Relatório

TCU vê indícios de irregularidades ''graves'' em 62 obras bancadas com dinheiro da União

Tribunal de contas recomendou a paralisação total ou parcial de dez obras. Ao todo a área técnica do TCU fez 77 auditorias.

Fonte:Fonte: Laís Lis | G1
25 de Outubro de 2018 as 00h 27min

O Tribunal de Contas da União (TCU) encontrou indícios de irregularidades "graves" em 62 obras financiadas com recursos da União.

A informação consta do Fiscobras 2018, relatório anual do tribunal de contas sobre fiscalizações em obras públicas. Ao todo, a área técnica do TCU fez 77 auditorias.

Das obras com indícios de irregularidades graves, o TCU recomendou a paralisação de dez.

As recomendações não são para paralisação da obra por inteiro, mas somente do trecho referente ao contrato onde o problema foi encontrado.

As principais irregularidades encontradas foram:

  • projetos básicos e executivos deficientes;
  • sobrepreço;
  • superfaturamento;
  • descumprimento de cronograma;
  • restrição de competição

O relatório aprovado nesta quarta-feira (24) será encaminhado ao Congresso Nacional e as informações devem subsidiar a Comissão Mista de Planos, Orçamentos Públicos e Fiscalização (CMO) quanto à distribuição dos recursos orçamentários para 2019. Os parlamentares, no entanto, não são obrigados a seguir a recomendação do TCU.

“O papel do TCU não é propor novas obras, mas apontar deficiências para ajudar sua melhoria”, afirmou o ministro do TCU Bruno Dantas, que relatou o processo.

Reincidência

Das 10 obras que o plenário recomendou a paralisação, oito já tinham recomendação no Fiscobras 2017. Isso significa que as irregularidades encontradas nessas obras em 2017 não foram resolvidas.

Novas recomendações de paralisação

  • Corredor de ônibus Aricanduva (SP): Obra prevê a construção de quase 25 km de corredor exclusivo para ônibus na Avenida Aricanduva, na zona leste da capital paulista. Os recursos são do Ministério da Cidade. 1,3% da obra executada.
  • Canal Adutor vertente litorânea (PB): Serão 122 quilômetros no total de canal para aproveitar as águas levadas à Paraíba pelo Programa de Integração do Rio São Francisco. 44,1% da obra executada.

Obras que já tinham recomendação de paralisação em 2017

  • Canal do Sertão (Alagoas): Obra da transposição do Rio São Francisco com o objetivo de levar água a 42 municípios de Alagoas. O TCU encontrou indícios de sobrepreço decorrente de preços excessivos frente ao mercado em um dos contratos. Delações de executivos da Odebrecht apontaram que as licitações dessa obra foram direcionadas. 76,4% da obra executada.
  • Adequação da Travessia Urbana em Juazeiro – BRs 235/407 (Bahia): o TCU encontrou indícios sobrepreço decorrente de preços excessivos frente ao mercado e sobrepreço decorrente de quantitativo inadequado no contrato para restauração de pavimento. 14,5% da obra executada.
  • Construção da Fábrica de Hemoderivados e Biotecnologia (Pernambuco): o TCU encontrou indícios de pagamento em desacordo com os critérios definidos, atraso na execução e termos aditivos não necessários para a conclusão da obra no contrato principal, que corresponde a todo o custo estimado para a obra, que é de R$ 373,5 milhões. 70% da obra concluída.
  • Construção da Vila Olímpica em Parnaíba (Piauí): a auditoria identificou que o contrato de construção da vila olímpica foi feito sem realização de estudo de viabilidade técnica e econômica. 12% da obra concluída.
  • Obras de construção da BR-040 (Rio de Janeiro): O problema foi encontrado na obra de implantação do trecho da subida da Serra de Petrópolis, na BR-040. Os indícios de irregularidade envolvem sobrepreço e projeto deficiente. 35,1% da obra concluída.
  • Corredor de Ônibus – SP – Radial Leste – Trecho 1 (São Paulo): os indícios de irregularidade são de restrição a competitividade no edital e de sobrepreço na obra. 1% da obra concluída.
  • Corredor de Ônibus – SP – Radial Leste – Trecho 2 (São Paulo): os indícios de irregularidade são de restrição a competitividade no edital e de sobrepreço na obra. 1% da obra concluída.
  • BRT de Palmas (Tocantins): o TCU apontou estudo de viabilidade técnica-econômica e ambiental deficiente. A obra ainda não foi iniciada.

Recomendação preliminar

Além das 10 obras com recomendação de paralisação, o TCU indicou outras quatro obras como com recomendação preliminar de paralisação:

  • Adequação de trecho rodoviário da BR-116 (BA);
  • Duplicação da BR-230 em Campina Grande (PB);
  • Ampliação de capacidade da BR-290 (RS)
  • Corredor de ônibus Capão Redondo (SP).

A recomendação é preliminar porque as obras ainda precisam ser analisadas pelos ministros do TCU.

Com a apresentação de garantias pelas construtoras responsáveis pela obra, o plenário do TCU recomendou a continuidade das obras da Refinaria Abreu e Lima, em Pernambuco, e das obras de construção da BR-235, na Bahia, entre os quilômetros 282 e 357,4.

A garantia é uma espécie de seguro que garante o ressarcimento dos danos caso, no futuro, o TCU conclua que houve irregularidade nas obras, como superfaturamento.

O relatório de 2018 excluiu da lista de recomendação de paralisação a usina nuclear Angra 3, a construção da BR-235, na Bahia, e a construção do centro e processamento final de imunobiológicos, no Rio de Janeiro. Isso significa que os indícios de irregularidade que justificavam a paralisação foram resolvidos.

Problemas

Ao votar, o ministro Bruno Dantas destacou que ao longo de 10 anos de Fiscobras foram fiscalizadas mais de 1.600 obras, e o problema mais identificado foi o de sobrepreço e superfaturamento, com 1.331 ocorrências. “Esse número é assustador”, disse Dantas.

O segundo problema mais identificado, com 1.158 ocorrências, foi o de projeto básico inexistente, deficiente ou desatualizado.


Siga MT Agora no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube e aproveite para entrar em nosso grupo do WhatsApp clicando AQUI e deixar aqui abaixo o seu comentário.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros

COMENTARIOS

Mais de Economia

Renegociação

Renegociação de pagamentos fica em segundo plano para 51% dos brasileiros durante a pandemia

Pesquisa da Mobills também aponta que 11% cancelaram os serviços que pagavam anteriormente

14 de Setembro de 2020 as 14h34

Queda

Mercado financeiro prevê queda da economia em 5,31% este ano

Para o próximo ano, a expectativa é de crescimento de 3,50%, diz BC

08 de Setembro de 2020 as 08h52

Limpa Nome

Campanha Serasa Limpa Nome termina nesta terça-feira

Iniciativa permite quitar dívidas de até R$ 1 mil por apenas R$ 100

08 de Setembro de 2020 as 08h47

Projeções

Ministério da Economia mantém em queda de 4,70% a projeção do PIB de 2020

Para 2021, a projeção de crescimento foi mantida em 3,20%, enquanto para 2022, a estimativa de alta no PIB continuou em 2,60%

15 de Julho de 2020 as 15h28

Auxílio Emergencial

Não dá para transformar os R$ 600 em renda permanente, diz diretor da IFI

Para Felipe Salto, Brasil precisa discutir a implantação de uma eventual renda básica permanente no cenário pós-pandemia

14 de Julho de 2020 as 23h38

Negociação

Senado aprova negociação de dívidas de micro e pequenas empresas

A matéria já passou pela Câmara e agora vai à sanção presidencial

14 de Julho de 2020 as 23h24

Suínos

Argentina destrói 188 Kg de carne suína com triquinose

Medida impediu que a carne chegasse ao consumidor

09 de Julho de 2020 as 08h03

Auxílio Emergencial

Caixa libera saque de primeira parcela do terceiro lote de aprovados

No total são 4,9 milhões dentro desse terceiro lote. Nesta segunda-feira, poderão sacar o dinheiro os nascidos em janeiro, um total de 400 mil trabalhadores.

06 de Julho de 2020 as 07h33

Crise na Pandemia

CDL alerta para fechamento de empresas e cobra reabertura "responsável" do comércio na capital

Fábio Granja cobrou testagem em massa da população para apenas contaminados poderem ficar em casa

02 de Julho de 2020 as 13h25

Bolsa de Valores

Bolsa dispara 14% após quinta-feira tensa; dólar passa de R$ 4,80

Ibovespa terminou semana com perda de 15%

14 de Março de 2020 as 04h30

Economia

Empregos avançam no setor de turismo

Segmento de Alojamento e Alimentação se destacou com crescimento de 3,2% no trimestre

01 de Março de 2020 as 18h17

Novo Salário Mínimo

A partir de hoje sábado, salário mínimo passa a ser de R$ 1.045; veja o que muda

O valor de R$ 1.045 será aplicado no vencimento de fevereiro, que será pago em março

01 de Fevereiro de 2020 as 19h25

Cadastro Positivo

Com cadastro positivo, BC prevê declínio dos juros de cartão de crédito e cheque especial em 2021

Diretor de Organização do Sistema Financeiro do Banco Central, João Manoel Pinho de Mello, estima redução de cerca de 30% do chamado 'spread' bancário até meados do ano que vem.

27 de Janeiro de 2020 as 07h05

Impostos

Receita federal recupera R$ 5,2 bilhões de inadimplentes do Simples Nacional

Em 2019, a instituição notificou 738.605 contribuintes de micro e pequenas empresas enquadradas no regime tributário

20 de Janeiro de 2020 as 22h15

Turismo

Turismo brasileiro cresce 2,6% em 2019

Mês de novembro foi o que apresentou maior crescimento para o setor, com aumento de 3,8% em relação a 2018

20 de Janeiro de 2020 as 22h13

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

ENQUETE

veja +

COTAÇÃO