Esportes

STJD marca julgamento de ação que definirá rebaixado no Campeonato Mato-grossense

Quinta-feira, o presidente do Luverdense, Helmute Lawisch, também será julgado pelo STJD. O dirigente, que cumpre suspensão de 30 dias, estará no banco de réus por ter invadido o campo na derrota do Luverdense para o Internacional

Julgamento | 11 de Setembro de 2017 as 14h 23min
MT Agora - Só Notícias

O Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) marcou para a próxima quinta-feira (14), o julgamento da ação que definirá o segundo rebaixado do Campeonato Mato-grossense da Primeira Divisão deste ano para a Segunda Divisão do próximo ano. Cacerense e Clube Esportivo Operário Várzea-grandense brigam nos tribunais para ver qual time fará companhia ao Operário Futebol Clube, o primeiro a ser rebaixado pela fraca campanha no Estadual deste ano.

Em Mato Grosso não cabe mais recurso. O Tribunal de Justiça Desportiva (TJD) da Federação Mato-grossense de Futebol (FMF) julgou duas vezes ações do time de Cáceres, que havia vencido em primeira instância, em que o ‘Chicote’ da Fronteira chegou a perder seis pontos por ter relacionado o volante Lê para o jogo de estreia no Mato-grossense deste ano. Neste caso, o Cacerense, que foi o último colocado da Chave A com apenas três pontos, se manteve na elite, já que o Operário perdeu seis e ficou com apenas um.

Para se salvar, o Operário entrou com recurso contestando prazo em que a diretoria cacerense protocolou a ação. O Pleno do TJD deu parecer favorável ao time de Várzea Grande. Inconformado com a decisão em segunda instância, o Cacerense recorreu agora ao STJD, considerada a última instância na esfera desportiva. Quem perder na próxima quinta-feira no Rio de Janeiro, só terá a Justiça Comum como alternativa. No entanto, corre o risco de ser punido pela CBF por recorrido a uma esfera que não é da área desportiva.

Na próxima quinta-feira, o presidente do Luverdense, Helmute Lawisch, também será julgado pelo STJD. O dirigente, que cumpre suspensão de 30 dias, estará no banco de réus por ter invadido o campo na derrota do Luverdense para o Internacional na reta final do turno do Campeonato Brasileiro da Série B. Por causa do gancho, Lawisch não pode acompanhar o Verdão do Norte. Atualmente, está respondendo pelo clube de Lucas do Rio Verde, o vice Jaime Binfield.

COMENTARIOS

Disk Bem

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

TEMPO AGORA

Hoje, Segunda Feira

Lucas do Rio Verde, MT

Tempo nublado

24º

COTAÇÃO