Esportes

Real Madrid vence o Al-Jazira de virada e vai enfrentar o Grêmio na final do Mundial

Com o resultado, o Real Madrid chega à sua sexta final de Mundial de Clubes

Mundial De Clubes | 13 de Dezembro de 2017 as 23h 06min
MT Agora - Gazeta Esportiva

Quem pensava que o Real Madrid teria facilidades para confirmar sua vaga na grande decisão do Mundial de Clubes se enganou. Nesta quarta-feira a equipe de Zinedine Zidane terminou o primeiro tempo atrás no placar, graças ao gol do ex-corintiano Romarinho, mas conseguiu balançar as redes no segundo tempo, depois que o goleiro Al Khesaif foi substituído, com Cristiano Ronaldo e Gareth Bale para superar os anfitriões por 2 a 1 no estádio Zayed Sports City, em Abu Dhabi.

Embora Romarinho tenha pregado uma peça nos merengues e garantido a vantagem parcial à sua equipe no primeiro tempo, o Real Madrid não tomou conhecimento dos adversários e apenas na primeira etapa dispararam nada mais, nada menos que 17 chutes, exigindo o goleiro rival a fazer ao menos cinco importantes defesas.

Com o resultado, o Real Madrid chega à sua sexta final de Mundial de Clubes, a terceira neste formato, e pode se igualar ao Barcelona, que possui três títulos do torneio organizado pela Fifa, um a mais que os merengues, que também venceram as Copas Intercontinentais de 1960, 1998, esta contra o Vasco da Gama, e 2002.

Agora, o Real Madrid terá pela frente o Grêmio, que superou o Pachuca nesta terça-feira por 1 a 0, com gol de Éverton. A grande final acontece no próximo sábado, às 15h (de Brasília), no Zayed Sports City.

Os 20 primeiros minutos do Real Madrid foram avassaladores. Logo aos três, Cristiano Ronaldo experimentou de fora da área para testar o goleiro, mas viu a bola passar próxima do ângulo esquerdo do rival. No minuto seguinte novamente CR7 levou perigo, se antecipando à zaga e aproveitando o cruzamento de Isco para cabecear firme, no cantinho, porém, Al Khesaif fez grande defesa.

A pressão madridista não permitia que o Al Jazira fizesse algo além de atacar. Aos seis minutos Cristiano Ronaldo, em sua terceira chance, escorou após cobrança de escanteio, e a bola acabou desviando na zaga, exigindo que Al Khesaif demonstrasse todo o seu reflexo no lance e novamente salvasse os anfitriões. Dez minutos depois foi a vez de Benzema esbarrar no goleiro, que voou no canto esquerdo para defender a cabeçada do atacante francês e mandar para a linha de fundo.

Se o Real Madrid não conseguia balançar as redes através das triangulações e jogadas aéreas, Modric resolveu arriscar de longe, no entanto, o goleiro rival seguiu inspirado e freou o ímpeto do croata. Depois de tanto se defender, o Al Jazira, enfim, agrediu os merengues aos 20 minutos, quando Mabkhout aproveitou o contra-ataque para finalizar de fora da área e ver a bola passar muito próxima à trave direita de Keylor Navas.

Tentando ser a peça de desafogo do Real Madrid, Isco fez boa jogada pela esquerda aos 22 minutos e cruzou na cabeça de Benzema, que por sua vez mandou para o fundo das redes. No entanto, o árbitro brasileiro Sandro Meira Ricci já havia marcado falta de Cristiano Ronaldo no zagueiro do Al Jazira. Posteriormente, aos 31 minutos, houve outro gol anulado dos espanhóis. Desta vez com o auxílio do árbitro de vídeo, o juiz invalidou a cabeçada de Casemiro por conta do impedimento de Benzema.

Antes do apito final ainda deu tempo do Al Jazira surpreender a todos que compareceram no estádio Zayed Sports City, em Abu Dhabi. Em outra oportunidade em contra-ataque, aos 41 minutos, Romarinho recebeu pela esquerda e, diferentemente de Mabkhout, levou para o meio e bateu rasteiro, cruzado, sem chances para Keylor Navas. Com isso, restou pouco tempo para o Real Madrid buscar o empate antes de ir para o intervalo, fato que forçou a equipe espanhola a se dirigir ao vestiário com a incrível desvantagem no placar.

Assim como no primeiro tempo, o início da etapa complementar também foi bastante agitado. Logo aos três minutos Romarinho iniciou jogada de contra-ataque, acionando Mabkkhout, que saiu na cara do gol e tocou para Boussoufa mandar para as redes. Porém, com o auxílio do árbitro de vídeo, Sandro Meira Ricci anulou o que seria o segundo gol do Al Jazira na partida. Logo em seguida, Al Khesaif, que vinha sendo o herói dos donos da casa, ao lado de Romarinho, teve que ser substituído por conta de um incômodo na coxa esquerda que já durava desde a primeira etapa.

Sem o carrasco do primeiro tempo na meta do Al Jazira, Cristiano Ronaldo tratou de tirar proveito e aos sete minutos, enfim, conseguiu igualar a partida. O craque português recebeu de Modric de costas para o gol, dominou girando e bateu firme, cruzado, para balanças as redes. Aos 14 minutos o Real Madrid teve a oportunidade de virar a partida com Benzema, que após grande lançamento de Casemiro bateu colocado e viu Al Senani fazer grande defesa.

Posteriormente o atacante francês carimbou a trave em duas oportunidades. Aos 20, Benzema bateu com a perna esquerda e carimbou a trave direita do Al Jazira. Seis minutos depois foi a vez de o camisa 9 pegar errado na bola e, ainda assim, vê-la tocar na trave novamente e sair pela linha de fundo.

Restando dez minutos para o fim da partida, o técnico Zinedine Zidane decidiu recorrer a Gareth Bale, que com poucos segundos em campo tratou de resolver o problema do Real Madrid e garantir a virada. Em cruzamento de Lucas Vázquez. o galês apareceu de trás para bater de chapa e vencer o goleiro rival, que ainda teve sua visão atrapalhada por Cristiano Ronaldo. Daí em diante, bastou aos espanhóis administrarem a vantagem para confirmarem a ida à decisão.

COMENTARIOS

Guia MT

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

TEMPO AGORA

Hoje, Quarta Feira

Lucas do Rio Verde, MT

º

COTAÇÃO