milhões de novos pobres até o fim do ano

Estudo inédito do Banco Mundial aponta medidas para conter avanço da pobreza Leia mais sobre esse assunto em http://oglobo.globo.com/brasil/brasil-tera-ao-menos-25-milhoes-de-novos-pobres-ate-fim-do-ano-20915254#ixzz4YeENT2Qp © 1996 - 2017. Todos direit

13/02/2017 -

Calendário para saques do FGTS deve ser divulgado na próxima terça-feira

Poderão ser sacados os valores de todas as contas inativas do Fundo desde o dia 31 de dezembro de 2015

13/02/2017 -

Indústria de biodiesel prevê recuperação em 2017 após recuo em 2016

A expectativa da indústria é produzir 4,5 bilhões de litros este ano, ante os 3,8 bilhões produzidos em 2016

03/02/2017 -

Brasil terá crescimento já neste trimestre, diz ministro

A economia brasileira deve apresentar um crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) de 2 por cento no quarto trimestre deste ano.

03/02/2017 -

Balança comercial registra segundo melhor janeiro da história

Os números foram divulgados hoje (1º) pelo Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços. O saldo da balança comercial em janeiro de 2017 só é inferior ao de janeiro de 2006 (US$ 2,835 bilhões)

25/01/2017 -

Mais de 800 vagas de emprego estão abertas no Sine Estadual esta semana

Órgão, que é vinculado à Setas, realiza intermediação da mão de obra.

18/01/2017 -

Estado de MT contesta pecuaristas e mantém aumento da alíquota do ICMS

Sefaz explica que alteração feita, na época, ocorreu para contribuir com o equilíbrio na cadeia pecuária

18/01/2017 -

Multinacional deve ampliar investimentos em Mato Grosso

O interesse foi sinalizado nesta terça-feira (17) durante reunião entre os dirigentes da multinacional e o governador Pedro Taques.

17/01/2017 -

Preço do diesel sobe 8 vezes em um ano em Mato Grosso, aponta ANP

Preço pago pelo diesel em janeiro de 2017 é o maior em um ano, diz o órgão. Segundo os caminhoneiros, reajuste no diesel influencia o preço do frete.

17/01/2017 -

China cancela importações de etanol por ameaça de alta em tarifa

Sete carregamentos podem representar entre 266 mil e 443 mil metros cúbicos de etanol.

17/01/2017 -

Economistas preveem corte na taxa de juros em fevereiro

O levantamento divulgado nesta segunda-feira apontou que a expectativa é de um afrouxamento monetário ainda maior neste ano, com a Selic indo a 9,75 por cento.

17/01/2017 -

FMI reduz previsão de alta para o PIB do Brasil em 2017 para 0,2%

Projeção para queda em 2016 foi ampliada para 3,5%. Último relatório, de outubro, havia mantido as estimativas. Para 2018, é prevista alta de 1,5%.

17/01/2017 -

Oito pessoas concentram mesma riqueza que a metade mais pobre da população mundial, diz ONG britânica

Para Oxfam, concentração é ''indecente'' e '''exacerba as dificuldades''.

13/01/2017 -

OIT prevê que nº de desempregados no Brasil chegará a 13,6 milhões em 2017

Em novembro de 2016, 12,1 milhões de pessoas estavam nesta situação. Segundo relatório, de cada 3 novos desempregados no mundo em 2017, um será brasileiro.

13/01/2017 -

Planalto diz que queda dos juros para 13% permite retomada do crescimento

Porta-voz da Presidência repercutiu nesta quarta a decisão do Copom de cortar a Selic; segundo Alexandre Parola, decisão também ajudará a gerar empregos nos país.