Luverdense

Luverdense apaga no segundo tempo mas vence o Mixto

"O que nós vimos no segundo tempo foi uma queda no nível de concentração que determinou o resultado"

26 de Fevereiro de 2016 as 16h 19min

A noite era de festa, pelo retorno do Luverdense ao Estádio Passo das Emas, e parecia que o jogo seria fácil. Mas enfrentar o Mixto nunca será fácil. O Luverdense mostrou desde o inicio do jogo um volume intenso e um arsenal interessante de jogadas ofensivas.

No meio de campo, Vitinho e Sergio Motta se movimentavam bem e Alfredo, Gustavo e Rafael davam trabalho no ataque. Gustavo Marmentini abriu o placar aos 11 minutos, com um chute colocado. Aos 19, Sergio Motta encontra Rafael atrás da zaga e amplia. Penalty para o Mixto e Felipe Medina descontou para o alvinegro.

Vitinho e Mateus Leoni ainda marcaram para o Luverdense, fechando o primeiro tempo em 4 a 1 Luverdense. Se o ritmo fosse mantido, o Mixto sofreria uma goleada histórica. Foi aí que o treinador Gilson Paulino fez a diferença. “Eu falei para eles que Pelé e Garrincha não existem mais. É preciso ter confiança”, disse em entrevista o comandante.

No segundo tempo, com mais garra e vontade, o Mixto passou a assustar o Luverdense, criando oportunidades de gol e chegando mais duas vezes às redes do goleiro Gabriel Leite. Final do jogo, 4 a 3 Luverdense, e mantida a liderança do grupo, agora com 14 pontos, mas o treinador Junior Rocha reclamou da falta de concentração.

“Dois dias antes do jogo, eu tirei um jogador do treino porque ele não estava concentrado no trabalho. O grupo inteiro levou um choque e passou a se concentrar mais no treinamento. O que nós vimos no segundo tempo foi uma queda no nível de concentração que determinou o resultado”, disse Rocha.

O próximo jogo do Luverdense acontece domingo, no Passo das Emas, contra o Poconé.

MT Agora - Leia Lucas

COMENTARIOS

Guia MT

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

COTAÇÃO