Esportes

Médico projeta volta de zagueiro da Chapecoense aos treinamentos em até 120 dias

O zagueiro Neto não para de impressionar com as notícias de sua recuperação após o acidente aéreo envolvendo a delegação da Chapecoense.

Recuperação | 20 de Dezembro de 2016 as 21h 22min
MT Agora - Gazeta Esportiva

O zagueiro Neto não para de impressionar com as notícias de sua recuperação após o acidente aéreo envolvendo a delegação da Chapecoense. Neste domingo, o estado de saúde dos sobreviventes da tragédia internados em Chapecó foi atualizado e as notícias foram positivas. O médico Marcos Sonagli afirmou que conseguiu caminhar com o zagueiro Neto no último sábado e já projetou um período para que ele possa voltar aos treinamentos.

“Hoje temos boas notícias. Ontem (sábado) eu consegui caminhar com o Neto, ele deu seus primeiros passos. Isto é muito importante porque o Neto tem uma fratura na quinta vértebra lombar, que a princípio é de tratamento não cirúrgico. Ele tem usado um colete para dar um suporte à região lombar. Ontem ele conseguiu caminhar com um pouco de auxílio, não teve dor na região lombar”, enalteceu o médico.

Marcos Sonagli completou avaliando o tempo de recuperação para que Neto possa iniciar seu retorno aos treinamentos como atleta profissional. “Ele tem nos falado que tem vontade de voltar a jogar. Deixou claro isso para nós. Só que a primeira intenção dele é poder ir para casa. Ele quer voltar a ficar com a família e também voltar a jogar. Como o tratamento é não cirúrgico, eu vou ter que mantê-lo com o colete por pelo menos 90 dias. Eu acredito que ele possa voltar a treinar, dependendo das lesões nos membros inferiores, em torno de 90 a 120 dias”.

O zagueiro, que vem se recuperando da lesão na quinta vértebra lombar com medicamentos, tem previsão de alta para a próxima semana.

Quem está mais próximo de retornar para casa é Rafael Henzel. O jornalista irá passar nas próximas 24 horas por uma nova avaliação em relação a seu quadro infeccioso e, se tiver uma resposta positiva, poderá receber alta já nesta segunda-feira.

Já o goleiro Jackson Follmann, último a retornar à cidade de Chapecó, terá que passar por uma nova cirurgia. O jogador, que teve a perna direita amputada, terá agora que realizar um procedimento no pé esquerdo, já que ele tem uma lesão em um osso do tornozelo e precisa da intervenção cirúrgica para que possa seguir caminhando, mesmo possuindo algumas limitações.

“A lesão que o Follmann teve foi uma fratura luxação do tornozelo, com uma lesão no talus, que é o osso do tornozelo que faz a principal articulação com a tíbia. Ele terá que ser submetido a um reparo desta lesão. Será feita uma artrodese, que é a fixação do tornozelo em uma posição funcional, para que ele possa manter um padrão de mobilidade”, explicou o médico Rovani Camargo.

Por último, o lateral Alan Ruschel, que recebeu alta do hospital na última sexta-feira, aproveita seu momento especial com a família. O jogador chegou neste domingo em Nova Hartz, cidade aonde moram seus pais, localizada no Rio Grande do Sul.

O irmão de Alan, Alison Ruschel, postou uma foto do momento em sua conta no Instagram. O jogador inclusive afirmou que conseguiu voltar a comer churrasco, um de seus primeiros desejos após despertar do acidente ainda na Colômbia. A alimentação segue também uma recomendação dos médicos para grande ingestão de proteína por conta da perda de peso no período da internação.

COMENTARIOS

Guia MT

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

COTAÇÃO